Na Barra, Rui deseja um Carnaval de paz a todos baianos e turistas

Após a agenda de compromissos na Governadoria, no CAB, o governador Rui Costa seguiu para o circuito Dodô (Barra-Ondina), na noite desta quinta-feira (20). Neste primeiro dia de folia, ele acompanha a festa no trio comandando por Bell Marques, que é uma das 200 atrações que o Governo do Estado preparou para o folião pipoca … Leia Mais


Itiúba: Prefeitura divulga grade de atrações do Carnaval 2020

A Prefeitura de Itiúba, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer anuncia oficialmente a grade de atrações do Carnaval 2020!!! THILLIO Milionário, Unha Pintada, Pagode do Segredo, Paullinha Levada, Edcity, Larissa Marques, Swing do T10, Malubakana, MC 7Kssio, Brankinho, Bolachinha, Bloco as Derrubadas, Cristiano Ramalho, Carlos Oliveira, Zenilton Brandão, Pança Folha, Paula Brasil, Tom … Leia Mais




Itiúba: Unha Pintada é a primeira atração confirmada para o carnaval 2020


A Prefeitura de Itiúba, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer tem a honra de anunciar a 1ª atração confirmada para o Carnaval 2020!!!

UNHA PINTADA, será uma das atrações do dia 25 de fevereiro, terça feira de carnaval e promete levar todo o seu romantismo para Avenida Getúlio Vargas.

O Itiúba Folia – Carnaval de todos os ritmos, contará com 5 dias de festa. Em breve serão anunciadas outras atrações.

É a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer: Promovendo a cultura do nosso município!!!

Ascom – Levando informação da gestão que mais avança nas mudanças!!!


Pré Candidato Robertão Publicidade participou de Show Gospel em Filadélfia


Na última segunda-feira dia 30 de dezembro de 2019 o Pre Candidato pela cidade de Ponto Novo Roberto Santos esteve junto com amigos e irmãos acompanhando o Evento Gospel na cidade de Filadélfia, que contou com a presença do renomado Cantor Gospel Gerson Rufino.

Robertão Publicidade, como o mesmo é conhecido na cidade esteve no evento acompanhado da família e dos irmãos de Ponto Novo, Filadélfia e de toda a região;

Em entrevista ao site Diga News, Robertão Publicidade disse estar muito satisfeito com o evento gospel e que “um show, como esse onde, esteve, muitos evangélicos da Cidade de Ponto Novo, é um evento importante,

pois a cidade de Ponto Novo, a muitos anos, não comemora o dia do evangélico”. Ainda segundo Robertão Publicidade “Infelizmente essa é a nossa realidade, nua e crua, tivemos recentemente, na cidade de Caldeirão Grande, um evento gospel, onde no dia do evangélico, se apresentou, Samuel Mariano”.

“Com o conhecimento que tenho, entendo que o poder Público Municipal, deveria realizar, eventos com essa perspectiva de público evangélico”.

Roberto Santos ainda nos afirmou que a partir desse ano, teremos pré-candidato, que irá, brigar e defender, o povo evangélico da cidade de Ponto Novo.


Itiúba: Inauguração do Boteco do MJ na Fazenda Fechado acontece neste sábado


A MJ Produções estará realizando neste sábado, 28 de dezembro de 2019, a partir das 14:00 horas, a inauguração do novo espaço de show, o Clube MJ, na Fazenda Fechado.

Na ocasião acontecerá a 1ª Cavalgada dos Amigos que terá concentração na Fazenda Cajueiro, logo após terão shows de Wesley e Igor, Adailton Safadão e Pegada dos Moleques

Cidade em Notícias


Prefeitura de Itiúba anuncia oficialmente Carnaval 2020


O Itiúba Folia acontecerá entre os dias 21 e 25 de fevereiro.
A Prefeita Cecília Petrina de Carvalho juntamente com o Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Raimundo Carvalho – Caxunxa estarão anunciando em breve as primeiras atrações da Folia.
É a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer: Promovendo a Cultura no nosso município!!!
Ascom – Levando informação da gestão que mais avança nas mudanças!!!

UNEB apresenta sua produção na FLISBOM


Encenações teatrais, apresentação musical, mostra dos laboratórios, oficinas, exposição de livros e produção acadêmico científica fizeram parte da programação do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB na I Festa Literária de Senhor do Bonfim (FLISBOM). A FLISBOM tem como curadores a secretária de Educação de Senhor do Bonfim, Cristiane Maia e o professor do DEDC VII da UNEB, Reginaldo Carvalho.

A UNEB esteve presente na FLISBOM desde a sua concepção através da curadoria até a participação em toda a programação da Festa. Professores e estudantes do DEDC VII da UNEB participaram da realização da FLISBOM que reuniu centenas de pessoas entre crianças, adultos e idosos que tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre a literatura negra do bonfinense, Antônio Vieira, e também sobre a produção do Campus VII da UNEB.

O professor e curador da FLISBOM, Reginaldo Carvalho, destacou que “A FLISBOM é um marco na história da educação e da literatura do Território de Identidade Piemonte Norte do Itapicuru por trazer para o centro do debate a literatura de um escritor negro que foi historicamente invisibilizado por causa do racismo”. Carvalho ressaltou ainda que, “A FLISBOM é um ato de resistência, diante toda a conjuntura e retrocesso que tem acontecido no país atualmente”.

A diretora do DEDC VII, Suzzana Alice Lima, frisou que “Onde estiverem experiências como a FLISBOM, a UNEB estará presente, pois esse tipo de evento cumpre a função de aproximar a população, proporcionando um encontro com várias atividades que instrui e forma com propostas mais sensíveis para discutir a realidade contemporânea”.

Hoje (20) ainda tem programação da UNEB na FLISBOM. Confira:

9h às 13h
Exposição dos laboratórios:
– Micologia
– Zoologia Marinha
– Brinquedoteca
– Exposição de livros e produção acadêmico científica do Campus VII

13h às 19h
– Oficina da Abayomi
– Tertúlia na FLISBOM
– Apresentação teatral e musical
– Oficina: Raça, etnia, diversidade sexual e de gênero
– Exposição de livros e produção acadêmico científica do Campus VII
– Intervenção filosófica (discentes de Enfermagem e Pedagogia)

19h às 22h
– Apresentações: teatral, musical
– Lançamento de livros

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC- DEDC/ UNEB)



Ciclismo: Vem aí o 1º Ciclo Kids de Filadélfia


 

No próximo dia 12 de janeiro de 2020 acontece o 1º Ciclo Kids do Município de Filadélfia-BA. A iniciativa tem como objetivo incentivar as crianças a pratica do esporte, mostrando a importância do estilo de vida saudável.

O percurso será de 11Km com um Ponto de Hidratação e Carro de Apoio.

O ponto de Concentração inicial será na Escola Instituto Presbiteriano Vida, as 16:00h e saída para o percurso as 16:30h.

O Custo da Inscrição é de apenas um 01 Kg de alimento não perecível, para ser entregue no dia do evento.

Haverá o sorteio de Brindes aos participantes.

As inscrições podem ser feitas através do link: https://forms.gle/R9v92fch7Tm22Kat6

Patrocinadores: Instituto presbiteriano Vida e Marcondes do Feijão;

Organização: Equipe Cascalho, Equipe Corrente Nervosa, Divas do Pedal e Max Móveis


Livro sobre cotidianos universitários conta com artigos de estudantes de Teatro e Pedagogia da UNEB em Senhor do Bonfim


O livro “Vozes estudantis e fios cotidianos universitários” faz parte da série Experiências e Reflexões Discentes, uma coletânea de artigos produzidos por estudantes universitários da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) que aborda sobre várias temáticas, colocando o estudante como protagonista da produção científica. O livro será lançado amanhã (12), às 18h30, no Museu de Arte da Bahia em Salvador.

A obra conta com três produções de estudantes do Departamento de Educação, Campus VII da UNEB, sendo dois de estudantes do curso de Teatro, “Vivendo o: Hoje tem espetáculo?- relato de experiência discente”, de Israel Santana e “Terça Cênica: Narrativas do Circo, Teatro e Dança no sertão baiano”, de Tatá Barbosa; e “A escola não te pertence: narrativa autobiográfica de uma das vítimas do preconceito de exclusão no contexto educacional” do estudante de Pedagogia, Geovanx Morgado.

A Série Experiências e Reflexões Discentes é uma publicação anual, em formato de coletânea, de iniciativa da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (PRAES) em parceria com a Editora da Universidade do Estado da Bahia (EDUNEB), que objetiva a divulgação de artigos elaborados por estudantes de graduação e pós-graduação Lato Sensu (Modalidade Presencial), e os discentes da PARFOR, da Universidade do Estado da Bahia, que relatem de forma analítica, crítica e reflexiva, experiências significativas no processo de ensino-aprendizagem durante suas trajetórias na universidade.

“A construção desse relato pode se configurar como importante potencializador do protagonismo dos autores e dos leitores dos textos publicados nesta Série”, destaca a pró-reitora da PRAES, Elivânia Alves. Nesse sentido, o estudante de Teatro, Israel Santana afirma que “Este é meu primeiro artigo científico produzido e também publicado em livro. Isso é magnífico. É muito importante esse registro, não apenas para mim, enquanto estudante, mas para a academia como um todo”.

A diretora do DEDC VII da UNEB, Suzzana Alice Lima, destacou que essa é uma oportunidade inédita. “Esta obra faz com que a produção do conhecimento seja estimulada e este olhar reflexivo para o cotidiano e para as questões da sociedade contemporânea, se transforma em provocações, produzidas e registradas em publicações que se tornam registro histórico”.

Suzzana adiantou também, que o DEDC VII fará o lançamento do livro “Vozes estudantis e fios cotidianos universitários” em abril de 2020.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC- DEDC/ UNEB)


Caravana com destino a Caetité homenageia legado de Anísio Teixeira


Uma caravana com 24 integrantes, formada por educadores e técnicos da Secretaria de Educação do Estado, partiu da sede do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, nesta terça-feira (26), rumo a Jequié, Vitória da Conquista e Caetité, terra natal de Anísio Teixeira, para uma série de atividades em homenagem ao educador baiano. A iniciativa faz parte do projeto ‘2020: Ano Anísio Teixeira’, que celebra os 120 anos de nascimento do educador, e prevê a realização de mesas-redondas, atos, momentos culturais, conversas e encontros.
“É o momento da Bahia e o Brasil abraçar novamente aquele que, se estivesse entre nós ainda, estaria dando ao país um novo destino, uma outra perspectiva. É um caravana que visita diversas cidades do interior. No percurso, apresentamos o legado de Anísio, visando o ano de 2020, que é um ano em que o Brasil precisa discutir a problemática da educação, inspirado na contribuição daquele que é talvez o seu maior mestre”, explica o subsecretário de educação do Estado, Danilo Souza.
Antes do embarque, o coordenador da Caravana Anísio Teixeira, professor Naomar Almeida, destacou a importância do movimento. “Nada mais justo que voltar à origem de toda essa energia que ele trouxe para a história da Bahia e do Brasil. A ideia é que a gente faça uma integração dos níveis de ensino, com participação das universidades e dos sistemas municipais. Essa concepção de Regime de Colaboração, que é considerada hoje uma novidade, foi desenvolvida por Anísio Teixeira na década de 1920. Toda a sua trajetória foi a construção da educação como um tema muito mais ecossistêmico do que se consegue realizar hoje”, declarou.
Filha de Anísio, Babi Teixeira vai receber a caravana em Caetité, mas fez questão de se despedir do grupo antes do embarque. “Fico muito comovida toda vez que há grandes homenagens. Pela importância que eu sei que ele tem para a educação brasileira, mas também pela personalidade dele, que era uma pessoa muito simples e que vivia para trabalhar. Como filha, eu fico emocionada, mas como pessoa brasileira, cidadã, eu também fico agradecida por esse trabalho que ele fez para todos nós”, disse.
Considerado o principal idealizador das grandes mudanças que marcaram a educação brasileira no século 20, Anísio Teixeira nasceu em 1900 e faleceu em 1971. Foi pioneiro na implantação de escolas públicas de todos os níveis, que refletiam seu ideal de oferecer educação gratuita e integral para todos. Ele difundiu o movimento da Escola Nova, que tinha como princípio a ênfase no desenvolvimento do intelecto e na capacidade de julgamento, em preferência à memorização. A contribuição de Anísio Teixeira para a educação no Brasil é considerada importante até os dias atuais.

Fotos: Carol Garcia/GOVBA


II Novembro Negro da UNEB discute sobre racismo estrutural


O II Novembro Negro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB trouxe a discussão sobre Educação, Identidade e Intersecionalidade e os desafios contemporâneos para as relações étnico-raciais através de minicursos, oficinas, apresentação de trabalhos, exposição fotográfica, lançamento de livros, exibição de filme, aula encenada e apresentações culturais como Samba de Lata e Roda de Capoeira de Cariacá. O evento reuniu estudantes e profissionais de diversas áreas que debateram sobre o racismo estrutural.

A professora do DEDC VII e coordenadora do II Novembro Negro, Carmélia Miranda, destacou que o evento reuniu desde crianças de 7 anos a idosos de 82 anos de várias cidades e culturas diferentes. “Contamos com a presença de especialistas na linguagem diaspórica, com professores(as) e pesquisadores(as) que abordaram diferentes temáticas acerca do racismo estrutural; discutimos sobre cantoras negras que eram obrigadas a trabalhar apenas com o samba, mas hoje existe um leque de possibilidades; conhecemos um pouco sobre a obra de Gilberto Gil desde 1967 até a atualidade, e a vida e obra de Abdias Nascimento, ator, escritor e professor importante no movimento negro; aprendemos sobre literatura africana, e como os personagens estão presentes nessas obras, dentre muitas outras aprendizagens”.

A estudante de Pedagogia, Daiane Cardoso, da comunidade quilombola Várzea do Mulato relatou que o evento trouxe vários temas importantes a serem discutidos. “A partir dos conhecimentos adquiridos, é possível trabalhar na sala de aula sobre o racismo e outras questões”, afirmou Daiane. A estudante destacou ainda que gostou da discussão tecida sobre etnobotânica, pois “Foi possível aprender acerca dos conhecimentos populares que as comunidades, a exemplo de Tijuaçu, possuem em relação às plantas medicinais que são remédios alternativos para a cura de algumas doenças”.

O II Novembro Negro trouxe diferentes discussões e reuniu pessoas que dividiram seus conhecimentos. Assim, a coordenadora, Carmélia Miranda, frisou ainda que, “No III Novembro Negro, em 2020, esperamos que o evento cresça ainda mais. Buscaremos trabalhar com outras perspectivas, a exemplo do feminismo negro”.

O Novembro Negro é uma realização do DEDC VII da UNEB e do Laboratório de História e Cultura Afro-Brasileira e Currículo Mariinha Rodrigues (LahAfro).

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)