Bahia registra 1.382 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.382 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +3,1%), 45 óbitos (+3,4%) e 1.102 curados (+5,4%). Dos 45.304 casos confirmados desde o início da pandemia, 21.691 já são considerados curados, 22.263 encontram-se ativos e 1.350 tiveram óbito confirmado. As confirmações ocorreram em 358 municípios do estado, com … Leia Mais


Bahia tem 2.345 casos registrados de Covid-19 nas últimas 24 horas

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 2.345 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +5,6%), 42 óbitos (+3,3%) e 2.238 curados (+12,2%). Dos 43.922 casos confirmados desde o início da pandemia, 20.589 já são considerados curados, 22.028 encontram-se ativos e 1.305 tiveram óbitos confirmados. Ressalte-se que o boletim epidemiológico desta sexta-feira (19) apresenta … Leia Mais



Bahia tem mais uma cidade com transporte suspenso; total chega a 315

O município de Baianópolis terá o transporte intermunicipal suspenso a partir de sábado (20). A medida de suspensão de transporte, que foi prorrogada até o dia 21 de junho, tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana. Fica proibida na cidade a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, … Leia Mais


Nordestina: Casos de Covid-19 saltam de 15 para 43 em menos de uma semana

A Secretaria Municipal de Saúde de Nordestina, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou no seu mais novo boletim na noite desta quarta-feira, 17, que o município contabiliza 43 casos de Covid-19, com os 15 novos casos confirmados somente nesta quarta e na terça outros 10. Segundo a Secretaria, alguns desses testes foram realizados pela rede … Leia Mais


Movimento pela prevenção: Rede UniFTC entrega cabine de desinfecção na UPA de Juazeiro


O equipamento foi construído por alunos e professores da faculdade UniFTC de Petrolina e vai ajudar na redução da propagação da covid-19

 

O movimento de solidariedade do grupo educacional UniFTC ganha força a cada dia. Nesta quarta-feira, 17, o diretor da UniFTC de Petrolina, Andrei Mello, e uma equipe formada por professores e alunos instalaram a cabine de desinfecção na Unidade de Pronto Atendimento Dr. João Oliveira (UPA 24h), em Juazeiro. A ação faz parte do Movimento pela Prevenção realizado pela UniFTC desde março, logo após a confirmação do início da pandemia da Covid-19.

 

O túnel de desinfecção começou a funcionar imediatamente na unidade hospitalar e, na ocasião, profissionais iniciaram os primeiros testes com o equipamento. A cabine foi construída para ser usada antes do profissional de saúde se desparamentar. O objetivo é auxiliar na desinfecção dos que trabalham diariamente usando EPIs e estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

 

O equipamento foi recebido com muita satisfação pelo diretor da UPA, Júnior Tanuri. “Ver o empenho da UniFTC em fazer esta parceria neste momento tão difícil, no qual enfrentamos a pandemia da Covid-19, nos enche de alegria. Esta máquina vai ajudar na segurança daqueles que, diariamente, enfrentam a doença. Ficamos muito felizes com o crescimento da educação e o conhecimento aplicado na cidade de Juazeiro. Agradeço em nome do prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim e da secretária de saúde, Fabíola Ribeiro”, mencionou.

 

Segundo o diretor Andrei Mello, o projeto surgiu dentro das unidades que possuem os cursos das Engenharias e só reafirma o compromisso social da UniFTC. “Muito bom saber que estamos contribuindo com algo melhor. O projeto teve como referência as boas práticas promovidas por outros países que também fabricaram estes túneis. Buscamos as regras no Brasil, a Anvisa construiu o protocolo de trabalho e entendemos que seria possível confeccionar dentro dos nossos laboratórios. Foram três semanas montando esta cabine com o apoio dos nossos alunos e professores. A Rede UniFTC tem um prazer de fazer parte desta corrente do bem e beneficiar a comunidade. O custo de fabricação foi alto, mas o benefício é bem maior”, esclareceu o gestor.

 

Cabine de Desinfecção contribui com a redução da transmissão da covid-19

 

Duas cabines foram confeccionadas pelas equipes dos Colegiados das Engenharias Civil e Elétrica da Faculdade UniFTC de Petrolina e irão contribuir para diminuir os riscos de contágio dos profissionais de saúde no momento de retirar os equipamentos de proteção individual (EPI’s) utilizados durante o atendimento aos pacientes.

 

Os túneis possuem um corredor de 2 metros de comprimento por 1 metro de largura. Foram produzidos no laboratório Multidisciplinar III da UniFTC de Petrolina, situada no Vale do São Francisco. A estrutura é confeccionada com matalon galvanizado e possui, ao longo dos dois metros de comprimento, sensores de movimento que ao serem ativados acionam bicos aspersores que produzem uma névoa de solução desinfetante.

 

Solidariedade em Movimento

A rede solidária do grupo educacional da UniFTC continua a todo vapor. A instituição assumiu um compromisso com a sociedade diante da pandemia do novo Coronavírus e vem desenvolvendo diversas iniciativas que estão ajudando a reduzir os impactos gerados neste período de quarentena. Através do Movimento pela Prevenção, a instituição mobilizou alunos, professores e colaboradores nos 7 municípios da Bahia e 1 em Pernambuco em que possui Centros Universitários e faculdades.

No último mês, foram entregues gratuitamente mais de 300 protetores faciais (face shield) pelas faculdades UniFTC de Juazeiro e Petrolina, situada no Vale do São Francisco. O diretor da UniFTC de Petrolina e Juazeiro, Andrei Mello, fala da alegria e satisfação da rede educacional  continuar contribuindo para uma saúde melhor, tanto da comunidade como dos profissionais de saúde.

Vânia Castro
Comunicação e Marketing



Jaguarari registra primeiro óbito causado por coronavírus


A prefeitura de Jaguarari, através da Secretaria de Saúde, informa à população que infelizmente tivemos o primeiro óbito por Covid-19 no município. O paciente, um senhor idoso de 80 anos, portador de doenças crônicas que havia dado entra entrada no Hospital Municipal de Jaguarari no último dia 05 de junho em estado crítico, sendo submetido à testagem rápida para o coronavirus, obtendo o resultado positivo.
Após a piora em seu quadro clínico, o paciente precisou fazer uso do respirador pulmonar enquanto aguardava a transferência para um hospital de referencia na cidade de Remanso. Já internado na nova unidade hospitalar foi confirmado positivo para a Covid-19. O paciente veio a óbito após 08 dias de internamento.
A Secretaria de Saúde do município, através da Vigilância Epidemiológica e Sanitária informa que foram realizadas todas as ações contidas nos protocolos e critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, incluindo testagem dos familiares e profissionais de Saúde que tiveram contato com o paciente. Lamentamos o ocorrido e prestamos condolências aos familiares e amigos.

ASCOM – Prefeitura de Jaguarari


SINDSEP NA LUTA CONTRA O COVID-19


Com aumento do número de casos de Covid-19 na cidade de Campo Formoso, é cada vez maior a preocupação de toda a população, principalmente entre aqueles que continuam desempenhando seu trabalho e, por isso, não podem ficar em casa. É o caso dos servidores públicos municipais, que continuam atuando na manutenção dos serviços públicos essenciais e estão na linha de frente nas ações de combate ao vírus. Pensando nisso, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Campo Formoso (SINDSEP) distribuirá a todos os servidores filiados kits contendo máscaras de tecido (todas categorias) e álcool em gel 70%. Essa já é a segunda ação nesse sentido. Na primeira, ocorrida em abril, foram distribuídas centenas de máscaras de tecido. Para ter acesso aos kits, os servidores filiados poderão comparecer na sede da entidade sindical, de segunda à sexta-feira, das 9h00 às 12h00. Será organizado um sistema de drive-thru com intuito de evitar aglomerações, conforme as recomendações das autoridades de saúde.

Campo Formoso, 17 de Junho de 2020.
ASCOM/Sindsep.

 


Laboratório da Unimed VSF completa 19 anos com uma estrutura moderna, ágil e eficiente


Referência em processamento de exames com segurança, precisão e confiabilidade, o Laboratório da Unimed Vale do São Francisco completa 19 anos com uma estrutura moderna, eficiente e um diferencial: a entrega dos resultados da maioria dos exames em 24 horas com o acesso online.

Aliando tecnologia de ponta a uma equipe altamente qualificada e constantemente treinada, o Laboratório, que fica no 2° andar do Hospital da Unimed de Petrolina, realiza 80 mil exames por mês, com Equipamentos de última geração que permitem análises automatizadas nas áreas de hematologia, bioquímica, hormônio, sorologia, microbiologia, uroanálise, parasitologia, coagulação e imunohematologia.

De acordo com a Responsável Técnica da Unimed VSF, a Biomédica Roxana Cavalcanti, o Laboratório conta com equipamentos com alta tecnologia, utilizados nas principais cidades do País. “Trabalhamos com o Vitros 5600, da Orthoclinical, o qual não necessita de água nem de reagentes líquidos, dessa forma, contribuindo com o meio ambiente na redução de lixo biológico; e o ACL TOP 500, que permite realizar exames de coagulação com rapidez e precisão, além de uma cabine de segurança biológica que protege os profissionais, as amostras e o ambiente”, exemplificou.

Além de operacionalizar com toda essa estrutura, que conta ainda com vários biomédicos e auxiliares de laboratório, Roxana Cavalcanti, chama a atenção também para o cuidado com a captação das amostras.’’ Temos postos de coleta em Petrolina e Juazeiro-BA, onde as amostras são captadas sob a supervisão de profissional qualificado”, pontuou.

Depois de acondicionadas sob temperatura adequada, as amostras são transportadas com os cuidados necessários visando a manutenção da integridade das mesmas. Para garantir segurança e rastreabilidade, as amostras são identificadas com códigos de barras, os resultados são interfaceados e liberados pelo Biomédico responsável.

Funcionamento dos postos de coleta: Operadora Petrolina (6h30 às 14h): NASP (6h30 às 13h); Hospital Unimed Juazeiro (6h30 às 14h) NASJ (7h às 14h).

No sábado todos os postos de coleta das 7h às 9h.

Acesso online dos resultados exames: www.unimedvsf.coop.br


Bahia tem 1.587 casos registrados de Covid-19 nas últimas 24 horas


Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.587 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +4,2%), 36 óbitos (+3,1%) e 927 curados (+5,8%). Dos 39.206 casos confirmados desde o início da pandemia, 16.777 já são considerados curados, 21.248 encontram-se ativos e 1.181 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 358 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (54,81%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ipiaú (10.049,48), Itajuípe (9.906,79), Uruçuca (9.747,06), São José da Vitória (8.661,83) e Salvador (7.367,49).

O boletim epidemiológico contabiliza 39.206 casos confirmados, 75.789 casos descartados e 85.523 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (16).

Na Bahia, 5.493 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2.102 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.265 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 60% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 866 leitos exclusivos para o coronavírus, 622 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 72%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.181 mortes pelo novo coronavírus.

1146º óbito – mulher, 86 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 19/05 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1147º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1148º óbito – homem, 66 anos, residente em Rio do Pires, sem comorbidades, foi internado dia 30/05 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1149º óbito – homem, 64 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 22/05 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1150º óbito – mulher, 61 anos, residente em Milagres, portadora de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 06/06, em domicílio;

1151º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 27/05 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1152º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, doença cardiovascular e demências, incluindo Alzheimer, foi internada dia 27/05 e veio a óbito día 06/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1153º óbito – homem, 60 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Feira de Santana;

1154º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, portador de doença respiratória infecciosa, foi internado dia 25/05 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1155º óbito – homem, 60 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 22/05 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1156º óbito – mulher, 76 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e neoplasias, foi internada dia 30/04 e veio a óbito dia 01/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1157º óbito – homem, 43 anos, residente em Salinas das Margaridas, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 14/06. em unidade da rede pública, em Salvador;

1158º óbito – homem, 77 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi internado dia 08/06 e veio a óbito odia 11/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1159º óbito – homem, 84 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 11/06 e veio a óbito na mesma data (11/06), em unidade da rede privada, em Salvador;

1160º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 16/05 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1161º óbito – homem, 96 anos, residente em Cândido Sales, portador de diabetes, foi internado dia 06/06 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

1162º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de doença cardiovascular e doença respiratória crônica, foi internado dia 01/06 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1163º óbito – homem, 100 anos, residente em Sobradinho, sem comorbidades, foi internado dia 04/06 e veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Sobradinho;

1164º óbito – homem, 59 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, diabetes e doença cardiovascular, foi internado dia 05/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1165º óbito – homem, 37 anos, residente em Camacan, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 15/05 e veio a óbito día 03/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1166º óbito – mulher, 71 anos, residente em Camaçari, portadora de obesidade, foi internada dia 02/06 e veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1167º óbito – homem, 66 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi internado dia 15/06 e veio a óbito na mesma data (15/06), em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1168º óbito – homem, 71 anos, residente em Itajuípe, portador de neoplasias, data de admissão não informada, veio a óbito dia 06/06, em unidade da rede pública, em Itajuípe;

1169º óbito – mulher, 72 anos, residente em Feira de Santana, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 17/05, em domicílio;

1170º óbito – mulher, 60 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1171º óbito – homem, 51 anos, residente em Simões Filho, portador de doença cardiovascular, foi internado dia 25/05 e veio a óbito dia 13/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1172º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica, foi internado dia 07/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1173º óbito – mulher, 51 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internada dia 05/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1174º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 07/06 e veio a óbito na mesma data (07/06), em unidade da rede pública, em Salvador;

1175º óbito – homem, 69 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 31/05 e veio a óbito dia 09/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1176º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidades, foi internada dia 06/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1177º óbito – mulher, 94 anos, residente em Jequié, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Jequié;

1178º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 15/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1179º óbito – homem, 71 anos, residente em Simões Filho, portador de hipertensão arterial e diabetes, foi internado dia 06/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede pública, em Simões Filho;

1180º óbito – mulher, 84 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Salvador;

1181º óbito – mulher, 66 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Salvador.


Contra a Covid-19, Governo do Estado comprou insumos e equipamentos com preços abaixo da média nacional


O Governo do Estado tem feito uma série de investimentos para prevenir a disseminação do coronavírus e atender os pacientes com Covid-19. No esforço para otimizar os recursos públicos, o Governo conseguiu adquirir grande parte dos equipamentos e insumos com valores bem abaixo da média praticada no mercado nacional, como comprovou a auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Um exemplo são as camas fawler básica manual (camas hospitalares com elevação de cabeceira e peseira), cujo custo médio é avaliado em cerca de R$ 3,5 mil e que foram compradas pelo governo baiano por R$ 2,4 mil. No total, foram adquiridas 650 camas desse modelo. Outro caso são as máscaras de proteção respiratória para agentes biológicos (N95 KN95 PFF2). O valor médio contratado pelos estados, de acordo com o painel público Covid-19 nacional (site do TCE-BA), é de R$ 16,02. O Governo do Estado adquiriu 576 mil unidades, pelo preço de cerca de R$ 5, cada.
Concluída na segunda-feira (15), a fase inicial da auditoria do TCE teve início em 31 de março deste ano. O relatório tem o propósito de apresentar as informações preliminares, levantadas até o momento, sobre os impactos da pandemia nas receitas do Estado, sobre as medidas de contenção de despesas e as compras de equipamentos e serviços médicos e hospitalares.
No caso das luvas de procedimento hospitalar, os estados têm pago em média R$ 34,73 pela caixa de 50 pares. A Bahia conseguiu um fornecedor com preço, até o momento, de R$ 21,22. Já os aventais hospitalares custam em média R$ 10,02 e a Bahia comprou 1,3 milhão de unidades por R$ 6,99, cada.

As equipes de auditores apuraram ainda que, de março a maio de 2020, a queda da receita baiana gira em torno de 19,71% quando comparada ao mesmo período de 2019, o que reforça a importância de otimizar os recursos nos processos de compra para enfrentamento da pandemia.

……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Município de Sobradinho decreta ‘lockdown’ a partir desta segunda (15)


O  município de Sobradinho, no Norte da Bahia, adota lockdown a partir desta segunda-feira (15). A medida, tomada para desacelerar a propagação do novo coronavírus, é válida até quinta-feira (18), segundo a prefeitura.

De segunda-feira (15) a quinta-feira (18) as entradas da cidade estarão fechadas, sendo permitido apenas o acesso de ambulâncias e veículos que transportem pessoas com necesside comprovada, através de documento, de se deslocar para atividades profissionais, além de transporte de mercadorias essenciais. Além disso, está proibida a circulação de pessoas na cidade, exceto para realização de alguma necessidade, devidamente comprovada por documento, de atividades ligadas a saúde, como aquisição de produtos médicos-hospitalares, atendimento médico e trabalho nos serviços considerados essenciais.

Estabelecimentos de venda de alimentos prontos deverão permanecer fechados, ficando proibido, inclusive, o sistema de delivery. As entregas de gás e água só podem acontecer até as 20h.

Sobradinho registra até o momento 73 casos da infecção pelo novo coronavírus e sete mortes por causa da doença. Diante do crescimento diário no número de casos, o Comitê de Operações de Emergência em Saúde Pública decidiu pelo bloqueio total por quatro dias, encerrando na quinta-feira (18), mas também podendo ser prorrogado.(Radardabahia)


Rui afirma que não acredita em invasões a hospitais baianos e faz convite a representantes do Ministério da Saúde


“Acreditamos no bom senso, na serenidade e na responsabilidade dos baianos e baianas. As pessoas têm ciência do sofrimento de quem está dentro do hospital, do trabalho exaustivo de quem está lá tentando salvar vidas humanas. Tenho certeza que baianos e baianas respeitam as famílias que estão orando para que seus parentes consigam sobreviver”. A declaração foi dada pelo governador Rui Costa em entrevista à CNN Brasil, na manhã deste sábado (13), ao comentar a carta divulgada pelo Consórcio Nordeste ontem. No documento, os nove governadores da região criticam o incentivo dado pelo presidente da República à invasão de hospitais. “É inacreditável ouvir esse tipo de declaração”, disse o governador à emissora.
Durante a entrevista, Rui afirmou que não adotou medidas especiais para evitar invasões a unidades de saúde na Bahia por acreditar na responsabilidade dos baianos e fez um convite a representantes do Ministério da Saúde. “Esperamos e acreditamos que não vai haver adesão a esse tipo de apelo do presidente. Se o presidente está ansioso para ter notícias de dentro dos hospitais eu quero convidar representantes do Ministério da Saúde a fazer visitas às unidades. Não só da Bahia e do Nordeste, mas do Brasil inteiro. Venham visitar, venham acompanhar, venham conhecer as instalações”, disse o governador baiano.

Bahia tem 36.401 casos confirmados de Covid-19


Bahia registra 36.401 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 19,21% do total de notificações no estado. O boletim epidemiológico ainda contabiliza 15.486 pessoas recuperadas, 1.105 óbitos e 19.810 indivíduos monitorados pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 357 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (54,97%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Itajuípe (9.516,37), Ipiaú (8.872,32), São José da Vitória ( 8.485,06), Uruçuca (8.236,27) e Salvador (8.236,27).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 71.532 casos descartados e 81.601 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas deste domingo (14).

Na Bahia, 5.162 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 2082 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1298 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 62% No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 866 leitos exclusivos para o coronavírus, 665 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 77%.

Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 1.105 mortes pelo novo coronavírus.

1070º óbito – homem, 61 anos, residente em Camaçari, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Sem informação acerca da data de admissão no hospital, veio a óbito dia 30/05, em hospital da rede pública, em Guamaré, Rio Grande do Norte;

1071º óbito – homem, 31 anos, residente em Eunápolis, sem comorbidades. Internado dia 03/06, veio a óbito dia 04/06 em hospital da rede pública, em Eunápolis;

1072º óbito – homem, 83 anos, residente em Salvador, sem informações sobre a existência de comorbidades. Internado dia 01/06, veio a óbito dia 06/06, em hospital militar federal, em Salvador;

1073º óbito – mulher, 68 anos, residente Lauro de Freitas, portadora de neoplasia. Internada dia 24/05, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede particular, em Salvador;

1074º óbito – mulher, 59 anos, residente em Simões Filho, sem comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 31/05, em hospital da rede pública, em Simões Filho;

1075º óbito – homem,78 anos, residente em Candeias, portador de doença renal crônica. Internado dia 03/06, veio a óbito dia 06/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1076º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 23/05, veio a óbito dia 31/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1077 óbito – mulher, 79 anos, residente em Salvador, sem comorbidades. Sem informação acerca da data de internação, veio a óbito dia 03/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1078º óbito – mulher, 44 anos, residente em Lauro de Freitas, sem informações acerca de comorbidades. Internada dia 31/05, veio a óbito dia 01/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1079º óbito – homem, 98 anos, residente em João Dourado, sem comorbidades. Não foi internado e veio a óbito dia 08/06, em seu domicílio, em João Dourado;

1080º óbito – homem, 37 anos, residente em Feira de Santana, portador de diabetes mellitus. Internado dia 07/06, veio a óbito dia 12/06, em hospital da rede pública, em Feira de Santana;

1081º óbito – homem, 72 anos, residente em Simões Filho, sem informações acerca de comorbidades. Sem data informada de internação, veio a óbito dia 29/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1082º óbito – homem, 83 anos, residente em Caculé, portador de hipertensão arterial. Internado dia 14/05, veio a óbito dia28/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1083º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, portador de doença renal crônica. Internado dia 19/05, veio a óbito dia 26/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

1084º óbito – homem, 67 anos, residente em Miguel Calmon, sem informações acerca de comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 04/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1085º óbito – mulher, 89 anos, residente em Feira de Santana, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede pública, em Feira de Santana;

1086º óbito – homem, 56 anos, residente em Candeias, portador de hipertensão arterial e diabetes mellitus. Internado dia 28/05, veio a óbito no mesmo dia (28/05), em unidade da rede pública, em Candeias;

1087º óbito – homem, 84 anos, residente em Itagibá, sem informações acerca de comorbidades. Sem informação sobre a data de internação, veio a óbito dia 18/05, em unidade da rede pública, em Ipiaú;

1088º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus, doença cardiovascular e imunodeficiência. Internado dia 08/06, veio a óbito dia 10/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1089º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 06/06, veio a óbito dia 11/06, em hospital da rede particular, em Salvador;

1090º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de diabetes mellitus. Internado dia 21/05, veio a óbito dia 08/06, em hospital da rede pública, em Salvador;

1091º óbito – mulher, 87 anos, residente em Santo Amaro, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 05/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1092º óbito – mulher, 81 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 09/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1093º óbito – mulher, 46 anos, residente em Ilhéus, portadora de hipertensão arterial. Internada dia 02/06, veio a óbito dia 07/06, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

1094º óbito – mulher, 87 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 31/05 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede privada;

1095º óbito – homem, 95 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença renal crônica, foi internado dia 27/05 e veio a óbito dia 09106, em unidade das Forças Armadas;

1096º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, hipertensão arterial, obesidade e doença renal crônica, foi internado dia 20/05 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1097º óbito – mulher, 91 anos, residente em Itabuna, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 05/06, em unidade da rede pública, em Itabuna;

1098º óbito – homem, 63 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 11/05 e veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1099º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internada dia 09/06 e veio a óbito dia 12/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1100º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes e doença respiratória crônica, foi internada dia 04/06 e veio a óbito dia 08/06, em unidade da rede filantrópica, em Salvador;

1101º óbito – homem, 81 anos, residente em Sobradinho, portador de neoplasias, foi internado dia 04/06 e veio a óbito dia 10/06, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1102º óbito – mulher, 53 anos, residente em Teixeira de Freitas, sem informação de comorbidades, data de admissão não informada, veio a óbito dia 07/06, em unidade da rede pública, em Teixeira de Freitas;

1103º óbito – homem, 86 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, data de admissão não informada, veio a óbito dia 11/06, em unidade da rede privada, em Salvador;

1104º – mulher, 76 anos, residente em Juazeiro, portadora de hipertensão arterial, foi internada dia 28/05 e veio a óbito dia 31/05, em unidade da rede pública, em Juazeiro;

1105º óbito – mulher, 66 anos, residente em Eunápolis, portadora de hipertensão arterial e diabetes, foi internada dia 06/06 e veio a óbito na mesma data (06/06), em unidade da rede pública, em Eunápolis.