MALANDROS E MANÉS: A ÉTICA DA SOBREVIVÊNCIA

MALANDROS E MANÉS: A ÉTICA DA SOBREVIVÊNCIA “O Estado esmaga o oprimido Não há direitos para o pobre Ao rico tudo é permitido À opressão não mais sujeitos Somos iguais todos os seres Não mais deveres sem direitos Não mais direitos sem deveres.” Esses versos contidos na Internacional Socialista retratam com absoluta exatidão como a … Leia Mais



Programa Partiu Estágio inscreve até o dia 26 de março

Já estão abertas as inscrições para o primeiro edital do Partiu Estágio no ano de 2021. A partir de hoje (24) até o dia 26 de março, universitários baianos preencher o formulário e concorrer às 2.973 vagas, distribuídas entre 61 órgãos e entidades da administração pública, alocados na capital e em 173 municípios do interior. … Leia Mais



Coletiva de imprensa: Secretário Jerônimo Rodrigues detalha planejamento para início do ano letivo na rede estadual de ensino

O secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, detalhará à imprensa o plano para início do ano letivo 2020/2021, às 9h30 desta quarta-feira (24), em coletiva virtual com transmissão ao vivo no canal do Governo da Bahia no YouTube. As perguntas ao gestor deverão ser encaminhadas via WhatsApp, exclusivamente em formato de texto, para o número (71) 99981-6904. Os … Leia Mais


Governador anuncia início do ano letivo na rede estadual de ensino


O início do ano letivo 2020/2021 na rede estadual de ensino está programado para o próximo dia 15 de março, de forma 100% remota. O planejamento foi anunciado pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, durante o Papo Correria desta terça-feira (23). A volta do ensino no modo presencial não tem data prevista e está condicionada aos parâmetros sanitários relacionados à Covid 19 no Estado.
O governador destacou que o início das aulas com atividades remotas irá contemplar todos os alunos da rede estadual. “Adotamos uma estratégia que irá atender a todos os alunos da rede estadual. Desde o início da pandemia, eu afirmei que não iria aceitar uma solução que alcançasse um número pequeno de alunos. Temos muitos estudantes que moram na zona rural e que não têm sequer sinal de celular. Por isso, estamos implementando esse início remoto das aulas, que não se trata de aula virtual por entender que não contemplaria os alunos que não têm sinal de telefone ou banda larga”, afirmou Rui.
Jerônimo Rodrigues explicou como foi planejado o início das atividades. “Nós podemos detalhar essas atividades, neste primeiro momento, em três datas. No dia 1º de março, nós chamaremos os profissionais da educação para se prepararem e, para a divulgação, com maior força, do que nós iremos fazer. No dia 8 de março, nós iniciaremos a jornada pedagógica Paulo Freire, fechando um ciclo de planejamento e preparação da rede estadual. No dia 15 de março, iniciaremos as aulas de forma remota”.
O planejamento da Secretaria da Educação do Estado indica a realização dos dois anos letivos, de 2020 e 2021, até o dia 29 de dezembro, com 1.500 horas aula. Serão três fases de atividades escolares. Após a etapa 100% remota, será a vez da fase híbrida, com três dias da semana de aulas remotas e outros três de aulas presenciais e, por fim, a retomada das aulas 100% presenciais.
Matrícula automática
A matrícula dos estudantes que já fazem parte da rede estadual de ensino será automática, ou seja, não será preciso se dirigir às unidades escolares ou fazer qualquer tipo de atualização cadastral via internet. Para os estudantes que irão ingressar na rede estadual, um calendário específico está em fase elaboração e será divulgado em breve. “Nós vamos disponibilizar canais de comunicação com a escola, com a Secretaria, com a Ouvidoria, para tranquilizar os pais sobre a matrícula”, acrescentou Jerônimo.
De acordo com a Secretaria da Educação, foram selecionadas plataformas digitais qualificadas, cadernos de conteúdo e livros didáticos para garantir o ensino e a aprendizagem na primeira fase do ano letivo. “Nós continuaremos usando a TVE, agora com um canal específico, o Educa Bahia, para que a gente possa deixar permanente, durante todo o dia, as atividades programadas de educação e as lives que nós achamos importantes”, completou o secretário.

Fotos: Elói Corrêa/GOVBA

 

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Programa Partiu Estágio vai selecionar quase três mil universitários


O Governo do Estado lança, nesta terça-feira (23), o primeiro edital do Programa Partiu Estágio para o ano de 2021. Ao todo, serão ofertadas 2.973 vagas, que serão distribuídas entre 61 órgãos e entidades da administração pública, alocados na capital e em 173 municípios do interior. As inscrições poderão ser feitas desta quarta-feira (24) até o dia 26 de março, por meio do site do programa (www.programaestagio.saeb.ba.gov.br).
Poderão participar estudantes universitários regularmente matriculados em instituições de ensino superior estaduais, federais e privadas, com sede/polo na Bahia, e que cursem graduação nas modalidades presencial ou EAD. A inscrição no edital assegura a inclusão do universitário no Banco de Jovens para Estágio (com validade de seis meses), desde que o estudante cumpra os pré-requisitos do programa: ter mais de 16 anos, ser residente na Bahia e ter concluído pelo menos 50% do curso.
Como nos editais anteriores, o Partiu Estágio terá a reserva de 10% das vagas ofertadas para pessoas com deficiência física, como o previsto pela Lei 11.788/2008. Sobre o quantitativo de vagas não reservadas, terão prioridade universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Não poderão se inscrever estudantes beneficiados pelo Projeto Estadual de Auxílio Permanência, instituído pela Lei 13.458/2015.
Inscrições
Candidatos que estejam participando pela primeira vez do Programa Partiu Estágio devem estar atentos sobre o processo de inscrição. É preciso acessar o endereço do programa (www.programaestagio.saeb.ba.gov.br) e criar uma conta, informando CPF, nome, data de nascimento e e-mail válido. O sistema enviará automaticamente para o e-mail cadastrado os dados para acesso ao sistema de inscrição. Quem já tiver realizado cadastro para editais anteriores não precisa fazer o procedimento novamente; basta utilizar seu e-mail e senha para acesso. Em caso de dúvidas, o programa disponibiliza contato através [email protected]
De posse das informações para acesso ao sistema, o candidato deverá preencher os dados cadastrais e, em seguida, sinalizar seu curso, o turno das aulas e em qual cidade reside e estuda, além dos órgãos onde pretende estagiar – o máximo de três opções deve ser selecionada, em ordem de preferência. O candidato deve estar atento: é preciso identificar no edital seu curso e a disponibilidade de vagas para cada órgão, observando se as oportunidades de estágio estão localizadas no município de sua residência ou no qual estuda.
Depois de finalizada a inscrição, o candidato receberá no e-mail cadastrado o comprovante de inscrição. A lista completa das vagas poderá ser consultada no edital, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) e disponível para consulta no site do programa (www.programaestagio.saeb.ba.gov.br) e também no site da Secretaria da Administração (www.saeb.ba.gov.br). As convocações ocorrerão em momento oportuno, por e-mail, SMS e lista de selecionados, de acordo com a necessidade da administração pública.
Partiu Estágio
O programa é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições com sede na Bahia. O contrato tem duração máxima de um ano, sem possibilidade de prorrogação, exceto quando o estudante seja deficiente físico.

A carga horária é composta de quatro horas diárias de atividades supervisionadas, chegando a 20 horas semanais. Além da bolsa-estágio, os universitários terão direito a auxílio-transporte e 30 dias de recesso remunerado, proporcionais. Lançado em 2017, o Partiu Estágio já contratou 11.812 universitários para atuação em órgãos e entidades da administração estadual.

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Crônica do Professor Valter Silva: QUEM NÃO SE COMUNICA, SE ESTRUMBICA


 

Apesar do tétrico quadro da pandemia da Covid 19, que tem ceifado diariamente a vida de milhares de pessoas parentes ou próximas, os desejos egoístas e a preocupação cada vez menor com o bem-estar do outro continuam sendo a marca registrada do nosso atual momento histórico.

Essas atitudes, hoje em dia consideradas banais, refletem, na realidade, uma época marcada pelo individualismo e trazem graves consequências para a sociedade contemporânea, onde já assistimos, mesmo durante o período de quarentena, a um alto grau de violência e de desestruturação nas relações; sejam familiares, sejam amorosas.

A humanidade, de modo geral, encontra-se cada vez mais embrutecida diante dos dramas alheios; isto porque, cada um aprendeu a cultivar seu próprio mundo; ou seu próprio eu.

Nesse sentido, a grande maioria das pessoas que reclamam do isolamento social, causado pela pandemia que as afasta fisicamente do convívio das demais, paradoxalmente, rejeitam as relações afetivas face a face, pois quando o outro aparece com seus traços reais, suas faltas, seus desejos e, enfim, com a sua propensão a falhas, não age em conformidade com aquilo que tais pessoas projetam como ideal, fazendo, então, desaparecer o afeto do contato presencial que imediatamente se converte em decepção.

O excessivo culto a si mesmo de nossa época faz, portanto, com que os seres humanos, destinados a viver em sociedade, naufraguem em um desmedido e imoderado individualismo, abalando as bases das relações sociais; esquecidos que para construir suas personalidades precisam de algum contato com seus semelhantes, uma vez que o modo de pensar, de agir e até de sentir são adotados a partir do convívio e do relacionamento com o próximo.

Iludidos, porém, por uma noção de felicidade, gerada em uma sociedade consumista, os seres humanos, ditos pós-modernos, habitualmente, definem sua maneira de viver pela forma como consomem; reconstruindo, assim, as relações humanas a partir do padrão e semelhança com outros consumidores ou objetos de consumo.

Essa conduta, por essência mercadológica, passa, consequentemente, a fazer parte de seus relacionamentos não apenas com as coisas, mas, também, com as próprias pessoas que, a partir de então, são tratadas como simples mercadoria, porque, paulatinamente, o ser humano está sendo transformado em objeto.

A busca por prazeres individuais é igualmente articulada por mercadorias oferecidas a cada instante pelas sucessivas campanhas de publicidade, sempre necessárias e bem vindas, sobretudo, porque substituem a ausência de solidariedade dos amigos ou colegas de trabalho e até mesmo o calor humano de cuidar e de ser cuidado pelos mais próximos e queridos, tanto no lar quanto na vizinhança.

Na era tecnológica, apesar de todas as conquistas advindas do aprimoramento dos processos de comunicação e suas trocas informativas, a capacidade de ouvir o outro foi definitivamente perdida por uma sociedade capitalista e individualizada que cada vez mais submete o sujeito a uma vida focada em si mesma; tornando-se desinteressado em um diálogo com qualquer inteligência externa e incapaz de reconhecer a validade ou, ao menos, a pertinência de seu discurso.

O uso alienado dessas tecnologias comunicacionais ao invés de aproximar as pessoas, mobilizando-as para a luta por causas comuns, gera, na verdade, um completo distanciamento entre as mesmas a partir do momento em que o interlocutor, desprovido de qualquer característica pessoal, é considerado como mera coisa, evidenciando, assim, a exata proporção em que a insensibilidade vem se aprofundando no rol das relações humanas e revelando, enfim, o quanto o lado emocional é a todo instante deixado para trás.

É preciso, todavia, deixarmos claro que o problema crucial dessa incomunicação humana não se encontra nos aplicativos ou nas redes sociais em si; porém, na falta de normas éticas que possam orientar as ações humanas, que se em vez da preferência doentia pelas redes ditadoras da moda e dos padrões de beleza vigentes, estivessem voltadas para a excelência da comunicação a partir da abertura para o outro, reconhecendo sua dignidade, poderiam, sem dúvida, promover uma significativa mudança política em escala global, tendo o amor pela liberdade e pela justiça como motivos primordiais do engajamento comunicativo nessa, hoje insensível, era de informações virtuais.

Filadélfia Bahia, fevereiro de 2021.

VALTER SILVA é professor e poeta.


“Queremos o retorno das aulas, mas o momento não está fácil”, diz governador em reunião com prefeitos


Nesta quinta-feira (11), o governador Rui Costa se reuniu novamente por videoconferência com membros da União dos Municípios da Bahia (UPB), prefeitos, técnicos das secretarias estaduais da Educação e da Saúde (Sesab) e outras autoridades, para discutir os critérios que darão estrutura para que o retorno às aulas presenciais na Bahia possa acontecer. O governador voltou defender que as taxas de ocupação de leitos e de mortalidade pela covid-19 serão determinantes para a escolha de um momento de reinício das atividades escolares.
“É importante que nós estamos tendo esse diálogo para formar uma frente única com os municípios. Queremos o retorno das aulas, entendemos que é fundamental para o desenvolvimento de nossos jovens, mas o momento não está fácil e infelizmente estamos constatando pelo número de leitos ocupados, óbitos e de crescente demandas nas UPAs é que a doença não está diminuindo, pelo contrário. É um problema grave que requer todo o nosso foco antes que possamos pensar num retorno”.
A reunião deu continuidade a duas outras que foram realizadas nos dias 5 e 8 de fevereiro, nas quais ficou previsto que, em um primeiro momento, o retorno irá ocorrer seguindo um modelo híbrido, em que as turmas serão divididas em 50%, com aulas em dias alternados. No dia em que o estudante não estiver na escola, ele terá material pedagógico digital e impresso para utilizar em casa.
Uma nova reunião será marcada na próxima semana com representantes do Ministério Público Estadual, da Defensoria Pública e do Tribunal de Justiça da Bahia para apresentar os dados que já foram discutidos.

Fotos: Fernando Vivas/GOVBA

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Governador sanciona programa de monitoria estudantil na rede estadual


Após aprovação, por unanimidade, pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), o governador Rui Costa sancionou, nesta sexta-feira (12), a lei que institui o Programa Mais Estudo no âmbito das escolas da rede estadual de ensino. O texto será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (13).
“Com muita alegria, sancionei hoje a lei que vai garantir monitores estudantis em todas as salas de aula da rede estadual de ensino. É um ato histórico para a educação da Bahia. Quero agradecer aos deputados e deputadas que ontem aprovaram nosso projeto na Assembleia Legislativa. Juntos, somos capazes de transformar a vida de milhares de estudantes e de suas famílias por meio da educação. Por isso que a educação continuará sendo prioridade em minha gestão”, afirmou Rui.
O Mais Estudo tem o objetivo de estimular a participação dos estudantes em ações de auxílio e reforço de aprendizagem, especialmente nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.
Como parte do programa, cada turma terá dois monitores, que serão selecionados dentre os estudantes do Ensino Médio, da Educação Profissional e do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, a partir das notas obtidas no ano anterior ou no trimestre anterior ao da etapa de seleção. As atividades de monitoria ocorrerão no turno em que o estudante não estiver em atividade escolar.
A bolsa de monitoria, no valor de R$ 100, será paga por período correspondente aos meses do ano letivo em cada edição do programa. O bom desempenho escolar e a frequência regular são os critérios obrigatórios para a concessão da bolsa aos monitores.

Em 2019, na fase piloto do Mais Estudo, a Secretaria da Educação do Estado ofertou 10 mil vagas para os estudantes para ajudar os colegas com notas abaixo da média nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, com direito a bolsas.

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Prefeitura de Ponto Novo, através da Secretaria de Educação, tem traçado planos e buscado alternativas que viabilize o retorno às aulas


Enquanto a vacina contra à COVID-19 não chega para todos, a Prefeitura de Ponto Novo, através da Secretaria Municipal de Educação, preocupada com o desenvolvimento educacional dos alunos pontonovenses, tem traçado planos e buscado alternativas para que viabilize o retorno às aulas e que, assim, possa minimizar o déficit na aprendizagem dos alunos.

Neste sentido, no dia de ontem (11/02), na Escola Anália Moura, a equipe técnica da Secretaria de Educação apresentou o Plano de Ação para o retorno às aulas do ano letivo de 2021. O desenvolvimento do plano de ação foi pensado e repensado ao logo de vários dias, buscando as melhores formas e estratégias acerca de como seriam um possível retorno às aulas, prevalecendo e respeitando as recomendações vigentes do Ministério da Saúde, dos Decretos Estaduais e Municipais, além da parceria com a Secretaria de Saúde do Município.

Na reunião, foi enfatizada a importância de fortalecer a aprendizagem, mesmo que no momento a forma mais adequada e viável seja a remota, visto que, “professores, diretores e toda a equipe educacional necessitam aproximar-se das famílias e dos nossos alunos. Daremos assistência a todos, independente de onde moram”, disse a Secretária Joelma.

A Educação é prioridade, é a base do desenvolvimento do ser humano, assim, pensando em potencializar o retorno das atividades, diversas ações serão feitas, sejam através das aulas remotas ou atividades impressas, a Secretaria de Educação tem buscado alternativas para minimizar os prejuízos já ocorridos. Neste sentido, a participação dos pais e/ou responsáveis pelos estudantes serão de fundamental importância para que esse processo possa dar certo e, juntos, possamos superar as dificuldades impostas por essa pandemia.

Todas as ações desenvolvidas pela equipe educacional têm contado de forma clara e colaborativa com o apoio do Prefeito Dr. Thiago Gilleno. O desafio é grande e a missão complexa, mas é possível de ser cumprida. O que não queremos e perder o aluno de vista.

________
Secretaria de Educação
Prefeitura de Ponto Novo
Governo: Mudança e Renovação
Fonte: ASCOM/PMPN
#mudançaerenovação


Decreto que proíbe shows e aulas na Bahia é prorrogado até 21 de fevereiro


O Governo do Estado prorrogou o decreto que suspende os shows e as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (13) e vale até o dia 21 de fevereiro.
O decreto ainda proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Jovem de Ponto Novo se torna Doutora em Química.


O acesso ao ensino superior é a grande porta para que jovens de pequenos municípios tenham a oportunidade de alçar grandes voos na carreira profissional e se tornarem exemplos para outros. Franciele Oliveira Campos da Rocha, 28 anos, “filha da terra”, oriunda da escola pública, especialmente do Centro Educacional de Ponto Novo, é o nosso grande exemplo de hoje. A jovem concluiu o Doutorado em Química pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e tornou-se a primeira jovem do município com título de doutora. Franciele partiu de Ponto Novo aos 17 anos, para cursar graduação em Química pela UFBA (2010 – 2014). Desde o primeiro semestre da graduação, a estudante começou a fazer iniciação científica no grupo de pesquisa LAQUAM (Laboratório de Química Analítica Ambiental). O empenho e talento da estudante não permitiria que a mesma parasse após a conclusão da graduação e o interesse pela pesquisa fez com que Franciele ingressasse no Mestrado na mesma instituição, tendo a dissertação concluída em 2016, também em Química Analítica. A tese que tem por título ‘AVALIAÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES DE POLUENTES ATMOSFÉRICOS GASOSOS EM CENTROS URBANOS BRASILEIROS´, foi defendida por Franciele no dia 5 de dezembro de 2019, sob a orientação da Profa. Dra. Vania Palmeira Campos, membra da Academia de Ciências da Bahia. Cabe destacar que Franciele foi aprovada com distinção, prêmio dado aos que defendem a tese de doutorado com honra. Isso tudo aos 26 anos de idade. Por conta da pandemia da COVID-19, o diploma foi emitido no último dia 18 de dezembro e recebido pela estudante na data de hoje (11), trazendo festa e orgulhoso aos familiares, amigos, admiradores e  a todos os pontonovenses que veem a importância desse grande marco na história do município.meu ip

E as subidas de degraus não param!!! Atualmente, Franciele é bolsista no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico(CNPq) na modalidade Pós-Doutorado Junior (PDJ) pelo SENAI/DR/BA, com ênfase em micro plásticos na Baía de Todos os Santos, trabalho inovador que inseriu a jovem em mais dois projetos de renome nacional (link do currículo ao final da matéria). O trabalho está sendo desenvolvido sob supervisão do Prof. Dr. Jailson Bittencourt de Andrade, membro e atual presidente da Academia de Ciências da Bahia e vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências. Confira o currículo completo da Franciele na Plataforma Lattes Veja alguns artigos meu ip

 

Procurada pelo site Guia Ponto Novo para falar sobre esse momento especial, Franciele passou a seguinte mensagem: “Me identifico muito com a frase de Isaac Newton que diz: “Tenho a impressão de ter sido uma criança brincando à beira-mar, divertindo-me em descobrir uma pedrinha mais lisa ou uma concha mais bonita que as outras, enquanto o imenso oceano da verdade continua misterioso diante de meus olhos.” Superar meus aparentes limites sempre foi minha maior motivação e foi por isso que cheguei até aqui. Tenho orgulho de ser cientista! Viva a ciência! Acreditem na ciência! Acima disso, acreditem nos seus sonhos e lutem; a resposta chega!”. E seguiu: “Tenho tanto e a tantos para agradecer. Mas quero destacar aqui minha mãe, professora e meu grande exemplo de profissionalismo e competência e aos meus professores! Vocês fizeram a diferença na minha trajetória profissional!”.

Por Samuel Novais: redator do site Guia Ponto Novo meu ip


Com prefeituras e entidades educacionais, governo estadual avança na criação de protocolo conjunto de volta às aulas


A criação de um protocolo de volta às aulas no território baiano voltou a ser debatida durante uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (8), na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB). Participaram prefeitos; gestores e técnicos das secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (Sesab); representantes da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime); dentre outras autoridades.
Liderado pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e pelo presidente da UPB, Eures Ribeiro, o encontro deu encaminhamento aos desdobramentos da última reunião do grupo responsável pela criação do protocolo de volta às aulas, realizada via videoconferência, na última sexta-feira (5), com a participação do governador Rui Costa.
“Estamos trabalhando para qualificar o protocolo geral. Há um consenso de que queremos voltar ao processo de aprendizagem, que inicialmente será híbrido, com Tempo Escola e Tempo Casa, mas isso só poderá ser feito quando os indicadores de saúde estiverem mais favoráveis”, destacou o secretário Jerônimo.
No encontro, os superintendentes da Secretaria da Educação Manuelita Brita e Manoel Calazans apresentaram uma síntese do que já foi construído em consenso com os diferentes sujeitos da Educação e também foi feita uma exposição de pontos em aberto.  Uma das definições já aprovadas por todas as partes é que este ensino híbrido acontecerá de acordo com a realidade de cada unidade, com e sem mediação tecnológica.
Jerônimo lembra que a comunidade também será escutada. “Ao final, teremos criado um protocolo com um olhar unificado. Para tanto, ainda iremos discutir com a sociedade, envolvendo as famílias, órgãos de controle e outras entidades”, sinalizou o secretário.
Anfitriã da reunião desta segunda, a UPB continuará a ter papel fundamental quando ocorrer o retorno das atividades letivas. “Precisamos da força da UPB para que as prefeituras possam, uma vez finalizado e colocado em execução, fazer um acompanhamento minucioso desta rotina para garantir a execução correta do protocolo”, destacou Jerônimo.
Novas reuniões estão marcadas para o decorrer desta semana, objetivando o avanço dos trabalhos para a volta às aulas.
Decreto
Foi renovado, neste sábado (6), o decreto que suspende shows e aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. O documento proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.
Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

Fotos: Carol Garcia/ GOVBA


Rede UniFTC promove palestras gratuitas sobre Estratégia Digital, Compliance, Inteligência Artificial durante a programação de volta às aulas


Um novo semestre terá início na próxima segunda-feira (08) para os estudantes dos 33 cursos de graduação oferecidos pela Rede UniFTC, nas 9 unidades do Grupo, presentes na Bahia e em Pernambuco. Mantendo o seu compromisso de estimular e movimentar conhecimento, a Instituição realizará a transmissão das aulas através de plataforma digital, de maneira gratuita e aberta ao público.

De 8 a 12 de fevereiro profissionais reconhecidos no mercado educacional e atuantes nas mais diferentes áreas do conhecimento realizarão aulas gratuitas sobre temas presentes na atualidade. Entre os palestrantes, o diplomata brasileiro João Clemente Baena Soares, a estrategista digital Rebecca Lyrio, o Doutor em Engenharia Ângelo Lola e o advogado e professor Breno Cavalcanti Brandão, que abordarão temas como: “O Direito como fator de Organização da Sociedade”, “Estratégia Digital”, “A Inteligência Artificial só Substituirá Serviços que Usam Inteligências Superficiais” e “Compliance”.

A programação completa está disponível no link: http://bit.ly/BoasvindasUniFTC211 Após escolher as aulas que pretende acompanhar, os interessados devem acessar o canal da UniFTC no Youtube através do link: http://bit.ly/youtubeboasvindasuniftc211

 

Exclusivo para alunos 

Além das aulas magnas, os alunos matriculados na Rede UniFTC terão acesso a webinars e rodas de conversa com conteúdo exclusivo. Entre os temas abordados destacam-se: Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), Copywriting, O potencial do empreendedorismo para a Enfermagem, Porque a Biomedicina é a profissão do futuro?, Ideias Digitais e Práticas em Negócios, Conexões entre sustentabilidade, pandemia e economia, entre outros.

A programação também está disponível no link http://bit.ly/BoasvindasUniFTC211 e os estudantes podem acessar o conteúdo das aulas através da plataforma BlackBoard, com login e senha estudantil.

|SERVIÇO| 

Rede UniFTC promove palestras gratuitas durante a programação de volta às aulas
Quando: 
De 08 a 12 de fevereiro
Horário: A partir de 19h
Programação completa:  http://bit.ly/BoasvindasUniFTC211
Acesso às aulas: http://bit.ly/youtubeboasvindasuniftc211
Participação gratuita 

Vânia Castro
Comunicação e Marketing