Itiúba-BA: 02 novos casos de Covid-19 foram detectados no Boletim do domingo (31)

A Secretaria Municipal  de Saúde de Itiuba-BA, por meio da Vigilância Epidemiológica divulgou o boletim epidemiológico municipal de 31/01/2021, onde foram acrescentados mais 02 (dois) novos casos de Covid-19 no município. Informações em nossas redes sociais: Instagram https://www.instagram.com/itiuba_prefeitura/ Facebook https://www.facebook.com/pmitiuba Secretaria Municipal de Saúde Saúde em primeiro lugar Itiúba Prefeitura O povo em primeiro lugar


Itiúba-BA: Pelo segundo dia consecutivo município nao registrou caso de Covid-19.

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica divulga o boletim epidemiológico municipal de 30/01/2021. O município de Itiúba não registrou nenhum novo caso de Covid-19 na cidade nas últimas 48 horas. A Secretaria de Saúde  junto com a Assessoria de Comunicação  está trabalhando para divulgar todas as informações céleres e fidedignas para população. … Leia Mais


Brasil vai receber até 14 milhões de doses da vacina de Oxford em fevereiro

O Brasil deve receber até 14 milhões de doses da vacina de Oxford contra a Covid-19 em fevereiro. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o envio será feito pela aliança Covax, iniciativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) criada para garantir o acesso equitativo aos imunizantes. Ainda segundo o MS, a informação da estimativa foi recebida … Leia Mais



Reunião debate novas medidas preventivas e de combate a Covid-19 em Senhor do Bonfim.


Com o intuito de ampliar as ações preventivas e de combate a Covid-19 e consequentemente reduzir o número de casos positivos de coronavírus no município, a gestão municipal promoveu uma importante reunião entre prefeito Laércio Júnior, o vice-prefeito Elizeu Rios, secretários de governo, vereadores com representantes do Comitê Municipal de Combate ao Covid-19, SAMU, HDAM, Agentes de Combate as Endemias, Vigilância epidemiológica, Vigilância Sanitária, Policia Militar, Guarda Municipal e Conselho Municipal de Saúde, para estabelecer as novas determinações para o próximo decreto municipal.

“Estamos promovendo reuniões periódicas, avaliando as ações concluídas e em andamento e planejando novas ações para impedir que o Covid-19 continue crescendo em nosso município. O novo decreto deverá ser publicado na próxima segunda-feira (01). Estamos trabalhando ainda mais em meio a essa crise para cuidar da saúde do nosso povo”, destacou o prefeito Laércio Junior.

ASCOM – PMSB – Governo “O Novo Futuro”


Bahia autoriza municípios a vacinarem idosos acima de 90 anos a partir de segunda-feira


A partir da próxima segunda-feira (1º), os 417 municípios da Bahia estão autorizados a iniciar a vacinação de idosos a partir de 90 anos. A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa por meio das redes sociais. Serão enviadas 54 mil doses aos municípios ainda neste fim de semana a fim de cumprir o cronograma sugerido pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).
A decisão ocorre após entendimento consensual das Comissões Intergestores Bipartite (CIB) e Tripartite (CIT), que são as instâncias deliberativas do Sistema Único de Saúde (SUS) em nível estadual e nacional.
De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, “ainda que a Bahia registre o segunda menor taxa de mortalidade do Brasil, é preciso vacinar os nossos idosos. Do total de óbitos na Bahia, 75% tinham mais de 60 anos, sendo que a faixa etária com mais de 80 anos concentrou 29,1%”.
O titular da pasta estadual da Saúde ressalta que os municípios que mais avançaram na imunização terão acesso prioritário na distribuição. “Temos um quantitativo reduzido de doses, ainda fruto das três entregas iniciais do Ministério da Saúde, e, neste sentido, vamos priorizar os municípios que imunizaram pelo menos 75% do seu público-alvo”, afirma o secretário.

Informações detalhadas sobre o quantitativo de doses distribuídas e aplicadas, por município, estão disponíveis no painel da vacinação (bi.saude.ba.gov.br/vacinacao). Os números são atualizados diariamente pela Sesab a partir do contato com as equipes de cada município.

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Prefeitura de Itiúba-BA vai recadastrar servidores públicos municipais


Considerando que a gestão anterior não entregou até o momento a documentação pertinente quanto ao solicitado no procedimento de transição, ao que se refere a atualização cadastral de todos os servidores públicos municipais ocupantes de cargos efetivos, sendo que foi detectado junto ao setor de RH que encontrava-se faltando documentação de alguns servidores, diante das irregularidades dos atos de efetivação de servidores não concursados nos dias 29, 30 e 31 de dezembro de 2020.
A nova gestão O POVO EM PRIMEIRO LUGAR, achou justo e necessário diante da situação encontrada, que se regulamentasse as atualizações cadastrais dos servidores públicos municipais ocupantes de cargos efetivos, através de recadastramento, dando a oportunidade democrática de cada servidor apresentar sua documentação conforme solicitado em decreto municipal, possibilitando ao municipal a margem real de quadro de funcionários e custo na folha de pagamento.
Será montada uma estrutura no Ginásio Antônio Simões Valares, para atender todos os servidores, com medidas de segurança para evitar aglomeração pelo período de 15 dias, a começar do dia 03 de Fevereiro de 2021 a 23 Fevereiro de 2021.
DOCUMENTAÇÃO NECESSARIA:
Carteira de Identidade e CPF;
Comprovante de Residência atualizado;
Certidão de Quitação Eleitoral;
Certidão de casamento e ou Averbação da Separação Judicial ou Divórcio;
Certidão de Nascimento dos Filhos até 14 (quatorze) anos (se houver);
Carteira de Registro Profissional (se houver);
Carteira de Habilitação (obrigatório para o cargo de motorista e demais se houver);
Comprovante do grau de escolaridade, conforme exige o cargo que ocupa (conclusão do Curso do Ensino Fundamental, Médio ou Superior);
Certificado de Conclusão de Curso de Especialização, Mestrado ou Doutorado (se houver);
Documentos comprobatórios da realização de cursos de qualificação ou aperfeiçoamento profissional (ex: certificados, declarações e outros);
Comprovante com o nº do PIS/PASEP (cartão cidadão, extrato do PIS/PASEP ou registro na CTPS);
Último contracheque;
Declaração que não cumula cargos ilegalmente (art. 37, XVI, CF) e de que não sofreu penalidade incompatível com o exercício do cargo público, conforme Anexos II e III;
Documento Judicial que autoriza o desconto de pensão alimentícia (se houver);
Ato administrativo de nomeação e posse no cargo público efetivo.


Itiúba não registra caso de Covid-19 nas últimas 24horas.


A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica divulga o boletim epidemiológico municipal de 29/01/2021. O município de Itiúba não registrou nenhum novo caso de Covid-19 na cidade. A Secretaria de Saúde  junto com a Assessoria de Comunicação  está trabalhando para divulgar todas as informações céleres e fidedignas para população.

Confira os dados detalhados:

Informações em nossas redes sociais:

Instagram
https://www.instagram.com/itiuba_prefeitura/

Facebook
https://www.facebook.com/pmitiuba

Secretaria Municipal de Saúde
Saúde em primeiro lugar

Itiúba Prefeitura
O povo em primeiro lugar


Decreto que proíbe shows e aulas na Bahia é prorrogado até 7 de fevereiro


O Governo do Estado decidiu prorrogar o decreto que suspende os shows e as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (30) e vale até o dia 7 de fevereiro de 2021.
O decreto ainda proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Bahia registra 4.173 casos de Covid-19 nas últimas 24horas.


Com 154.720 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 14 horas desta sexta-feira (29), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.173 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 3.262 recuperados (+0,6%). Dos 581.880 casos confirmados desde o início da pandemia, 559.616 já são considerados recuperados e 12.243 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,96%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (11.592,22), Itororó (9.969,58), Itabuna (9.099,39), Muniz Ferreira (9.067,64), Conceição do Coité (8.878,28).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 969.648 casos descartados e 136.748 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta sexta-feira (29).

Na Bahia, 39.841 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos
O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 34 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.021, representando uma letalidade de 1,72%. Dentre os óbitos, 56,57% ocorreram no sexo masculino e 43,43% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,95% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,63%, preta com 14,77%, amarela com 0,63%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,88% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,88%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,05%).


Vídeo: Técnica de enfermagem é afastada após fingir ter aplicado vacina contra a Covid-19 em idosa


Uma técnica de enfermagem foi afastada da função após ser filmada fingindo que estava aplicando vacina contra a Covid-19 em uma idosa, em Maceió. Segundo a Revista Ceará, a família da idosa desconfia de que a profissional já vinha fazendo isso com outras pessoas com a finalidade de economizar doses à pedido de alguém.

O vídeo mostra que o imunizante está na seringa, mas não é aplicado no braço da mulher de 97 anos.

A Secretaria Municipal de Saúde Maceió  disse que houve uma ‘falha humana’, e o Ministério Público do Estado de Alagoas abriu investigação.

Assista o vídeo no link abaixo:

https://www.instagram.com/p/CKm_3FGJrqd/?igshid=92u37xs6zf5g

 


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.645 casos de Covid-19


Com 137.732 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 14 horas desta quinta-feira (28), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. Dos 417 municípios, 27 já aplicaram mais de 90% das vacinas distribuídas. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.645 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,6%) e 3.343 recuperados (+0,6%). Dos 577.707 casos confirmados desde o início da pandemia, 556.354 já são considerados recuperados e 11.366 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,97%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (11.579,15), Itororó (9.807,67), Itabuna (9.041,24), Muniz Ferreira (9.013,74) e Conceição do Coite (8.858,76).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 965.752 casos descartados e 136.527 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quinta-feira (28).

Na Bahia, 39.706 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 35 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.987, representando uma letalidade de 1,73%. Dentre os óbitos, 56,52% ocorreram no sexo masculino e 43,48% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,98% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,58%, preta com 14,78%, amarela com 0,63%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,89% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,85%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,02%).


Colégio Nacional dos Procuradores apoia ação do Governo da Bahia no STF para compra da vacina Sputnik V


O Colégio Nacional dos Procuradores Gerais do Estados e do Distrito Federal (Conpeg), assim como já fez a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) e a Associação Nacional do Defensores Públicos, solicitou, nesta quarta-feira (27), ao Supremo Tribunal Federal (STF), a admissão nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 6661, na condição de “amicus curiae” (amigo da Corte), para que possa apresentar manifestações e trazer à Suprema Corte elementos informativos possíveis e necessários para o esclarecimento da controvérsia, com participação no julgamento, nos termos do artigo 131, inciso 3, do RISTF.
O objetivo do pedido é apoiar a pretensão do Estado da Bahia, que pleiteia a permissão a todos os estados da Federação para importar e distribuir vacinas contra o novo coronavírus sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que registradas perante uma agência reguladora regional de referência, e também de iniciar a vacinação em seu território, independentemente do início da vacinação nacional.

O Conpeg entende que a possibilidade de aquisição da vacina Sputnik V, já aprovada para uso emergencial e em fase de imunização das populações de vários países, mostra-se como alternativa viável e necessária no combate a pandemia. Acredita, ainda, que o Direito deve equilibrar a manutenção de suas diretrizes tradicionais (segurança jurídica) com todas as inovações legais, doutrinárias e jurisprudenciais que se fizerem necessárias para garantir a eficácia no combate à Covid-19, bem como a preservação e futura recuperação da economia (direito à vida, ao patrimônio e à livre iniciativa).

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Bahia registra 3.970 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas


Com 117.734 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até às 14 horas desta quarta-feira (27), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. Dos 417 municípios, 27 já aplicaram mais de 90% das vacinas distribuídas (Apuarema, Itagi, Itaguaçu da Bahia, Itanagra, Itapé, Jaborandi, Maiquinique, Riacho de Santana, Sapeaçu, Teofilândia, Várzea da Roça, Jitaúna, Contendas do Sincorá, Bom Jesus da Lapa, Igaporã, Mairi, Bom Jesus da Serra, Presidente Dutra, Catolândia, Queimadas, Almadina, Morro do Chapéu, Serra Dourada, Ipupiara, América Dourada, Canápolis e Itapebi). A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas no painel https://bi.saude.ba.gov.br/vacinacao/.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.970 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 3.307 recuperados (+0,6%). Dos 574.062 casos confirmados desde o início da pandemia, 553.011 já são considerados recuperados e 11.099 encontram-se ativos. A base de dados completa dos casos suspeitos, descartados, confirmados e óbitos relacionados ao coronavírus está disponível em https://bi.saude.ba.gov.br/transparencia/.

Para fins estatísticos, a vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da Covid-19. Já os casos ativos são resultado do seguinte cálculo: número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados. Os cálculos são realizados de modo automático.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,97%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (11.513,85), Itororó (9.773,33), Itabuna (8.998,09), Muniz Ferreira (8.973,32), Conceição do Coité (8.857,26).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 962.673 casos descartados e 135.994 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (27).

Na Bahia, 39.586 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Óbitos
O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 32 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo.

A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual a fim de evitar distorções ou equívocos, como desconsiderar a causa do óbito um traumatismo craniano ou um câncer em estágio terminal, ainda que a pessoa esteja infectada pelo coronavírus.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.952, representando uma letalidade de 1,73%. Dentre os óbitos, 56,55% ocorreram no sexo masculino e 43,45% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,98% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,55%, preta com 14,77%, amarela com 0,63%, indígena com 0,13% e não há informação em 9,93% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,80%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,99%).