Governo do Estado prorroga suspensão das aulas e eventos na Bahia

O decreto n° 19.586, que determina a suspensão das aulas na rede estadual e a realização de eventos com mais de 50 pessoas em todo o território baiano, foi prorrogado até o dia 21 de junho. O governador Rui Costa anunciou a continuidade da suspensão das atividades na noite desta segunda-feira (1º), via transmissão ao … Leia Mais



Prazo de inscrição para o Enem se encerra nesta sexta (22)

Se encerram às 23h59 desta sexta (22), as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Quem ainda não se inscreveu no exame, pode fazê-lo através da Página do Participante, do site do INEP.  4,3 milhões de estudantes já se inscreveram no Exame que foi adiado por pelo menos mais 30 dias. Apenas … Leia Mais



EAD: SESI-PE abre 300 vagas para cursos gratuitos online

O mercado de trabalho vive em constante evolução e tem exigido, cada vez mais, profissionais qualificados que buscam o aperfeiçoamento profissional e intelectual. Pensando em quem quer se atualizar ou adquirir novos conhecimentos nesses tempos de quarentena, o SESI-PE abriu 300 vagas para cursos gratuitos online de Introdução à Pesquisa e Análise de Mercado, Empresário … Leia Mais


II Semana de Educação Matemática da UNEB em Senhor do Bonfim está suspensa, mas segue recebendo trabalhos até o dia 15 de junho


A II Semana de Educação Matemática (SEM) realizada pelo Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB está suspensa como medida de proteção à comunidade diante à pandemia do novo coronavírus. Nova data de realização do evento será divulgada.

No entanto, a submissão de trabalhos como: comunicação científica, relato de experiência e pôster segue até o dia 15 de junho. A inscrição é gratuita e on-line.

Confira as normas de submissão no endereço eletrônico: https://semedumatematica.wixsite.com/iisem/programacao.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/ UNEB)


SESI-PE anuncia retorno das aulas no formato de educação a distância


Depois de um período de suspensão das atividades escolares com o objetivo de conter a disseminação do coronavírus e garantir a saúde e segurança de toda comunidade, o SESI-PE anunciou que retomará as aulas, no dia 4 de maio, na modalidade de educação a distância. Por meio do Portal SESI Educação, aproximadamente 6 mil alunos das 12 escolas da instituição continuarão a rotina de estudos em casa através de recursos pedagógicos e ferramentas digitais.

Além de assistir as aulas online de todas as disciplinas em tempo real, os estudantes terão acesso à videoaulas de apoio, atividades, listas de exercícios, laboratórios digitais (cloud labs) e simuladores 3D, que estimulam aprendizagens significativas de forma interativa e lúdica através da plataforma virtual Plurall, na qual os alunos e professores poderão acessar o material didático em qualquer hora e em qualquer lugar, seja no computador, no tablet ou no smartphone. Tudo isso será acompanhado pelos docentes, que poderão personalizar as estratégias de ensino, e pela equipe pedagógica do SESI-PE.

A iniciativa possibilitará também que os alunos fixem melhor o conteúdo lecionado a distância pelos professores e tirem dúvidas em relação às atividades e ao material didático. Outros diferenciais é que os estudantes poderão visualizar as dúvidas tiradas pelos colegas, reforçando ainda mais o aprendizado, e os pais e responsáveis conseguirão acompanhar o desenvolvimento dos filhos, visualizando o número de tarefas realizadas, as disciplinas com maior aproveitamento, entre outros indicadores.

Toda essa praticidade facilitará os estudos, já que o aluno receberá as tarefas, a correção do professor e um amplo material de apoio em um mesmo ambiente virtual, sem comprometer o padrão de ensino da instituição, como pontua a gerente de Educação do SESI-PE, Mirella Barreto. “Mesmo com essa nova rotina de aprendizagem, o SESI-PE continuará a valorizar a educação de alta qualidade a qual somos reconhecidos em Pernambuco. Afinal, a escola é de suma importância para o crescimento e desenvolvimento integral dos estudantes e nosso compromisso é prepará-los para vida e para o mundo do trabalho”, comentou. Para acessar a plataforma, os estudantes deverão entrar no Portal SESI de Educação (https://sesieducacao.com.br/publico/index.php) ou no site do SESI-PE (www.pe.sesi.org.br).


Governador anuncia prorrogação do fechamento das escolas na Bahia


Durante #PapoCorreria, transmitido ao vivo pela internet nesta terça-feira (7), o governador Rui Costa informou que as escolas públicas e privadas de todo o estado terão o período de fechamento adiado por conta da pandemia do novo coronavírus. “Vamos prorrogar o fechamento das escolas. Ainda não está no momento de nós pensarmos na abertura. Vamos acompanhar as próximas duas, três semanas, para ver como se comporta a curva de contaminação na Bahia”, afirmou. Um decreto estadual publicado em 19 de março suspendia por 30 dias as aulas, mas uma nova data para o fim da medida será definida e anunciada pelo governador nos próximos dias.
Rui disse ainda que as cidades baianas sem casos registrados de coronavírus por 15 dias, ou seja, até o próximo domingo (12), terão flexibilidade nas regras de isolamento. “É desta forma que vamos conseguir controlar e manter um ponto de equilíbrio entre a vida humana e alguma atividade necessária pra manter emprego e renda na vida das pessoas. É preciso um ajuste fino, um controle muito detalhado de cada região e é isto que estamos fazendo dia e noite para garantir o controle e a vida do ser humano”, destacou.
Atualmente, 62 cidades baianas estão com transporte intermunicipal suspenso até 15 de abril, por determinação do governador. Também até esta data está proibida a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais, em todo território do Estado da Bahia.

Esta edição do #PapoCorreria teve participação do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, e está disponível, na íntegra, nos perfis oficiais do governador no Youtube, Instagram e Facebook.


Estudantes da rede estadual conquistam cinco prêmios na maior feira de Ciência e Engenharia do país


Estudantes do 3º ano da capital retornam às aulas
Na foto: Colégio Estadual Luiz Viana Filho
Foto: Carol Garcia / Secom

 

Três projetos de iniciação científica desenvolvidos pelos estudantes da rede estadual de ensino foram premiados no sábado (4), durante a cerimônia de premiação da 18a edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE). O evento, iniciado no dia 23 de março, foi realizado de forma virtual pela primeira vez, por conta da pandemia do Coronavírus. Os projetos foram avaliados por pesquisadores através da plataforma de teleconferência on-line Zoom. A rede estadual de ensino contou com a participação de 18 projetos finalistas no total.

O projeto “Lima-da-pérsia como solução alternativa e natural para a desinfecção da água”, desenvolvido pelas estudantes Tainá Larissa Nascimento, 16, e Julya Pires da Silva, 16, ambas do 3º ano, do Colégio Estadual João Vilas Boas, localizado em Livramento de Nossa Senhora, ganharam três prêmios. São eles: Prêmio destaque SBBq (Sociedade Brasileira de Bioquímica), com certificado e medalha; Prêmio STEAM & English, com um curso de uma semana a ser realizado na Universidade de São Paulo (USP), em setembro; e o 4o lugar em Ciências Biológicas.

Tainá falou da satisfação pela conquista dos prêmios e do aprendizado obtido. “Para nós, esses prêmios representam a valorização de todo o nosso esforço e um incentivo para nós continuarmos o projeto. Ficamos extremamente gratas pela nossa participação na FEBRACE, porque sabemos que estávamos no meio de projetos incríveis e foi uma experiência que vamos lembrar com muito carinho, pelo resto de nossas vidas”.

O estudante Diogo Regis, 18, do curso técnico em Agropecuária do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) da Bacia do Rio Grande, localizado em Barreiras, ganhou o prêmio SBBq (Sociedade Brasileira de Bioquímica), com o projeto “Utilização do fruto do jatobá para a produção de bebida nutricional”. “É uma honra ganhar este prêmio e agradeço muito ao CETEP e ao Governo do Estado por me proporcionar esta experiência. Este projeto, para mim, foi uma grande iniciativa para o mundo químico, biológico e social, pois através dele eu posso auxiliar pessoas de baixa renda e, também, mostrar a outros estudantes que podemos mudar o mundo através da educação pública”, comemorou Diogo.

Outro projeto premiado foi o “Elaboração de conservas de palmito do miolo da bananeira como alternativa de alimentação e renda”, desenvolvido pelos estudantes Dievisson Wyllyan de Souza Baliza, Matheus Almeida Campos e Walas de Oliveira Santos, do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) da Bacia do Rio Grande, em Barreiras.

Sobre a FEBRACE
A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que é realizado na Universidade de São Paulo (USP), em uma grande mostra de projetos. Dentre os objetivos da FEBRACE destacam-se: estimular novas vocações em Ciências e Engenharia através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores, e aproximar as escolas públicas e privadas das universidades, criando oportunidades de interação espontânea entre estudantes e professores das escolas com a comunidade universitária para uma melhor compreensão dos papéis das universidades em ensino, pesquisa, cultura e extensão.
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Governo cria canal de recursos educacionais digitais em parceria com universidades para educadores e estudantes


A Secretaria da Educação do Estado (SEC) está aportando uma série de novos conteúdos no Portal da Educação para ampliar as possibilidades de acesso de estudantes e professores da Educação Básica e do Ensino Superior a conhecimentos, por meio de Recursos Educacionais Digitais (RED), produzidos pelas 12 Instituições Públicas de Ensino Superior (IES) na Bahia. Para tanto, foi criado o Canal das Universidade. Esta é mais uma ação estratégica adotada pela SEC, por meio de um amplo diálogo e parceria com as IES, no contexto de suspensão das aulas presenciais nas escolas e universidades, diante do enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

O Canal das Universidades está hospedado no Portal da Educação, na chamada Plataforma Anísio Teixeira, que já contém mais de 10 mil RED, onde se destacam as aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), com acesso livre por qualquer computador, notebook, tablet ou celular. O Canal das Universidades pode ser acessado pelo link do Portal da Educação ou pelo link direcionado à Plataforma Anísio Teixeira.

Neste primeiro momento, as comunidades escolar e acadêmica terão acesso a uma série de conteúdos educacionais, como cursos, vídeo aulas, sequências didáticas e cartilhas, entre outros conteúdos que estarão agrupados na Plataforma Anísio Teixeira e que foram disponibilizados pelas 12 instituições públicas de Ensino Superior da Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA), com links para seus respectivos ambientes. Na segunda etapa, o canal ganhará mais funcionalidades, permitindo uma melhor usabilidade por parte dos educadores, além de poder receber conteúdos multimídia.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou que esta ferramenta reflete ainda mais a ambiência de parceria da SEC com as IES, além do fortalecimento da Educação na Bahia. “A concretização desse ambiente na Plataforma Anísio Teixeira expressa uma nova dinâmica de cooperação entre a Secretaria da Educação e as instituições públicas baianas de Ensino Superior, a fim de fortalecer a formação de educadores e consolidar a aprendizagem dos estudantes”, afirmou, ao acrescentar as possibilidades de otimização do Canal. “Nós queremos ampliar ainda mais esta plataforma e também estamos dialogando com outras entidades, a exemplo da UNDIME- BA (União Nacional dos Dirigentes Municipais- Bahia); da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME-Bahia); do Conselho Estadual de Educação (CEE); da APLB-Sindicato; e dos Fóruns de Educação. Tudo isto sem perder de vista a nossa grande preocupação com aqueles que não têm acesso à internet”.

O reitor da Universidade do Sudoeste da Bahia (UESB) e presidente do Fórum dos Reitores das Universidades Estaduais Baianas, Luiz Otávio de Magalhães, falou sobre o significado desta iniciativa em um momento tão emblemático como este. “Nós estamos vivenciando uma crise que tem origem em questões relacionadas à saúde pública, mas que terá grandes impactos em outros campos da vida social, em particular na Educação. Este momento atual obriga órgãos públicos e instituições relacionadas ao desenvolvimento da educação a rediscutir as bases materiais e epistemológicas de nosso trabalho. É um primeiro passo, uma aproximação de universidades e órgãos da Educação Básica visando, neste momento, compartilhar conteúdos e experiências educacionais”, afirmou.

Suspensão das aulas
Em função da situação de emergência de Saúde Pública provocada pelo Coronavírus, as aulas foram suspensas em toda a Bahia por 30 dias, conforme decretos nº 19.529/2020, de 16 de março de 2020, e nº 19.542/2020, de 18 de março de 2020, do Governo do Estado. A reposição das aulas dos 21 dias letivos englobados nos decretos será realizada na rede estadual de ensino. A  redefinição do calendário escolar  está sendo discutida com as diferentes representações da Educação Básica e do Ensino Superior pública e privada.
 
Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado

Estudantes quilombolas de Campo Formoso mantêm estudos conectados às redes sociais


Por conta da quarentena necessária para barrar a disseminação do Coronavírus, os estudantes do Colégio Estadual do Campo Luís José dos Santos, localizado em uma comunidade quilombola do distrito de Lage dos Negros, no município de Campo Formoso, estão mantendo os estudos pelas redes sociais. Eles, juntos aos professores, criaram grupos no Facebook e no WhatsApp para estudar durante este período de isolamento social.

O diretor da unidade escolar, Josué Alves, explica que os professores estão compartilhando vídeos, documentários e de conteúdos pedagógicos de suas respectivas disciplinas. “Temos cinco grupos de estudos, criados de acordo com a série do aluno: 1º, 2º e 3º ano do Ensino Médio. Cada dia, o professor de uma área de conhecimento passa conteúdos, informações, atividades e dicas, bem como gravam vídeoaulas com revisões de assuntos. As aulas acontecem via Facebook, mas as turmas também possuem grupos no WhatsApp, que servem para a nossa comunicação. Os estudantes estão interagindo bem”, conta o gestor.

O estudante Amilton dos Santos Vieira, 16, 3º, avalia a importância do estudo virtual neste momento de recesso das aulas formais. “Estamos vivendo na era da tecnologia e o estudo pode ser ampliado através do uso dos aparelhos eletrônicos, que nos permitem ter acesso aos mecanismos de pesquisas. Deste modo, aquilo que não tivermos tempo ou não estudamos no colégio, podemos aprender através de videoaulas e pesquisas interativas na web. As aulas virtuais vão contribuir para que o nosso aprendizado não seja totalmente comprometido neste período de isolamento social”.

O colega Tiago de Carvalho de Souza, 16, 3º ano, aproveita o seu tempo de forma produtiva, enquanto a pandemia do Coronavírus não é controlada e obriga os estudantes a ficarem sem aula nas escolas. “Como tudo na vida, temos que tirar vantagens em meio às desvantagens. Passamos a ter estudos on-line e isto serve como experiência para nós, estudantes, que estamos vivenciando esta situação. Estou tendo uma rotina totalmente diferente do meu habitual, porém estudo bastante e cumpro os meus deveres escolares com a mesma eficiência de estar na sala de aula e acredito que isso será muito importante para dar continuidade, quando as aulas voltarem definitivamente”.

O estudante Amilton dos Santos Vieira, 16, avalia o quanto é importante o estudo virtual neste momento de recesso das aulas formais.
O estudante Amilton dos Santos Vieira, 16, avalia o quanto é importante o estudo virtual neste momento de recesso das aulas formais.

 

Fonte: Atarde


TVE exibe conteúdos para estudantes dos ensinos Fundamental e Médio


A partir desta segunda-feira (30), a TVE vai exibir, diariamente, a programação “Estude em Casa”, das 13h às 15h, desenvolvida pelo Canal Futura. A primeira 1h30 de conteúdo educativo atenderá aos currículos dos ensinos Fundamental e Médio. A meia hora final vai trazer outros programas educativos variados. A ação é resultado de uma parceria entre a Secretaria Estadual da Educação da Bahia (SEC) e o Canal Futura da Fundação Roberto Marinho.

Entre as atrações estão séries como Turma da Robótica, que acompanha grupos de estudantes que desenvolvem projetos tecnológicos; Ciência para Todos, que mostra a ciência no dia a dia, por meio de projetos desenvolvidos pela Fapesp; e Show da História, que traz momentos e personagens históricos de maneira divertida.
Esta é uma das iniciativas adotadas pela SEC para apoiar estudantes e professores das redes pública e privada durante a suspensão das aulas, válida por 30 dias. “A TVE já tem uma programação educativa. Pela manhã, a emissora traz uma programação infantil com muita qualidade, com desenhos educativos. Além disso, durante todo o dia, oferece uma programação com muita informação. Estamos exibindo na TVE vídeos de artistas, estudantes e professores com recomendações de leitura. Esta parceria com o Canal Futura vai ampliar a oportunidade de estudar em casa. Além disso, nós estamos conversando, neste momento, para criar uma plataforma de conteúdos para estudantes e professores participarem ativamente. Não é obrigatório, mas é um espaço para quase cinco milhões de professores e estudantes que estão em casa neste momento, para ocupar o tempo com cultura, educação e lazer”, disse o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues.
Durante este período, a  emissora pública também priorizou a produção de conteúdos informativos que orientam e educam a população em relação à pandemia do Coronavírus, com o objetivo principal de salvar vidas.
É possível acompanhar a programação ao vivo no site www.tve.ba.gov.br/tveonline.  Outra opção é acompanhar toda a programação do Canal Futura pelo www.futuraplay.org.
Salas de aula online
Também nesta segunda-feira, tem início o projeto Classes Abertas, salas de aula online com a orientação dos professores da Escola da Fundação Roberto Marinho. São 10 turmas com dois modelos de classes abertas: oito salas temáticas, com ciclos semanais e tópicos propostos pelos professores, e dois ambientes de reforço escolar, contemplando o conteúdo de Ensino Fundamental e Médio. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site telecurso.org.br.
A TVE integra o Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb) e faz parte da estrutura organizacional da Secretaria da Educação do Estado.

Fonte: Ascom/TVE Bahia


Rui anuncia fechamento das escolas em todo o estado


O governador Rui Costa anunciou há pouco a suspensão de aulas nas escolas estaduais e da rede privada em todos os municípios da Bahia, a partir desta quinta-feira (19).
A decisão foi informada durante visita de inspeção às instalações do Hospital Espanhol. Outra medida é a suspensão de transporte intermunicipal de e para as cidades com casos confirmados: Salvador, Feira de Santana, Porto Seguro e Prado.

Esta medida passa a valer a partir da zero hora de sexta-feira, 20. A decisão inclui as vans. As determinações têm por objetivo evitar a disseminação do vírus do Covid-19. Penalidades para quem desobedecer as novas regras podem chegar à prisão.


Programa Partiu Estágio convoca 587 novos estudantes


O Governo do Estado publica, nesta quarta-feira (11), uma nova lista de convocados para o Programa Partiu Estágio. Serão convocados, no total, 587 estudantes de universidades espalhadas por toda a Bahia. A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa durante o #PapoCorreria, transmitido na noite desta terça-feira (10).
Para ocuparem as vagas ofertadas pelo terceiro edital do programa, que foi lançado em setembro de 2019, os selecionados precisam apresentar a documentação exigida até o dia 26 de março. Estudantes que não apresentarem toda a documentação ou não se apresentarem dentro do prazo perderão a vaga de estágio automaticamente. A lista completa dos selecionados poderá ser consultada no site institucional da Secretaria da Administração (Saeb). O grupo de estudantes também será convocado por e-mail, mensagens de celular e ligações por telefone.
Este edital do programa somou mais de 20 mil inscritos, que concorreram a uma das 2.838 oportunidades de estágio para 110 cursos de graduação presenciais e EAD de instituições com sede/polo de ensino na Bahia. Dúvidas sobre a seleção ou sobre as regras do programa devem ser encaminhadas para o e-mail [email protected]
O Partiu Estágio tem a reserva de 10% das vagas ofertadas para portadores de deficiência física, como o previsto pela Lei 11.788/2008. Sobre o quantitativo de vagas não reservadas, tiveram prioridade universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.
O programa é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições EAD e presenciais, estaduais, federais e privadas com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. O contrato de estágio tem duração de um ano, sem possibilidade de prorrogação, exceto quando o estudante é deficiente físico.
A carga horária é composta de quatro horas diárias de atividades supervisionadas, chegando a 20 horas semanais, distribuídas de acordo com a necessidade da administração pública. Além da bolsa-estágio, os universitários terão direito a auxílio-transporte e 30 dias de recesso remunerado, proporcionais.
Documentação necessária:
– Comprovante de residência;
– Original e cópia da Carteira de Identidade;
– Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
– Original e cópia de Carteira de Identidade do representante legal, ou do Termo de Guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso;
– Declaração da Instituição de Ensino informando semestre letivo, duração do curso, percentual cursado, turno de estudo, curso de formação e sua modalidade presencial (Anexo II do Edital);
– Comprovante de matrícula e frequência da Instituição de Ensino;
– Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público;
– Original e cópia do Título de Eleitor, se for o caso;
– Original e cópia do Certificado de Reservista, se for o caso;
– Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
– Comprovação de inscrição no CadÚnico, se for o caso;
– Histórico escolar do Ensino Médio ou declaração emitida pela instituição de nível médio, no caso dos candidatos que tenham sido selecionados pelo critério de ter estudado todo o Ensino Médio em Escola Pública ou como Bolsista integral;
– No caso de pessoas portadoras de deficiência, deverá ser apresentado um Relatório Médico comprovando a deficiência.

Fotos: Fernando Vivas/GOVBA


Rui alcança número de 400 escolas públicas visitadas


O governador Rui Costa visitou 400 escolas da rede pública na Bahia. O número foi alcançado nesta segunda-feira (2), no Colégio Polivalente Monsenhor Luiz Ferreira de Brito, em São Sebastião do Passé, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Além de conhecer as instalações e assistir a apresentações de música e dança, Rui se reuniu com a comunidade escolar, com a qual conversou por mais de uma hora, e anunciou o investimento de R$ 2 milhões na unidade, para a construção de mais 15 salas de aula, quadra coberta e outros benefícios.
Na ocasião, Rui lembrou que a Secretaria da Educação é responsável pelo planejamento das diretrizes que serão seguidas na rede estadual, “mas é na escola que a educação acontece. Essas visitas são muito importantes. Elas têm um propósito, em primeiro lugar, de conhecer as escolas. Nas visitas, nós aprendemos muito, conhecemos os projetos inovadores e as iniciativas positivas, que podem ser replicadas em outras unidades, e também observamos o que precisa ser corrigido, seja no aspecto físico ou no funcional”.
O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, destacou que a visita às escolas leva a mensagem de que o governador acredita na instituição. “Isso é uma escuta. Há as reivindicações da parte pedagógica, de infraestrutura e das questões salariais. Então, a reunião proporciona resolutividade para essas questões”.
Segundo Rodrigues, o governador orienta as escolas durante as visitas, valorizando os profissionais. “Quando ele vai embora, fica para a secretaria uma obrigação, que é dar resolutividade. Por isso, por toda a Bahia, estamos fazendo licitações, reformas, contratação e formação continuada de profissionais, observando a alimentação, o transporte, o material didático, além de outras coisas”.
No Colégio Polivalente, em São Sebastião do Passé, Rui conheceu Casten dos Santos, 17 anos, participante do programa Mais Estudo. “Eu entrei no ensino médio bastante ansioso. Tive aulas com os professores e consegui pegar o método de estudos”, disse o estudante. Foi assim que ele conseguiu tirar dez em português e matemática e alcançar a vaga de monitor. “Recebi R$ 200 por mês e estou juntando para comprar uma impressora. Meu sonho é ter um computador completo e um celular. Este ano, o governador já disse que vai ampliar o programa e espero me classificar novamente”.
Melhorias
Para a diretora do colégio, Evanice Pereira, a visita do governador contribui para a melhoria das escolas, tanto na qualidade do ensino como na estrutura. “O governador informou que há uma licitação já pronta para que a gente construa nossa quadra de esportes e mais 15 salas de aula. Isso ajuda muito no processo de ensino, porque os alunos se interessam pela escola. O esporte ajuda a envolver os alunos, tirando o foco das drogas. Nós vamos ter espaços variados para projetos de artes, auditório, cozinha e quem ganha não é a escola, são os alunos e a cidade”.
Uma das 400 unidades visitadas por Rui foi o Colégio Estadual Félix Mendonça, em Itabuna, em 2015. “Após a visita, tivemos algumas intervenções na escola como revisão da parte hidráulica e elétrica, além de pintura e troca de mobiliário. A escola passou a ter mais credibilidade e o número de matrículas aumentou, pois todos querem estudar na escola que o governador visitou”, ressaltou a diretora da unidade, Rose Guerra.
Fotos: Manu Dias/GOVBA