Itiúba-BA: Caiu para 03 os casos ativos de Covid-19, no município.

O município de Itiúba-BA tem confirmado nos últimos dias uma tendência de queda nos números de casos do novo coronavírus na cidade. Boletim Epidemiológico divulgado pela secretaria municipal de saúde mostra a redução nos números de casos ativos na cidade. Conforme os dados expostos no boletim divulgado através das redes sociais do dia 15/02/2021(segunda-feira), o … Leia Mais



Especialista explica porque a Biomedicina é a profissão do futuro durante a programação de boas-vindas aos alunos da Rede UniFTC

Biomédico falou sobre a evolução da profissão e destacou a importância da pesquisa para a saúde da sociedade A programação semanal das boas-vindas ao novo semestre da Rede UniFTC continua em movimento. Os alunos veteranos estão tendo acesso aos mais diversos conteúdos através de webinars (exclusivo para os estudantes) e aulas magnas (aberto ao público), … Leia Mais


Itiúba: Secretaria de Saúde iniciou a imunização de idosos a partir de 87 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde do município de Itiúba-BA, iniciou a imunização de idosos a partir de 87 anos, contra o novo coronavírus, a ação ainda faz parte da 1.ª fase da vacinação contra a Covid-19 em Itiúba. 📲🖥️💻 Informações em nossas redes sociais: Instagram https://www.instagram.com/itiuba_prefeitura/ Facebook https://www.facebook.com/pmitiuba Secretaria Municipal de Saúde Saúde em primeiro … Leia Mais


Boletim Epidemiológico: Bahia registra 64 óbitos por Covid-19

Neste sábado (13), o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) sobre a Covid-19 registrou 64 óbitos. Apesar das mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram contabilizados hoje. Na última semana, os números demonstraram uma tendência de crescimento dos óbitos e de quadros clínicos mais graves, o … Leia Mais


Itiúba não tem caso de fura fila da vacina conforme lista de vacinados enviada ao Ministério Publico


Os rumores em todo o pais, sobre os possíveis casos de fura fila da vacina contra a Covid 19, tem rendido investigação por parte das autoridades e  em alguns casos a pena varia entre prisão e multa de ate 100 mil reais.

Em Itiúba o Ministério publico estadual investiga um possível caso e solicitou a Prefeitura, através da Secretaria de saúde esclarecimentos. De posse da solicitação do MP-BA, a Coordenação de Vigilância epidemiológica encaminhou um relatório contendo a lista de todos os vacinados dos grupos prioritários até o momento, esclarecendo e confirmando ao MP-BA que a cidade não tem caso de fura fila da vacina.

Por Robério Oliveira – NEWS BAHIA, aqui a Bahia sabe de tudo.


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.253 casos de Covid-19


Com 358.775 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 14 horas desta quinta-feira (11), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.253 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 2.958 recuperados (+0,5%). Dos 620.042 casos confirmados desde o início da pandemia, 595.314 já são considerados recuperados e 14.185 encontram-se ativos. Identificamos uma tendência de aumento do número de óbitos em virtude do crescimento de casos graves, o que tem ampliado a taxa de ocupação nas UTIs.  Amanhã (12) serão abertos 20 novos leitos de UTI no Hospital Geral de Camaçari (HGC), reduzindo assim, a pressão na rede assistencial da Região Metropolitana. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,87%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (12.173,46), Itororó (10.788,93), Itabuna (9.908,41), Muniz Ferreira (9.444,89), Conceição do Coité (9.148,50).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 997.868 casos descartados e 144.832 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (11).

Na Bahia, 40.990 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 47 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.543, representando uma letalidade de 1,70%. Dentre os óbitos, 56,67% ocorreram no sexo masculino e 43,33% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,15% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,90%, preta com 14,62%, amarela com 0,61%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,59% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,62%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,21%)


Governador celebra aprovação de MP que estabelece prazo para Anvisa liberar vacinas


O governador Rui Costa participou de debate virtual promovido pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri) no qual se discutiu o tema ‘Um Plano B para a Vacina: respostas em nível subnacional’ na tarde desta quinta-feira (11). Na ocasião, o governador destacou a importância das relações internacionais e diplomáticas entre os entes subnacionais para o desenvolvimento do país e o empenho por novas tecnologias e possibilidade de troca de conhecimento científico.
Rui aproveitou para destacar a busca do estado baiano por parcerias com laboratórios internacionais que estavam trabalhando na produção de uma vacina contra o novo coronavírus desde o início da pandemia. A decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de suspender a exigência do teste de fase 3 para liberar o uso emergencial de vacinas no Brasil foi lembrada e celebrada pelo governador.
Entretanto, o chefe do executivo baiano ressaltou a importância da aprovação no Congresso Nacional da Medida Provisória (MP) que estipula prazo para que a Anvisa se posicione sobre uso de vacinas contra a covid-19 que já tenham autorização para uso emergencial em outros países. O texto aprovado aguarda sanção do presidente da República.
“Eu sou crítico da política da Anvisa de exigir que seja feito o reestudo no Brasil de todas as fases para aplicação de vacinas que já estão sendo utilizadas em outros países. É uma redundância desnecessária que atrasa a retomada do desenvolvimento econômico e a geração de empregos e acesso a produtos de saúde que vão melhorar saúde e qualidade de vida das pessoas Embora a Anvisa solicite que o presidente vete o texto, há um desejo de todos que estão ansiosos pela vacina porque isso permitirá que vacinas já utilizadas fora possam ser compradas e aplicadas no Brasil”, afirmou Rui.
O governador ainda citou a atuação dos Consórcios de Saúde das diferentes regiões do país que têm trabalhado pela realização de parcerias para aquisição de vacinas que, futuramente, estejam disponíveis no mercado. “A ansiedade é grande pela liberação de novas vacinas pela Anvisa ou pela sanção presidencial que permitirá que, ultrapassado o prazo dado à Anvisa para autorização do uso da vacina, o estado poderia adquirir o imunizante. Isso facilitaria muito porque teríamos mais agilidade na aquisição e rapidez na vacinação da população”, acrescentou.
Cultura
No debate, Rui lembrou também o impacto da pandemia para os trabalhadores da Cultura. “Os artistas de teatro, música, dança estão parados e sem renda. O povo em geral está privado de arte presencial e há ainda mais uma privação importante que é o acesso à educação. As aulas virtuais não atendem aos alunos de baixa renda. Além dos impactos na geração de emprego e renda, a população está ansiosa para o retorno a um ritmo mais acelerado de vacinação. Com isso, nós poderíamos voltar mais rapidamente às aulas e recuperar o ano perdido. Voltar e disponibilizar o acesso à cultura e arte de forma presencial, mas evidente que precisamos de vacina para esse retorno à normalidade”.
Processo de vacinação
O governador ainda ressaltou que cabe ao Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, a atribuição de conduzir o processo de vacinação no país. “Cabe ao Ministério da Saúde o papel de coordenador e definidor de políticas gerais de vacinação. Sempre foi dessa forma ao longo de muitos anos, em vários tipos de governos políticos, com diversos perfis ideológicos. Mesmo no período do regime militar, a política de imunização de vacinação continuou. Em nenhum momento na história do Brasil, até então, foram lançadas dúvidas sobre a importância e a necessidade de vacinação. Infelizmente, vivemos esse momento e o papel dos estados e municípios ganha relevância”, finalizou.
O debate teve a participação do jornalista Fernando Gabeira, da diretora executiva do Cebri, Julia Dias Leite, e dos conselheiros da entidade, Marcos Azambuja e Joaquim Falcão.

Fotos: Fernando Vivas/GOVBA

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Prefeitura de Senhor do Bonfim promoveu ação educativa nas academias do município


A Vigilância sanitária – VISA realizou na noite desta quarta-feira (10), mais uma agenda educativa da Covid-19, desta vez nas academias de ginástica do município. Os proprietários dos estabelecimentos, funcionários e os alunos passaram por mais um processo de conscientização acerca do uso obrigatório da máscara, utilização do álcool em gel e distanciamento durante os exercícios.

“Estamos ampliando essas ações educativas visando deixar ainda mais claro a população a gravidade da Covid-19. Por esta razão é importante estar nesses locais onde existe circulação de pessoas e fazer esses esclarecimentos”, falou a Diretora da VISA, Catiana da Silva Alves.

ASCOM – PMSB – Governo “O Novo Futuro”


Projeto ‘Parto Adequado’ chega ao 4º ano com resultados surpreendentes


Valorizar o parto vaginal fisiológico e seguro, reduzindo o percentual de cesarianas sem indicação clínica. Está é a principal proposta do projeto ‘Parto Adequado’, que a Unimed Vale do São Francisco, adotou desde 2017 e vem colocando em prática com ótimos resultados para mamães e bebês.

Fruto de uma iniciativa em conjunto com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI), o projeto tem o apoio do Ministério da Saúde e conta com médicos obstetras, pediatras e equipe da enfermagem obstétrica do Hospital Unimed de Petrolina (HUP).

De acordo com a médica obstetra responsável pelo projeto, Amanda Viana, as mamães e os bebês recebem todos os cuidados adequados no hospital (HUP). A proposta reduz riscos de infecção, hemorragia, reação anestésica, trombose e outras complicações pós parto que envolvem uma recuperação cirúrgica mais prolongada; e para o recém- nascido: menor risco de complicações respiratórias, internamento em berçário e dificuldade de sucção.

“Contamos ainda com sala PPP (Pré, Parto e Pós) que oferece ambiente acolhedor para o parto, com métodos não farmacológicos para alívio da dor, tais como iluminação ambiente, bola, espaldar, banqueta, banho quente, entre outros”, ressaltou.

Além do ‘Parto Adequado’, a Unimed Vale do São Francisco desenvolve também outros projetos de apoio às gestantes e mães que pensam em engravidar. O programa ‘Mamãe Consciente’, por exemplo, promove a saúde prevenindo complicações relacionadas à gestação. Orientando sobre assuntos relevantes que envolvem a gravidez, parto, pós parto e primeiro ano de vida do bebê com acompanhamento de enfermeira obstetra e nutricionista, telemonitoramento em saúde materno infantil, oficinas e palestras com equipe multiprofissional.

Outra iniciativa bem avaliada é o programa ‘Crescer Bem’ que possibilita o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança reforçando a assistência na promoção da saúde, prevenção, diagnóstico precoce e recuperação dos agravos à saúde, desde o nascimento da criança até 07 anos de idade com uma equipe multiprofissional.


Ponto Novo: Secretaria de Saúde realizou capacitação referente aos indicadores da Atenção Primária com os profissionais da Atenção Básica.


A Secretaria Municipal de Saúde realizou durante o dia de hoje (09), no auditório da Escola Municipal Anália Moura, capacitação referente aos indicadores da Atenção Primária com os profissionais da Atenção Básica. Fizeram parte do público alvo: Médicos, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Odontólogos e Agentes Comunitários de Saúde.
Durante o encontro, os profissionais debateram diversos assuntos do tema proposto e, em seguida, acompanharam uma palestra ministrada por Joselma Alves, Assessora Técnica, que destacou o processo de trabalho das equipes de saúde do município como um instrumento que qualifica os profissionais para acolherem as necessidades da população pontonovense.
Na oportunidade, a Secretária de Saúde, Kellyn Duany, destacou o trabalho permanente realizado pelos profissionais de saúde, através da interação, comunicação e na capacidade de colocar-se no lugar do outro, compreendendo as dificuldades de nossa comunidade.
_________
Prefeitura Municipal de Ponto Novo
Governo: Mudança e Renovação
ASCOM/PMPN

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.584 casos de Covid-19


Com 332.183 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 14 horas desta terça-feira (9), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados, tendo 40.507 baianos vacinados nas últimas 24 horas. Com a chegada de 186.200 doses da vacina contra o coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) autorizou que os 417 municípios iniciassem a vacinação de idosos acima de 80 anos. A Sesab realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.584 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 3.222 recuperados (+0,5%). Dos 613.339 casos confirmados desde o início da pandemia, 589.353 já são considerados recuperados e 13.534 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,82%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (12.160,40), Itororó (10.622,12), Itabuna (9.771,46), Muniz Ferreira (9.444,89) e Conceição do Coité (9.121,48).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 993.122 casos descartados e 141.729 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (9).

Na Bahia, 40.778 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 40 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.452, representando uma letalidade de 1,70%. Dentre os óbitos, 56,64% ocorreram no sexo masculino e 43,36% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,17% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,85%, preta com 14,61%, amarela com 0,60%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,62% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,55%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,22%).


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.809 casos de Covid-19


Mais de 3,4 mil idosos com idades entre 80 e 89 anos já foram vacinados em toda a Bahia nesta segunda-feira. Com a chegada de 186.200 doses da vacina contra o coronavírus (Covid-19), a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) autorizou que os 417 municípios iniciassem a vacinação de idosos nessa faixa etária. O total de vacinados no estado já supera os 291 mil baianos, sendo o segundo do Brasil em número de imunizados. Para acompanhar o avanço da imunização, acesse https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.809 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 1.952 recuperados (+0,3%). Dos 609.755 casos confirmados desde o início da pandemia, 586.131 já são considerados recuperados e 13.212 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,81%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia ((12.153,87)), Itororó ((10.607,40), Itabuna ((9.710,02), Muniz Ferreira ((9.444,89) e Conceição do Coité ((9.104,97))

boletim epidemiológico contabiliza ainda 990.492 casos descartados e 139. 989 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta segunda-feira (8).

Na Bahia, 40.667 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 39 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.412, representando uma letalidade de 1,71%. Dentre os óbitos, 56,64% ocorreram no sexo masculino e 43,36% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,11% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,86%, preta com 14,64%, amarela com 0,61%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,64% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,52%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,19%).


Itiúba-BA: Confira dados atualizados do Boletim com dados da Covid-19 no município.


A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica divulga o boletim epidemiológico municipal de 08/02/2021. Estamos trabalhando para divulgar todas as informações céleres e fidedignas para população.

📲🖥️💻
Informações em nossas redes sociais:

Instagram
https://www.instagram.com/itiuba_prefeitura/

Facebook
https://www.facebook.com/pmitiuba

Secretaria Municipal de Saúde
Saúde em primeiro lugar

Itiúba Prefeitura
O povo em primeiro lugar


Com prefeituras e entidades educacionais, governo estadual avança na criação de protocolo conjunto de volta às aulas


A criação de um protocolo de volta às aulas no território baiano voltou a ser debatida durante uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (8), na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB). Participaram prefeitos; gestores e técnicos das secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (Sesab); representantes da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime); dentre outras autoridades.
Liderado pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e pelo presidente da UPB, Eures Ribeiro, o encontro deu encaminhamento aos desdobramentos da última reunião do grupo responsável pela criação do protocolo de volta às aulas, realizada via videoconferência, na última sexta-feira (5), com a participação do governador Rui Costa.
“Estamos trabalhando para qualificar o protocolo geral. Há um consenso de que queremos voltar ao processo de aprendizagem, que inicialmente será híbrido, com Tempo Escola e Tempo Casa, mas isso só poderá ser feito quando os indicadores de saúde estiverem mais favoráveis”, destacou o secretário Jerônimo.
No encontro, os superintendentes da Secretaria da Educação Manuelita Brita e Manoel Calazans apresentaram uma síntese do que já foi construído em consenso com os diferentes sujeitos da Educação e também foi feita uma exposição de pontos em aberto.  Uma das definições já aprovadas por todas as partes é que este ensino híbrido acontecerá de acordo com a realidade de cada unidade, com e sem mediação tecnológica.
Jerônimo lembra que a comunidade também será escutada. “Ao final, teremos criado um protocolo com um olhar unificado. Para tanto, ainda iremos discutir com a sociedade, envolvendo as famílias, órgãos de controle e outras entidades”, sinalizou o secretário.
Anfitriã da reunião desta segunda, a UPB continuará a ter papel fundamental quando ocorrer o retorno das atividades letivas. “Precisamos da força da UPB para que as prefeituras possam, uma vez finalizado e colocado em execução, fazer um acompanhamento minucioso desta rotina para garantir a execução correta do protocolo”, destacou Jerônimo.
Novas reuniões estão marcadas para o decorrer desta semana, objetivando o avanço dos trabalhos para a volta às aulas.
Decreto
Foi renovado, neste sábado (6), o decreto que suspende shows e aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. O documento proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.
Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

Fotos: Carol Garcia/ GOVBA