Livro sobre cotidianos universitários conta com artigos de estudantes de Teatro e Pedagogia da UNEB em Senhor do Bonfim

O livro “Vozes estudantis e fios cotidianos universitários” faz parte da série Experiências e Reflexões Discentes, uma coletânea de artigos produzidos por estudantes universitários da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) que aborda sobre várias temáticas, colocando o estudante como protagonista da produção científica. O livro será lançado amanhã (12), às 18h30, no Museu de … Leia Mais


Caravana com destino a Caetité homenageia legado de Anísio Teixeira

Uma caravana com 24 integrantes, formada por educadores e técnicos da Secretaria de Educação do Estado, partiu da sede do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, nesta terça-feira (26), rumo a Jequié, Vitória da Conquista e Caetité, terra natal de Anísio Teixeira, para uma série de atividades em homenagem ao educador baiano. … Leia Mais


II Novembro Negro da UNEB discute sobre racismo estrutural

O II Novembro Negro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB trouxe a discussão sobre Educação, Identidade e Intersecionalidade e os desafios contemporâneos para as relações étnico-raciais através de minicursos, oficinas, apresentação de trabalhos, exposição fotográfica, lançamento de livros, exibição de filme, aula encenada e apresentações culturais como Samba de Lata e Roda … Leia Mais


Ciclismo: Vem aí o Pedal dos Amigos em Filadélfia

Próximo dia 01 de dezembro de 2019 acontece em Filadélfia o Pedal dos Amigos. O ponto de Concentração inicial será no Instituto Presbiteriano Vida, onde terá um Café da Manhã a partir das 06:30h e saída para o percurso as 08h. O percurso será de 25Km com Ponto de hidratação, Carro de Apoio. Serão apenas … Leia Mais


UNEB realiza II Novembro Negro entre os dias 19 e 21 deste mês

“Educação, identidade e interseccionalidade: desafios contemporâneos para relações étnico-raciais” é a temática do II Novembro Negro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB. O evento acontecerá entre os dias 19 e 21 de novembro e contará com exibição de filmes, mesas redondas, rodas de conversas, apresentações de trabalhos, minicursos, oficinas e apresentações culturais. … Leia Mais


Abertura do Colóquio de Artes Cênicas da UNEB fomenta arte e conhecimento


Humor, emoção, arte e conhecimento fizeram parte da abertura do IV Colóquio de Artes Cênicas do Piemonte Norte do Itapicuru e do II Fórum de Artes Circenses do Semiárido Brasileiro que aconteceu ontem (06) no Centro de Formação em Artes Professor Marcos Fábio Oliveira Marques do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB. A abertura contou com apresentação artística da Trupe do Benas e do monólogo Stuart; lançamento da exposição fotográfica “Os Melhores Companheiros do Mundo” que aborda sobre a palhaçoterapia no ambiente hospitalar; e conferência que abordou a temática “Circo dos horrores”, com o professor doutor Mário Bolognesi da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

A diretora do DEDC VII, Suzzana Alice Lima, destacou a importância da realização do Colóquio para os estudantes do curso de Teatro da UNEB e também para a comunidade como um todo. “Esses momentos alimentam a discussão acerca da arte, da cultura, do circo. E a partir da proposição do professor Reginaldo Carvalho, o DEDC VII da UNEB sonha em trazer para o nosso Departamento, o curso de licenciatura em Artes do Circo, e no sonho sempre cabem possibilidades, destacou Suzzana.

A programação do Colóquio segue até amanhã (08) com apresentações artísticas, exposição fotográfica, apresentação de trabalhos científicos e discussões sobre as dissidências nas Artes Cênicas; as mulheres circenses e seus desafios, o circo social e muito mais.

Confira a programação completa no site: https://coloquiodeartescen.wixsite.com/2019/programacao-1

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)


Laboratórios da UNEB recebem visita de estudantes do ensino infantil


Assistir teatro de fantoches, observar fungos pelo microscópio, fazer pintura de fungos, conhecer animais pré-históricos e tocar em animais marinhos. Essas foram algumas das experiências vivenciadas hoje (05) por estudantes do ensino infantil do Centro de Educação Infantil de Bananeiras (CEIB), localizado em Pindobaçu, que visitaram o Espaço de Ciência Micológica, o Laboratório de Arqueologia e Paleontologia (LAP) e o Laboratório de Ecologia de Peixes e Museu de Zoologia (LEPMZ) do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB em Senhor do Bonfim.

A estudante do 9º semestre de Pedagogia do DEDC VII, Jéssica Carvalho, que atua como professora na educação infantil do CEIB teve a ideia de levar os alunos para conhecer os laboratórios da UNEB, pois acredita que essa experiência é muito rica para o aprendizado das crianças. “Decidimos trazê-los para conhecer os laboratórios, justamente por eles não terem esse contato no cotidiano, e para que tenham questionamentos, para a partir daí, iniciarmos diversos conteúdos na aula, pois em vários momentos, os alunos já perguntaram, por exemplo, como é um tubarão? O que é um fungo? São perigosos? Assim, com essa visita, eles podem conhecer sobre esses assuntos e muito mais”, afirmou Jéssica.

Os laboratórios do DEDC VII da UNEB podem ser visitados por toda a comunidade. Os agendamentos podem ser feitos através do contato: 74 3541-8920.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)


Exposição fotográfica aborda sobre palhaçoterapia em Colóquio de Artes Cênicas da UNEB


 

A exposição fotográfica “Os Melhores Companheiros do Mundo” fará parte do IV Colóquio de Artes Cênicas do Piemonte Norte do Itapicuru e II Fórum de Artes Circenses do Semiárido Brasileiro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB que acontecerá nos dias 6, 7 e 8 de novembro no Centro de Artes Professor Marcos Fábio Oliveira Marques do DEDC VII da UNEB localizado no Colégio Estadual Senhor do Bonfim (CESB). O lançamento da exposição acontecerá no nesta quarta-feira (06), a partir das 18h30 no Centro de Artes. ​

A mostra composta por 30 fotografias apresenta o processo de formação em clown (palhaço) através da intervenção bioenergética e atuação em palhaçoterapia da Unidade de Palhaçada Intensiva (UPI), projeto extensionista da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) que realiza trabalhos de humanização no ambiente hospitalar.​

As fotografias foram realizadas pela jornalista e fotógrafa Lorena Simas, que registrou a atuação da UPI, formada por estudantes dos cursos de Medicina, Enfermagem, Psicologia e Educação Física da Univasf. Esses humanizadores utilizam-se da palhaçoterapia e da ludicidade para levar alegria e sorrisos a um ambiente, muitas vezes, traumático, objetivando amenizar a dor e a angústia daqueles que se encontram em uma cama de hospital.​

“O sorriso é uma das expressões mais belas do ser humano, uma forma de comunicação que todos entendem. Um simples gesto que revela muito de cada um e torna tudo em volta mais bonito e contente. O ato de levar descontração e fazer surgir um sorriso é animador e nos faz perceber que a simples ação de contar uma piada ou, até mesmo brincar com algum fato sério, traz alegria e luz”, relata Lorena Simas.​

Coordenação do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)


Documentário ‘Mulheres do Licuri’ é lançado na Festa do Licuri em Itiúba-BA


Neste final de semana (26 e 27/10), a jornalista Ilanna Barbosa faz o lançamento do documentário Mulheres do Licuri, na comunidade de Três Ladeiras, em Itiúba (BA), durante a 12a Festa do Licuri.

A produção audiovisual reconhece o protagonismo e a liderança das mulheres no segmento do extrativismo com o fruto e busca impulsionar a visibilidade e diversificação deste trabalho. “O documentário aborda a melhoria da qualidade de vida de mulheres, através do extrativismo do licuri conhecido como ouricuri em algumas regiões, e valoriza os direitos das mulheres rurais, desde a a igualdade de gênero, o aumento da renda com o beneficiamento do fruto e o desenvolvimento sustentável”, afirma Ilana Barbosa.

O evento cultural tem o apoio de ONGs e a Associação dos Moradores, Pequenos Produtores da Fazenda Três Ladeiras e Cajarana, Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (COOPES). e produtores da região de Monte – Santo, Itiúba, Capim Grosso e Cansanção (BA).

Jornalista: Maiara Santos


UNEB apresenta “As bodas de Umbigulina” em Colóquio de Artes Cênicas


O espetáculo teatral “As bodas de Umbigulina” fará parte da programação do IV Colóquio de Artes Cênicas do Piemonte Norte do Itapicuru e II Fórum de Artes Circenses do Semiárido Brasileiro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB. O espetáculo aborda sobre a máscara e a linguagem do clown (palhaço) que ressaltam a poesia e o lirismo, bem como, as fragilidades do ser humano. A apresentação será realizada no dia 08 de novembro, às 20h no Citear, localizado no bairro Gamboa em Senhor do Bonfim.

Inspirado no universo dos personagens do dramaturgo e escritor irlandês Samuel Beckett, o espetáculo apresenta, através da poética do clown, às vezes absurda e lírica, às vezes tragicômica, a vida cotidiana e as fragilidades do ser humano. Os temas tocados por Umbigolina levam o espectador a imergir em muitas e oscilantes emoções: da dança à ira, da fragilidade à dor, da luta à morte, da ressurreição ao matrimônio.

“As bodas de Umbigolina” é um trabalho desenvolvido acerca da máscara do clown através das teorias e práticas de Burnier, Wuo, Lecoq, Fo, Bassi, Slava e outros estudiosos da área e experiências adquiridas em culturas de países diferentes como Brasil, Itália, França e Luxembourg, mas sempre ligados ao lado sensível, mítico e místico da máscara.

O espetáculo tem direção e interpretação de Joice Agle, pós doutora em Comicidade e Criação no Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas (PPGAC) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Os ingressos custam R$ 10,00 (valor único) e podem ser adquiridos no Colegiado de Teatro no Centro de Artes Professor Marcos Fábio Oliveira Marques ou na barraca do Nivaldo em frente à Agência dos Correios.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)


Governo do Estado garante promoção do artesanato baiano pelos próximos dois anos


O Governo do Estado assinou, na manhã desta terça-feira (8), no Museu de Arte da Bahia, em Salvador, o contrato de gestão do Edital de Publicização dos Serviços de Qualificação, Promoção e Comercialização do Artesanato Baiano. Isso significa que R$ 5 milhões serão aplicados no setor ao longo de dois anos por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). A Associação Fábrica Cultural é quem vai gerir o contrato.

“Essa é uma política muito importante para geração de renda no estado. A Bahia tem uma tradição no artesanato, são várias regiões produtoras que disputam entre os melhores do Brasil e faltava da nossa parte exatamente essa estrutura, esse apoio fundamental, para que o nosso produto seja exposto no país e principalmente na Bahia”, afirmou o secretário da Setre, Davidson Magalhães.

As ações devem dinamizar o escoamento da produção artesanal, além de promover cursos de qualificação, feiras para comercialização, entre outras atividades. “Estamos trabalhando com isso já há um tempo, são cinco anos com o Mercado Iaô, que todo mundo conhece, mas agora a coisa se expande e a nossa intenção é justamente dar cada vez mais visibilidade, trazer mais qualidade e ser uma rede, uma união de pessoas trabalhando para desenvolver e fazer o nosso artesanato chegar cada vez mais longe”, declarou a presidente da Fábrica Cultural e cantora, Margareth Menezes.

O ato de assinatura contou com a presença de representantes do setor em todo o estado, que comemoraram efetivação de uma política pública que vai beneficiar em torno de 13 mil profissionais. “Isso vai facilitar o escoamento da produção, que é o nosso grande problema. A gente espera que isso alavanque o artesanato da Bahia que é muito rico. Temos muitos artistas renomados, mas que são pouco valorizados no cenário nacional”, avaliou a vice-presidente Federação dos Artesãos e Artesãs do Estado da Bahia (Faaeb), Lu Bispo.

Fotos: Paula Fróes/ GOVBA

Programa “A voz do Trabalhador” comemora 21 anos no Ar


 

O programa “A voz do Trabalhador”, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caldeirão Grande,apresentado pelos comunicadores Adamilton Santos, e Márcia Regina comemorou hoje 21 anos.

O programa tem como foco principal o homem do campo,levado informações de tudo que acontece na área rural .

No ar todas às sextas-feiras das 17h às 18h.”A voz do Trabalhador”,foi o primeiro programa independente da Rádio Paiaiá FM, e tem uma grande audiência principalmente na zona rural.

Fonte: Espaço Aberto


UNEB realiza mostra de artes visuais e cenografia nesta quinta (26) e sexta-feira (27)


A mostra de Artes Visuais e Cenografia da licenciatura em Teatro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB apresentará trabalhos artísticos realizados pelos estudantes do 1º e 3º período nas disciplinas de Artes Visuais e Cenografia. A abertura da mostra será nesta quinta-feira (26), às 18h com apresentação de performance; e na sexta-feira (27), a mostra ficará aberta para visitação das 10h às 16h no Centro de Artes Professor Marcos Fábio Oliveira Marques da UNEB, localizado no Colégio Estadual Senhor do Bonfim (CESB).

Na mostra didática de Artes Visuais, os estudantes apresentarão trabalhos de composição visual por meio do uso e da percepção de escala de valores com claro e escuro, luz e sombra e cores a partir da obra de Van Gogh. O professor da disciplina, Enjolras de Oliveira, ressaltou que “A turma desenvolveu trabalhos a partir das próprias inspirações, alguns com texturas a partir das fotografias realizadas na natureza. Criaram também objetos tridimensionais confeccionados com diversas texturas e reutilização de materiais que estavam disponíveis para a criação”.

Já, na mostra didática de Cenografia, o público poderá ver um cenário em maquete, construído a partir dos conhecimentos sobre uma peça de teatro dos mais variados estilos e épocas diferentes. “As criações foram idealizadas por meio do estudo de diversos cenógrafos nacionais e internacionais, além da abordagem de diferentes construções da arquitetura teatral ao longo dos séculos”, destacou o professor.

A Mostra é uma oportunidade para que a comunidade externa conheça as pesquisas e produções que são desenvolvidas no curso de Teatro da UNEB. A entrada é gratuita e aberta à comunidade.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC- DEDC/ UNEB)


UNEB realizará palestra sobre narrativas seriadas para rádio no século XXI nesta segunda-feira (16)


“Narrativas seriadas para rádio, no século XXI: por onde anda a radionovela?” essa é a temática da palestra que acontecerá nesta segunda-feira (16) às 9h no Centro de Artes Professor Marcos Fábio Oliveira Marques, localizado no Colégio Estadual Senhor do Bonfim (CESB). A palestra é gratuita e voltada a estudantes de arte, história e comunicação, radialistas e pessoas interessadas no tema.

A palestra tem como objetivo debater e aprofundar o estudo sobre a escrita seriada, dando destaque a roteiros de radionovela; estimular e reavivar o interesse pela rádio como veículo de produção de conteúdos artísticos e revelar experiências recentes de escrita e produção de radionovela. Dessa forma, promoverá um espaço de aprendizagem e debate.

A palestrante, Iara Villaça, declarou que “Vamos conversar sobre o que são as narrativas fracionadas desde o romance folhetim até a radionovela, e abordar também sobre seriado, telenovela, história em quadrinhos e refletir sobre o espaço para a radionovela no século XXI”.

De acordo com a professora do curso de Teatro, Karina de Faria, “As emissoras de rádio seguem exercendo papel fundamental de veiculadoras de informações jornalísticas, publicidade e entretenimento, embora por algum tempo tenha sido comum difundir-se a ideia que estariam fadadas ao fracasso diante do advento da televisão e mais tarde, da internet”. Sendo assim, discutir sobre conteúdo artístico nas rádios hoje é abrir perspectivas para criação de alternativas de conteúdo e envolvimento de artistas, produtores e roteiristas que possam atuar nesse possível campo de trabalho.

A palestra é uma realização do curso de Teatro do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB e conta com a parceria do CESB.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)


Iphan assina contrato para reforma de igreja centenária atingida por incêndio em Monte Santo


Prestes a completar cinco meses de interdição após o incêndio em abril deste ano, a Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, em Monte Santo, passará por intervenções nos próximos meses. Isso porque, a Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na Bahia, assinou, nesta quarta-feira, 11, o contrato com a empresa responsável por executar as obras emergenciais.  A empresa vencedora é a RC Restauração e Construção Eireli – ME, contratada sob o Regime de Empreitada por Preço Global. O valor do contrato é de R$ 740.690,66 (setecentos e quarenta mil, seiscentos e noventa reais e sessenta e seis centavos) e o prazo para a execução da obra é de 180 dias corridos, contados a partir da assinatura da Ordem de Serviço. Em maio deste ano, a presidente nacional do Iphan, Kátia Bogéa, havia autorizado o lançamento do edital para a escolha da empresa após uma reunião com o deputado federal Elmar Nascimento (DEM); o prefeito de Monte Santo, Vando (PSC), e o deputado estadual Laerte do Vando (PSC).  “O turismo religioso atrai para a Bahia cerca de 5 milhões de visitantes anualmente, segundo a Secretaria de Turismo do Estado (Setur). Precisamos preservar os templos que fazem parte das rotas turísticas. A Igreja Matriz de Monte Santo é um patrimônio religioso que precisa do apoio de todos”, pontuou o deputado Laerte do Vando. Era na Igreja Matriz que romeiros dos quatro cantos do país se reuniam para assistir à missa de abertura da tradicional Festa de Todos os Santos, principal evento religioso da cidade, que acontece no dia 31 de outubro. Estima-se que 100 mil pessoas passam pela cidade no dia da celebração. Em agosto, a Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) recebeu a exposição fotográfica # Chamas da Solidariedade, proposta pelo deputado estadual Laerte com o intuito de divulgar a campanha em prol da reconstrução da igreja.  Construída em 1927, o templo ficou comprometido após um incêndio destruir a cobertura, a parte interna e peças sacras no Sábado de Aleluia, 20 de abril. De acordo com os técnicos da secretaria de Infraestrutura municipal, “a ausência de divisórias entre as paredes comprometidas pode provocar o desabamento caso ocorra esforços sobre a estrutura que restou”.  Apesar de não fazer parte dos bens móveis inventariados pelo Iphan, o templo está localizado no entorno do Santuário da Santa Cruz, tombado órgão como Conjunto Arquitetônico, Urbanístico, Natural e Paisagístico de Monte Santo desde 1983. (A Voz do Campo)