Ex-Vereador Helson de Carvalho não será mais pré-candidato a Prefeito

O ex-vereador Helson de Carvalho, não será mais Pré-candidato a Prefeito de Senhor do Bonfim . Em entrevista ao Blog Nonato Notícias, ele explicou que o motivo teria sido o compromisso com os demais partidos de oposição, que deveriam realizara uma pesquisa e quem estivesse melhor os demais deveriam apoia o pré-Candidato. Ainda segundo ele … Leia Mais




Governador Rui Costa segue internado e se recupera bem

O governador Rui Costa permanece internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, após ter sido submetido, no domingo (5), a uma cirurgia para retirada de nódulo mamário benigno. Na manhã desta segunda-feira (6), o médico cirurgião Marcelo Sampaio, que realizou a operação, informou que o governador passou a noite bem e segue sob cuidados … Leia Mais


Rui é o governador que mais cumpriu promessas no primeiro ano de mandato

Divulgado na tarde desta sexta-feira (3), levantamento feito pelo portal de notícias G1 revela que Rui Costa é o governador que mais cumpriu promessas feitas durante a campanha eleitoral de 2018. O gestor baiano já realizou 19 compromissos e lidera a lista, à frente dos governadores Wilson Lima (Amazonas), com 18; e João Doria (São … Leia Mais


2020: BRASILEIROS VÃO ELEGER PREFEITOS,VICE-PREFEITOS E VEREADORES


A partir deste 1º de janeiro de 2020, eleitores, partidos e candidatos devem estar atentos ao calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para eleições municipais do ano que vem, quando serão escolhidos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Pelo calendário eleitoral aprovado pela Corte, todas as pessoas envolvidas no pleito devem respeitar regras e prazos para garantir a realização da votação. O primeiro turno será realizado em 4 de outubro e o segundo turno no dia 25 do mesmo mês.

No primeiro dia de janeiro, empresas responsáveis por pesquisas de opinião estão obrigadas a registrá-las no TSE. Na mesma data, qualquer órgão da administração pública fica proibido de distribuir benefícios, bens ou valores, exceto no caso de calamidade pública. Os órgãos também não podem aumentar gastos com publicidade acima da média dos últimos três anos.

Em abril, o TSE vai lançar uma campanha nas emissoras de rádio e televisão para incentivar a participação das mulheres nas eleições e esclarecer o eleitor sobre o funcionamento do sistema eleitoral.

No dia 16 de junho, a Corte deve divulgar o valor corrigido do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), criado pelo Congresso. Conforme o orçamento da União para o ano que vem, R$ 2 bilhões estão previstos para o fundo.

Em julho, os partidos estão autorizados a promover as convenções internas para escolha de seus candidatos, que deverão ter os registros das candidaturas apresentados à Justiça Eleitoral até 15 de agosto.

No dia seguinte, a propaganda eleitoral está autorizada nas ruas e na internet até 3 de outubro, dia anterior ao primeiro turno.

Em setembro, a partir do dia 19, nenhum candidato poderá ser preso, salvo em flagrante. No caso dos eleitores, a legislação eleitoral também proíbe a prisão nos dias próximos ao pleito. No dia 29, eleitores só podem ser presos em flagrante.

A diplomação dos prefeitos e vices, além dos vereadores eleitos, deve ocorrer até 19 de dezembro de 2020.

Nas eleições municipais de 2016, 144 milhões de eleitores estavam aptos a votar. No pleito, foram registradas 496 mil candidaturas para os cargos disputados.

Agencia Brasil

TCM aprova contas de 2018 da Prefeitura de Ponto Novo


O foguetório em Ponto Novo, no fim da tarde desta quinta-feira (19) era em comemoração a aprovação das contas da Prefeitura Municipal, exercício 2018, sob responsabilidade do prefeito Tiago Venâncio. Era pra tudo isso mesmo? Você pode estar se questionando ou pode ter feito essa pergunta ao ouvir o barulho. Eu respondo que sim, e vamos analisar o porquê agora.

Nos últimos dez anos, as contas de cinco exercícios (09, 10, 11, 12 e 14) foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia-TCM, e outras quatro foram aprovadas, mas com ressalvas. É inacreditável, mas é verdade! Desde 1990, quando o Tribunal começou a julgar as contas do município, é a primeira vez que um gestor tem suas contas aprovadas na íntegra, e esse, é sim, um motivo para comemoração, afinal, é um feito inédito em nossa cidade.

Mas essa não é a obrigação de todo prefeito? Sim, claro! No entanto, os anteriores não conseguiram fazer o dever de casa, pior, tem gente inelegível até hoje, punida pela falta de zelo com os recursos públicos.

A população deve comemorar? Cada um deve agir como lhe aprouver, mas a aprovação das contas de um prefeito significa que ele conseguiu equilibrar receitas e despesas, utilizar os recursos de forma eficiente e respeitar os limites legais. Além disso, mas não menos importante, significa que o gestor não desviou dinheiro para enriquecimento ilícito (pelo menos não fora detectado) de parentes ou de famílias apadrinhadas, não precisará comprar vereadores para reverter decisão desfavorável do TCM para ter o direito de buscar a reeleição e, consequentemente, os recursos podem ser aplicados considerando as reais necessidades da população, mesmo diante das dificuldades.

Agora cabe esclarecer aqui o motivo pelo qual eu escrevi esse texto: todos sabem que, talvez, não haja em Ponto Novo alguém mais cricri (crítico) do que eu. Desde os tempos de Portal Ponto Novo que não me esquivo de opinar, criticar e até denunciar. Hoje não uso mais o mesmo meio para fazer isso, mas mantenho a mesma postura onde quer que eu vá, de criticar construtivamente e de manter-me atualizado em relação aos passos do atual gestor. E porque faço isso? Porque sou um cidadão que, além de ter votado nele, pago seus salários em dia e o elegi para administrar corretamente o nosso dinheiro. Para finalizar, a Bíblia recomenda que demos a Cézar o que lhe é devido, então cabe aqui parabenizar o prefeito Tiago pela gestão eficiente e cuidadosa. Existem pontos que discordo, e ele sabe disso, mas nada é tão importante quanto saber que Ponto Novo tem, pela primeira vez, contas aprovadas na íntegra. Parabéns prefeito, continue trilhando o caminho dos princípios fundamentais da administração pública, quais sejam: legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência; faça da sua gestão um exemplo a ser seguido pelos seus sucessores, e mesmo que alguns não entendam o que isso significa, todos nós ganharemos com essa atitude. Eu vou estar de olho, como sempre estive! Vou criticar, mas saberei elogiar quando merecer.

Por Josimar Ferreira


Barbosinha rebate acusações atribuídas a ele no cargo de gestor técnico do SAAE


O ex-prefeito de Filadélfia e atual gestor técnico do SAAE/Juazeiro, Antonio Barbosa dos Santos Junior (Barbosinha) contesta veementemente a noticia que circula em alguns blogs e redes sociais afirmando que “o irresponsável que passou essas informações certamente não mora em Juazeiro e desconhece o trabalho operacional realizado diariamente pelas equipes do SAAE. Desde que assumi a gestão técnica do SAAE, em junho desse ano, que tenho me desdobrado na missão de atender os vereadores e lideranças comunitárias bem como acompanhar todo o trabalho operacional das equipes de remoção de entulhos e resíduos sólidos, merecendo visitas constantes aos bairros atendidos pelos respectivos serviços. Nesses momentos que antecedem as sabemos que irão aparecer muitos pseudos “jornalistas” tentando confundir a opinião pública, principalmente com falsas informações sobre este governo que muito tem trabalhado por Juazeiro. Vou continuar firme no propósito de contribuir com o prefeito Paulo Bomfim, desenvolvendo as funções que me foram delegadas honrando a confiança em mim depositada”, argumentou Barbosinha.
Com relação a sua gestão como prefeito de Filadélfia, Barbosa Junior esclarece que, “mesmo sendo o prefeito mais jovem da Bahia e segundo do Brasil à época, fiz uma gestão comprometida com o bem estar da população da minha terra, com todas as contas aprovadas pelo TCM, investimentos de R$ 48 milhões em todas as áreas do município, melhorando a saúde, educação, infraestrutura, apoio ao homem do interior com a instalação de quase mil cisternas e deixei o governo com aprovação de 82% na área da saúde, sendo a melhor aceitação entre os municípios da região nesse setor. Aceitei o convite do prefeito Paulo Bomfim para integrar a sua equipe de governo por entender que Juazeiro é uma cidade em franco desenvolvimento e que muito poderia aprender com essa gestão, aperfeiçoando os meus conhecimentos e ganhando mais experiência. Aos invejosos de plantão, só tenho a dizer: vamos trabalhar!”, justificou.


Psol/Senhor do Bonfim defende pré-candidatura de Dr. Alan Kardecson à prefeitura da cidade


Foto de Suzana Batista

O Psol-Senhor do Bonfim, há cerca de um mês atrás realizou uma plenária interna com seus filiados, onde o nome do Dr. Alan Kardecson foi escolhido por unanimidade para ser o pré-candidato pelo Psol, para disputar a prefeitura da cidade do Senhor do Bonfim.
Dr. Alan, Afastou-se da política por um tempo, mas viu a necessidade de voltar ao cenário político há um ano pelo Partido Socialismo e Liberdade (Psol). Por entender que existem muitos políticos despreparados, buscando interesses meramente individuais, pondo em risco a não consolidação da democracia no país e em Senhor do Bonfim.
Alan aponta a importância da mudança, na vida dos moradores da cidade e se eleito pretende defender os direitos da população bonfinense e destaca suas intenções “pretendo solidificar a defesa do servidor público, com ênfase em desenvolvimento educacional, saúde, tendo os princípios de igualdade e isonomia sendo um dos pilares de nossa administração, caso me torne prefeito da cidade em que nasci há 43 anos”, salienta o candidato.
11 de dez de 2019

Fonte: Psol


Carlos Brasileiro não responde provações de Doutor Correia; em confronto direto, ex-prefeito leva vantagem diante do atual gestor.


Carlos Brasileiro, prefeito de Senhor do Bonfim, não deu a minima importância para as declarações do ex-prefeito, Doutor Edvaldo Martins Correia. Ao ser procurado por nosso equipe, o prefeito apenas respondeu que irá continuar trabalhando, e ponto final.

Na manhã desta quinta feira, durante entrevista, o ex-prefeito tachou o gestor de incompetente e de mal administrador, e disse também que Carlos Brasileiro tem medo de disputar a prefeitura com ele, porque sabe que sairá derrotado.

A unica vez que Carlos Brasileiro, e Doutor Correia, se enfrentaram em uma eleição, foi no ano de 2012, quando Correia obteve 18.353 votos, contra 15.275 votos de Carlos Brasileiro, na época, Doutor Correia venceu o atual prefeito prefeito com diferença de 3.078 votos, sendo eleito pela primeira vez prefeito de Senhor do Bonfim, vencendo Carlos Brasileiro que na época era deputado estadual. Fonte: ivansilvanoticia


TCM aprova com ressalvas as contas de 2018 da Câmara de Jaguarari e de outros 23 municípios


Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia analisaram e aprovaram, embora com ressalvas, na sessão desta terça-feira (03/12), as contas do exercício de 2018 de gestores de 24 câmaras de vereadores do estado. Alguns dos presidentes de câmaras não tiveram ressalvas graves, consideradas passíveis de multa, mas apenas formais. Outros foram punidos com multas de valor entre R$1 mil a R$3,5 mil, em razão de irregularidades, equívocos e omissões que foram constatadas quando da análise dos relatórios apresentados, pelos auditores do TCM e pelos conselheiros relatores.

Tiveram contas aprovadas o presidente da Câmara de Belo Campo, Márcio Robério Ferraz Aguiar; de Brejolândia, José Alves de Castro; de Caetanos, Clodoaldo Joaquim da Silva; de Floresta Azul, Ubiratan Batista de Oliveira; de Queimadas, Paulino Ferreira Silva; de Souto Soares, Ednamar Alves Sá Teles; de Tanhaçu, Antônio Carlos Novais Brito; de Uauá, Rodrigo Gonçalves de Souza Silva; de Boa Nova, Thiago Andrade da Silva; de Caatiba, Ronaldo Santos Souza; de Itanagra, José Gérson Leal de Oliveira; de Rodelas, Ivanildo Souza Silva; de Jaguarari, Márcio José Gomes de Araújo; de Milagres, Roberta Carvalho Oliveira Sampaio; de Antônio Cardoso, Filemon Alves Moreira; de Jucuruçu, Anorino Souza Santos; de Nova Viçosa, José Anastácio Carvalho Machado; de Tucano, Ronaldo Moura Dantas; de Itanhém, Ronaldo Medeiros Correia; de Mascote, Valter dos Santos Gonçalves; de São Desidério, Marusan Ferreira Lima dos Anjos; de Saúde, Antônio Correia Lopes da Silva; de Várzea da Roça, Jamilson Nunes Araújo; e de Brumado, Leonardo Quinteiro Vasconcelos.

O relator das contas da Câmara Municipal de Brumado, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, multou o vereador em R$2 mil, em razão das irregularidades apontadas no relatório técnico. Entre ela, falhas na inserção de dados no sistema SIGA, do TCM.

A Câmara de Brumado recebeu repasses, a título de duodécimos, no montante de R$5.652.711,27 e promoveu despesas na quantia total de 5.402.362,58. Não ultrapassou, assim, o limite máximo de 6% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Os recursos deixados em caixa, ao final do exercício, foram suficientes para arcar com despesas inscritas em restos a pagar, contribuindo para o equilíbrio fiscal da entidade.

A despesa com folha de pagamento, incluindo os subsídios dos vereadores, foi de R$2.898.303,20, que corresponde 51,27% do total da receita do Legislativo, mantendo-se abaixo do limite de 70% cumprindo o previsto no artigo 29-A da Constituição Federal.

Cabe recurso das decisões.

Assessoria de Comunicação
Tribunal de Contas dos Municípios do Estado da Bahia


Sr do Bonfim: Contas da Câmara de Vereadores de 2018 são aprovadas pelo TCM


As contas da Cãmara de Vereadores de Senhor do Bonfim, do ano de 2018, de responsabilidade do vereador Reinaldo Ferreira Santana, foram aprovadas, porém com ressalvas pelo TCM.

Enquanto presidente, Rê do Sindicato, teve todas as suas contas aprovadas.

Ainda na sessão desta quarta-feira (27/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia analisaram e aprovaram com algumas ressalvas as contas do exercício de 2018 dos gestores de outras 14 câmaras municipais. Alguns dos gestores não tiveram suas ressalvas consideradas passíveis de multa. Outros foram punidos com multas de valor entre a R$1 mil a R$2,5 mil, em razão de irregularidades que foram constatadas quando da análise dos relatórios apresentados, pelos auditores do TCM e pelos conselheiros relatores.

Tiveram contas aprovadas com ressalvas os gestores de Jeremoabo, Benedito Oliveira dos Santos; Bom Jesus da Serra, Euflávio Silva Meira; Miguel Calmon, Carlos Roberto Miranda Rios; Caldeirão Grande, Admilson Alves Moreira; Serrinha, Radson Rogério Pires da Silva; Olindina, Sandro Santana Guimarães; Tapiramutá, Ruy Silva Barros; Dário Meira, Manoel Thomé de Souza; Pé de Serra, Agenário Carneiro; São Domingos, Jotair Batista da Silva; Senhor do Bonfim, Reinaldo Ferreira Santana; Alagoinhas, Roberto José Torres de Lima; Utinga, Antunes Santana dos Santos; e Sobradinho, Carlos Jarques Canturil da Silva.

Cabe recurso das decisões.

Fonte: Blog do Walterley


Caldeirão Grande. Câmara reprova contas do ex- prefeito João Gama Neto exercício 2015 e torna inelegível


Por seis votos contra, e três a favor ,os vereadores se reuniram na noite dessa terça-feira (26),e reprovaram às conta do ex-prefeito João Gama Neto relativas ao exercício de 2015. Com essa decisão ,o ex- prefeito fica inelegível por oito anos, impedido de concorrer a cargo Público,o ex- gestor foi incluído na lei de ficha limpa.Espaço Aberto.Net


Deputado descarta disputar prefeitura de Bonfim em 2020.


Pelo menos até aqui o deputado estadual, Bobô (PCdoB), demostrou que não tem nenhuma obsessão em disputar a prefeitura de Senhor do Bonfim em 2020. Mesmo o prefeito, Carlos Brasileiro (PT), pedindo que ele se prepare para governar Bonfim, o deputado enviou mensagem para a nossa equipe, deixando claro que não será candidato a prefeito. Em uma outra conversa que nossa equipe teve com Bobô, ele também já tinha adiantado que irá apoiar a reeleição de Carlos Brasileiro. (Ivan Silva Noticia)


TCM aprova com ressalvas contas da prefeitura de Jaguarari


Na sessão desta terça-feira (19/11), o Tribunal de Contas dos Municípios aprovou com ressalvas as contas da prefeitura de Jaguarari, referentes ao exercício de 2018. Os períodos de 01/01/2018 a 30/03/2018; 01/11/2018 a 25/11/2018 e 07/12/2018 a 31/12/2018, estavam sob responsabilidade de Everton Carvalho Rocha. Já os períodos de 04/04/2018 a 31/10/2018 e 26/11/2018 a 06/12/2018, estavam sob a responsabilidade de Fabrício Santana Dagostino. As contas foram relatadas pelo conselheiro Raimundo Moreira.

Em relação a gestão de Everton Carvalho Rocha, o relatório técnico apontou ressalvas como ausência de publicação na imprensa oficial do PPA; ausência de publicação na imprensa oficial dos decretos que autorizaram as alterações orçamentárias; falhas nos procedimentos contábeis relacionadas à contabilização e baixa da conciliação bancária; omissão no dever da cobrança da dívida ativa; ausência dos pareceres do Fundeb; restituição à conta-corrente do Fundef e/ou Fundeb, com recursos municipais; grande quantidade de ocorrências de inserção incorreta ou incompleta de dados no SIGA-TCM; admissão de servidores sem a realização prévia de concurso público; envio da prestação de contas fora do prazo; ausência de comprovações de incentivo à participação popular na elaboração dos instrumentos de planejamento (PPA, LDO e LOA); e previsão orçamentária elaborada com pouco critério de planejamento. Por esses motivos, o prefeito foi multado em R$3,5 mil.

Já a gestão de Fabrício Santana Dagostino apresentou ressalvas como ocorrências de inserção incorreta ou incompleta de dados no sistema SIGA-TCM; irregularidades em processos de pagamento; reincidência quanto ausência de encaminhamento de documentos exigidos em resoluções do TCM e/ou encaminhamento de documentos fora do prazo estabelecido na Resolução TCM 1.060/2005; reincidência na omissão da cobrança das contas de responsabilidade (valores de terceiros a receber); falhas nos procedimentos contábeis; inconsistências contábeis; e não comprovação de pagamento de multas e de ressarcimentos imputadas a outros gestores pelo TCM. O relator multou o gestor em R$5 mil.

A despesa total com pessoal correspondeu a 52,83% da receita corrente líquida do município, respeitando o máximo de 54%, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

O balanço orçamentário apresentou um superavit de R$5.954.731,48, vez que o município arrecadou recursos no montante de R$68.821.601,27 e realizou despesas no valor total de R$62.866.869,79.

Sobre as obrigações constitucionais, os gestores cumpriram todos os percentuais mínimos de investimento. Aplicou 26,07% da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino – superando o mínimo exigido de 25%. Nas ações e serviços públicos de saúde investiu 16,54% dos impostos e transferências, atendendo ao índice de 15%. E aplicou 74,05% dos recursos do Fundeb no pagamento da remuneração dos profissionais do magistério, cumprindo o mínimo de 60%.

Cabe recurso da decisão.

Fonte: TCM-BA