LIDERANÇAS DE TIJUACU MONTAM ESTRATÉGIA PARA COMBATER O CORONAVIRUS.

Na manhã desta quarta feira 01/04 o Vereador Carlos de Tijuacu, juntamente com as lideranças local. Enfermeira Claryssa (Coordenadora do PSF de Tijuacu) Dra. Jucy (Médica da Unidade) Sr. Ronaldo dos Santos (Agente Comunitária de Saúde) Pedagoga Suzana Fagundes (Coordenadora do Cras Quilombola) Pedagoga Eliete Fagundes (Diretora da Escola de Tijuacu) Sr.Vanildo dos Santos (Rep. … Leia Mais


Bahia tem 246 casos confirmados de Covid-19

A Bahia registra 246 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 3,8% do total de casos notificados. Até o momento, 1763 casos foram descartados e houve dois óbitos, ambos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam comorbidades associadas. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta quarta-feira (1º). … Leia Mais


Bahia registra total de 217 confirmações de Covid-19

A Bahia registra 217 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 3,7% do total de casos notificados. Até o momento, 1393 casos foram descartados e houve dois óbitos, ambos de pessoas residentes em Salvador que apresentavam comorbidades associadas. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta terça-feira (31). … Leia Mais


Queimadas descarta 1 caso suspeito de coronavírus, mas ainda monitora 66 pessoas

A Secretaria de Saúde de Queimadas, na região sisaleira da Bahia, descartou um caso suspeito de Covid-19 na cidade. Agora, dois casos suspeitos são investigados e 66 pessoas são monitoradas pela vigilância epidemiológica municipal, de acordo com boletim divulgado na manhã desta segunda-feira (30). Nenhum caso foi confirmado até o momento. A Secretaria da Saúde do … Leia Mais


Prefeitura de Filadélfia divulga novo Decreto que prorroga e altera algumas medidas de combate ao Cononavírus no município

A Prefeitura de Filadélfia divulgou novo Decreto hoje, dia 30 de Março, no qual foi prorrogada por 07 (sete) dias, a decisão que só devem permanecer funcionando os estabelecimentos considerados essenciais, que são: supermercados mercados e mercadinhos, açougues, padarias, farmácias, clínicas médicas, distribuidoras de água e gás, postos de combustíveis, estabelecimentos de saúde, bancos, correspondentes … Leia Mais


Bahia registra segunda morte por coronavírus; vítima estava internada no Aliança


O secretário de Saúde do estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas confirmou a segunda morte pelo novo coronavírus na Bahia. Trata-se de um homem de 64 anos que era diabético e hipertenso. A vítima estava internada no Hospital Aliança, em Salvador.

“Com muita tristeza uno-me aos familiares, amigos e profissionais do Hospital Aliança que travaram uma longa batalha pela vida de um paciente de 64 anos, previamente hígido, segunda vítima fatal do #COVID?19 na Bahia”, escreveu o secretário.

Conforme apurou o Bahia Notícias, a vítima foi o engenheiro civil Marcos Souza, um dos sócios da Ebisa.

Segundo o hospital, ele estava internado desde o dia 17 deste mês, e faleceu às 18h45.

(Bahia Noticias)


Em entrevista, Rui Costa cobra mais celeridade do Governo Federal nas ações de combate à covid-19


O governador Rui Costa concedeu entrevista para a Revista Fórum, transmitida ao vivo pela internet, nesta segunda-feira (30), quando pontuou as ações adotadas na Bahia para combater o avanço do novo coronavírus. O estado registra 156 casos confirmados e uma vítima fatal da covid-19.
O governador ressaltou a importância do isolamento como estratégia para achatar a curva no número de casos no estado. Além disso, ele criticou a demora na tomada de decisões por parte do Governo Federal. “Estamos enfrentando dificuldades para aquisição de respiradores e a escassez de máscaras N-95 que são as utilizadas pelos profissionais de saúde. Os recursos destinados pelo Governo Federal via Ministério da Saúde são insuficientes para este momento de crise. Recebemos até agora R$ 32 milhões, o que equivale a R$ 2 por cidadão baiano, e há previsão de que sejam encaminhados mais R$ 44 milhões. Os estados estão com muitas dificuldades para conseguir os insumos de saúde e ainda tem a demora do Governo Federal”.
Rui também criticou a centralização das compras dos insumos junto ao Ministério da Saúde. “Não dá pra entender essa estratégia e só faria sentido se fosse para conseguir redução no preço dos produtos. Estamos aguardando o envio de respiradores e só posso acreditar que eles não conseguiram comprar ou estão com dificuldades para distribuir esse material. Estamos cobrando uma manifestação mais urgente do Ministério da Saúde”.
Quando questionado sobre as aparições públicas de Jair Bolsonaro, no último domingo (29), o governador baiano afirmou que o presidente não está tratando a pandemia com a seriedade necessária. “Como cidadão, pai de família, fico indignado com a postura do presidente da República. Ele fica brincando, quando a ele cabe coordenar as ações para salvar as vidas humanas. Líderes mundiais fazem ações sérias e viabilizam a liberação de recursos de montantes inéditos. Os governadores querem que o presidente sente na cadeira da República e trate a questão com seriedade. Ele é um péssimo exemplo para o mundo inteiro e nos causa vergonha”, disse.
O uso da cloroquina também foi abordado na entrevista. Rui comentou a repercussão sobre o uso do remédio no paciente de 74 anos que morreu em função da covid-19, em Salvador, no último domingo (29). O governador explicou que não há uma relação direta entre a morte e o uso do medicamento. “Este paciente estava internado em estado grave e acredito que o uso da cloroquina foi um recurso final da equipe médica diante da situação grave em que o paciente estava. Isso é bem diferente do que foi veiculado por parte da imprensa que atribuía a morte ao uso desse tipo de medicamentos. Não me parece que há essa relação de causa e efeito”.

Rui aproveitou o momento para esclarecer que as partidas de futebol na Bahia continuam suspensas, sejam com ou sem público. Ele ainda pontuou que as ações do Governo do Estado continuam com foco na ampliação do número de leitos e no reforço nos serviços de atenção básica de saúde e, para isso, estão sendo inauguradas novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).


Bahia tem 176 casos confirmados de Covid-19


A Bahia registra 176 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 4,3% do total de casos notificados. Até o momento, 1.393 casos foram descartados e houve um óbito confirmado no último sábado. Trata-se de paciente do sexo masculino, 74 anos, residente em Salvador, que estava internado em hospital da rede privada, com comorbidades associadas. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas desta segunda-feira (30). Ao todo, 17 pessoas estão curadas e 18 encontram-se internadas, sendo 8 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Dentre os casos confirmados, 54,55% são do sexo masculino e 45,45% do sexo feminino. Foi registrado o primeiro caso confirmado em uma criança de 1 ano de idade, que se encontra em casa, em Feira de Santana. O coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (3,01), indicando o maior risco de adoecer entre os idosos.

Ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:
1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas.

Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras


Mais duas mulheres e uma criança são testadas positivas para coronavírus em Feira de Santana


Três novos casos de coronavírus em Feira de Santana foram confirmados pela Secretaria Municipal de Saúde do município, neste domingo (29). Elevando o número de infectados para 12 pessoas.

Segundo a pasta, os pacientes que testaram positivo para a Covid-19 são duas mulheres e uma criança, examinadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen).

Nove pessoas que se encontravam sob suspeitas e aguardavam resultado de exame testaram negativo.

No sábado, 28, o prefeito Colbert Martins Filho prorrogou o decreto de fechamento de parte do comércio em Feira, até o dia 6 de abril, quando deverá haver nova avaliação do quadro.

Fonte: BNews


Infectologista diz que Bahia se antecipou em ações contra novo coronavírus


O infectologista Roberto Badaró, considerado um dos maiores especialistas sobre o novo coronavírus do país, classificou como acertadas todas as ações executadas pelo Governo do Estado para conter o avanço da Covid-19 na Bahia até o momento e ressaltou que, sem essas medidas, o estado poderia ter, atualmente, números alarmantes.
“Não se trata de uma competição, mas é preciso reconhecer que a Bahia respondeu muito antes do que a maioria dos estados à crise gerada pelo novo coronavírus. O Governo do Estado implantou um bloqueio sanitário severo, o chamado isolamento vertical, quando a Bahia não tinha nem 20 casos. O resultado foi muito eficiente. A Bahia apresenta, de forma significativa, uma diminuição na velocidade do aparecimento de novos casos”, destacou o médico.
De acordo com Badaró, “no gráfico dos casos oficiais no Brasil e no mundo, verificamos comportamentos diferentes. A China teve milhares de casos em Wuhan, onde tudo começou. A Itália agiu igual a Wuhan no início. Os Estados Unidos tiveram, devido à relação muito íntima de tráfego aéreo com a China, milhares de infectados chegando ao país diariamente, causando uma explosão de casos também. O Brasil tem a tendência da Coreia [do Sul], que interviu ainda relativamente cedo”.
Ainda segundo o infectologista, no gráfico da Bahia, a projeção é inferior em número de casos e mortes, pois iniciou o bloqueio logo de imediato ao surgimento de casos. “Estamos tendo números inferiores ao previsto. O Governo do Estado agiu com austeridade, contrariando o Ministério da Saúde, que orientou mal no início da chegada do Covid -19 ao Brasil”, afirmou. Neste domingo (29), a Bahia atingiu a marca de 156 casos confirmados. A previsão era que o estado já tivesse superado 300 ocorrências neste momento.
Prevenção e ampliação da rede
Entre as medidas preventivas adotadas pelo Estado estão o fechamento de todas as escolas públicas e privadas da Bahia e a suspensão do transporte intermunicipal em cidades com casos confirmados. Em paralelo às ações de contenção, a Bahia está fortalecendo sua rede de atendimento.
Já foi autorizada pelo governador Rui Costa a abertura de 500 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e centros de triagem no interior. Em Salvador, além do antigo Hospital Espanhol, o Estado já assegurou outros três novos locais de atendimento para casos em investigação ou confirmados da Covid-19: o Hospital Geral Ernesto Simões Filho, o Hospital Santa Clara e a Arena Fonte Nova, que juntos vão ofertar mais de 350 leitos.
Badaró também pontuou a importância do novo Instituto Couto Maia (Icom) para o enfrentamento da doença. Inaugurada em julho de 2018, a unidade é especializada em doenças infecto-contagiosas e desde 23 de março está atendendo exclusivamente pacientes com suspeita do novo coronavírus. “O Couto Maia está preparado. Não há falta de leitos de UTI neste momento, e não há faltas de unidades para atender os pacientes que, porventura, venham a ser contaminados pela doença nessas primeiras semanas”, acrescentou o médico.

Foto: Alberto Coutinho/GOVBA


Ponto Novo: Secretaria Municipal de Saúde divulga 1° caso suspeito de coronavírus (COVID-19)


De acordo com o Boletim Epidemiológico emitido pela Secretaria Municipal de Saúde neste domingo (29), o município de Ponto Novo conta com 01 caso suspeito para COVID-19 (CORONAVÍRUS). 


O paciente vindo de área endêmica (São Paulo), foi atendido em uma das Unidades de Saúde apresentando sintomas moderados, foi orientado a realizar o isolamento social, o exame para detecção de contaminação pelo COVID-19 foi coletado, e aguardam, portanto, o resultado que deverá sair nos próximos dias.

Assessoria de Comunicação

Prefeitura Municipal de Ponto Novo – BA


Bahia tem 156 casos confirmados de Covid-19


 

A Bahia registra 156 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), o que representa 3,8% do total de casos notificados. Até o momento, 1388 casos foram descartados e houve um óbito confirmado. Trata-se de paciente do sexo masculino, 74 anos, residente em Salvador, que estava internado em hospital da rede privada, com comorbidades associadas. Este número contabiliza todos os registros de janeiro até as 17 horas deste domingo (29). Ao todo, 17 pessoas estão curadas e 18 encontram-se internadas, sendo 8 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

Dentre os casos confirmados, 54,49% são do sexo feminino e 45,51% do sexo masculino. Foi registrado o primeiro caso confirmado em uma criança de 2 anos de idade, que encontra-se em bom estado de saúde. O coeficiente de incidência por 100.000 habitantes foi maior na faixa de 70 a 79 anos (2,80) , indicando o maior risco de adoecer entre os idosos

Ressaltamos que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Diagnóstico laboratorial de infecção pelo SARS-CoV-2

Pacientes com suspeita de COVID-19 devem ter amostras coletadas e enviadas para o Lacen-BA quando estiverem em um dos seguintes critérios abaixo-relacionados:
1. Pacientes com sinais de gravidade, Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou internados;
2. Pacientes sem sinais de gravidade contactantes de caso de COVID-19 suspeito ou confirmado, ou com histórico de viagem recente ao exterior em países com circulação do SARS-CoV2, e regiões do país com transmissão comunitária sustentada;;
3. Profissionais de saúde com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
4. Gestantes com sintomas respiratórios suspeitos de COVID-19;
5. Pessoas com febre, suspeitas de infecção, triadas nos Aeroportos, Portos e nas Estradas
Observação: pacientes que não se enquadrem nas situações acima não têm indicação para coleta de amostras.


Atualizando: Brasil tem 136 mortes e 4.256 casos confirmados de coronavírus, diz ministério


O Ministério da Saúde divulgou neste domingo (29) o mais recente balanço dos casos da Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2Os principais números são:

  • 136 mortes
  • 4.256 casos confirmados
  • 3,2% é a taxa de letalidade
  • O estado de SP concentra 1.451 casos e o RJ, 600.

O balanço acrescentou 22 mortes ao total. No balanço do dia anterior, o Brasil tinha 114 mortes. Isso representa um aumento de 19% no número de mortes.

O domingo teve o mesmo acréscimo em número de mortes do sábado, em que também houve registro de 22 vítimas a mais em relação à sexta-feira.

Este domingo e o sábado são os dois dias com mais registros de mortes no Brasil pelo novo coronavírus até agora.

O número de casos confirmados aumentou em 352 no balanço deste domingo. Até o dia anterior, eram 3.094 confirmados. O aumento do número de casos foi de 9%.

O aumento de casos foi menor do que o de sábado, quando foram 487 novas confirmações.

A taxa de letalidade subiu de 2,8% até o sábado para 3,2% neste domingo.

O números consideram as pessoas cujos resultados dos testes já foram apresentaram e testaram positivo. O número não considera casos suspeitos.

Por G1


Brasil registra 3.904 casos confirmados de coronavírus e 114 mortes


Subiu para 3.904 os casos confirmados de coronavírus no Brasil. O número de óbitos também aumentou para 111. De acordo com informações repassadas pelos estados ao Ministério da Saúde, até as 16h deste sábado (28), as mortes estão localizadas nos estados do Amazonas (1), Ceará (4), Pernambuco (5), Piauí (1), Rio de Janeiro (13), Goiás (1), Paraná (2), Santa Catarina (1) e Rio Grande do Sul (2). São Paulo continua registrando o maior número de casos e de mortes, são 84 óbitos no estado.

Durante a coletiva, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, explicou que agora é um momento que o Brasil precisa se unir e andar na mesma direção para passar pela crise com o menor estrago possível. “Precisamos ter racionalidade e não nos mover por impulso. Vamos nos mover pela ciência, pela parte técnica, com planejamento e pensando em todos os cenários. Não podemos agir pensando individualmente, mas coletivamente. É hora da União, estados, municípios e população estarem bem alinhados para enfrentarmos juntos essa fase ruim”, explicou Mandetta.

Medidas de isolamento

O Ministério da Saúde promoverá reuniões durante a semana com as secretarias estaduais e municipais de saúde para traçar planos que contemplem a saúde e a economia ao mesmo tempo, de forma sincronizada. O momento de isolamento social se faz necessário para que o Sistema Único de Saúde (SUS) tenha tempo de preparar melhor a estrutura e os profissionais de saúde, o que deve ajudar a reduzir os casos de pessoas infectadas e, principalmente, óbitos.

“O tempo que nós temos para nos prepararmos melhor é agora. Temos que regularizar o abastecimento correto dos Equipamentos Individuais de Proteção (EPIS) para os profissionais de saúde, caso contrário vamos rapidamente perder força de trabalho e teremos muita dificuldade. Agora temos que poupar o sistema de saúde e não sobrecarregá-lo”, ponderou Mandetta.

Durante a semana, a pasta observará e alinhará os parâmetros conforme a necessidade de cada estado para que economia e saúde andem juntos. “Onde for preciso apertar ou afrouxar mais nós faremos, mas sempre juntos. Vamos com ética, disciplina e foco. Estou com os cabeças brancas da medicina andando comigo. Agora é hora de unir todo mundo, vamos ter dias difíceis, mas podemos amenizá-los muito”, concluiu o ministro.

Atualização dos casos

Para manter a população informada a respeito dos casos e óbitos, o Ministério da Saúde atualiza diariamente os dados na plataforma de dados do coronavírus. O painel traz as informações e permite uma análise do comportamento do vírus com o passar do tempo, além de um gráfico de dados acumulados apontando a curva epidêmica da doença.

Tabela com distribuição dos casos por UF

ID UF/REGIÃO CONFIRMADOS ÓBITOS
N N %
NORTE 184 (4,7%) 1 0,5%
1 AC 25
2 AM 111 1 0,9%
3 AP 4
4 PA 17
5 RO 6
6 RR 12
7 TO 9
NORDESTE 624 (16,0%) 7 1,1%
8 AL 14
9 BA 128
10 CE 314 4 0,3%
11 MA 14
12 PB 14
13 PE 68 5 7,3%
14 PI 11 1 9,1%
15 RN 45
16 SE 16
SUDESTE 2.222 (56,9%) 97 4,4%
17 ES 53
18 MG 205
19 RJ 558 13 2,3%
20 SP 1.406 84 6,0%
CENTRO-OESTE 360 (9,2%) 1 0,3%
21 DF 260
22 GO 56 1 0,6%
23 MS 31
24 MT 13
SUL 514 (13,2%) 5 1,0%
25 PR 133 2 1,5%
26 SC 184 1 0,5%
27 RS 197 2 1,0%%
BRASIL 3.904 114 2,8%

Fonte: Ministério da saúde


Senhor do Bonfim: Prefeitura decide manter comércio fechado por mais sete dias


O Prefeito de Senhor do Bonfim, Carlos Brasileiro, decidiu que o Decreto Municipal que fechou comércio e suspendeu a feira livre do município, será prorrogado por mais sete dias.

A decisão saiu após mais de duas horas de reunião, ocorrida na manhã deste domingo (29), na prefeitura com secretários municipais e o Comitê de Gestão e Combate ao Coronavírus. Ontem, a reunião foi com representantes do comércio, comerciários, sindicatos, igrejas, etc.

No vídeo abaixo, o prefeito explica porque o decreto será estendido por mais uma semana:

Prefeito Carlos Brasileiro prorroga Decretos que reforçam a prevenção e enfrentamento ao Coronavírus

Posted by Prefeitura de Senhor do Bonfim on Sunday, March 29, 2020

Fonte: Blog do Eloilton Cajuhy