Nordestina registra 3º caso de Covid-19; duas pessoas estão recuperadas

Nordestina, na região sisaleira da Bahia, registrou o terceiro caso confirmado de infecção pelo novo coronavírus, conforme resultado de amostra enviada ao Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen). A informação foi divulgada no início da noite deste sábado (23) pela secretaria de Saúde do município. O paciente é um morador da cidade que … Leia Mais


Bahia tem 17.626 casos confirmados de Covid-19

A Bahia registra 17.626 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 15,44% do total de notificações no estado. Os 29 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico deste sábado (30) referem-se a um período de 14 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela … Leia Mais



O cotidiano do Agente Comunitário de Saúde em tempos de pandemia é tema de live promovida pela UNEB em Senhor do Bonfim

“O cotidiano do Agente Comunitário de Saúde: o olhar de uma enfermeira” será discutido na segunda edição do projeto “Bate papo entre amigos: compartilhando reflexões sobre a pandemia” do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB. A discussão será realizada nesta segunda-feira (01), às 16h, com transmissão pelo perfil no Instagram @silgnunes. A live … Leia Mais


Rui alerta sobre contaminação alta entre jovens

O governador Rui Costa pediu, nesta sexta-feira (29), união à população para que a Bahia possa superar a pandemia de Covid-19. “Nessa semana, em que aumentamos o isolamento social com o feriadão, o resultado apareceu imediatamente. Tivemos quatro dias com um número estabilizado de casos ativos de coronavírus, que são as pessoas internadas ou infectadas … Leia Mais


UNEB em Senhor do Bonfim e HEMOBA juntos pela doação voluntária de sangue com agendamento


A UNEB e a HEMOBA estão juntos pela doação voluntária de sangue com horário marcado para evitar aglomeração de pessoas. Os estoques estão muito baixos em várias unidades da HEMOBA, inclusive em Senhor do Bonfim. Por isso, o Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB, alerta sobre a importância da doação de sangue, ato que pode salvar vidas.

A pandemia do novo coronavírus ocasionou a baixa adesão de doadores de sangue. Essa diminuição pode ser explicada pelo medo do doador se contaminar em ambiente hospitalar, ou ainda, devido a restrições decorrentes do contato de doadores com pessoas que apresentem sintomas da Covid-19.

No entanto, é importante salientar que o consumo de sangue é diário e contínuo por pessoas com anemias crônicas, por acidentes que causam hemorragia, tratamento de câncer e outras doenças graves.

Os hemocentros estão preparados para recebê-los. De acordo com informações da Agência de Saúde, esses serviços estão disponibilizando condições que atendem às orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Além do cuidado com agendamentos para evitar aglomeração de pessoas.

Para realizar a doação no hemocentro de Senhor do Bonfim ligue (74) 3541-3256, ou agende pelo e-mail: [email protected]

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC- DEDC/UNEB)
Com informações da Agência de Saúde.



Filadélfia tem primeiro óbito por Coronavírus


A Prefeitura de Filadélfia, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que infelizmente ocorreu nesta quinta-feira (28), um óbito por Coronavírus.

Nos 3 casos que foram confirmados na cidade, uma pessoa teve os sintomas mais severos da doença na madrugada de hoje (28) e não resistiu. O diagnóstico foi dado através do teste do Ministério da Saúde.

A secretária de Saúde, Kellyn Duany concede explicação mais detalhada no vídeo.

*Assista! *📹
#FicaemcasaFiladélfia😷 Mas se precisar sair, saia de máscara 😷
___
SEMUS
Prefeitura de Filadélfia


Bahia registra 15.070 casos confirmados de coronavírus


A Bahia registra 15.070 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 15,18% do total de notificações no estado. Os 36 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico desta quarta-feira (27) referem-se a um período de 17 dias, conforme observado nos perfis detalhados. Ou seja, não ocorreram em 24 horas. Estas notificações tardias estão sendo apuradas pela Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e pela Corregedoria.

Considerando o número de 15.070 casos confirmados, 5.149 recuperados e 531 óbitos, 9.390 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 2.234 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 263 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (63,16%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (4.581,12), Ipiaú (4.250,87), Itabuna (3.695,66), Salvador (3.268,76) e Ilhéus (3.086,36).

O boletim epidemiológico registra 38.628 casos descartados e 99.304 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h30 desta quarta-feira (27).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.679 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 931 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 55%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 719 leitos exclusivos para o coronavírus, 489 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 68%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames
O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 48.314 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 27 de maio de 2020. Estão em análise 3.403 exames.

Óbitos
A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 531 mortes pelo novo coronavírus.

496º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada no dia 11/05 e veio a óbito dia 23/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

497º óbito – homem, 57 anos, residente em Salvador, sem comorbidade, foi internado dia 13/05 e veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

498º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial, foi internado dia 17/05 e veio a óbito no mesmo dia, em hospital da rede pública, em Salvador;

499º óbito – mulher, 63 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial, foi internado dia 14/05 e veio a óbito dia 24/05, em hospital privado, em Salvador;

500º – mulher, 81 anos, residente em Salvador, histórico de hipertensão arterial, diabetes e doença do sistema nervoso, foi internada no dia 15/05 e veio a óbito 19/05, em hospital privado, em Salvador;

501º – mulher, 84 anos, residente em Ilhéus, histórico de hipertensão arterial, foi internada dia 02/05 e veio a óbito dia 20/05, em hospital da rede pública, em Ilhéus;

502º – mulher, 95 anos, residente em Salvador, sem comorbidade, foi internada dia 14/05 e veio a óbito dia 24/05, em hospital provado, em Salvador;

503º – mulher, 46 anos, residente em Salvador, obesa e portadora de doença autoimune, foi internada 15/05 e veio a óbito dia 20/05, em hospital privado, em Salvador;

504º – homem, 35 anos, residente em Nova Rosalândia (TO), sem comorbidade, não foi informada a data de admissão na unidade, onde veio a óbito dia 24/05, em hospital público, em Buritirama;

505º – homem, 38 anos, residente em Lauro de Freitas, com doença hematológica, não foi informada a data de admissão na unidade, onde veio a óbito dia 18/05, em unidade pública, em Lauro de Freitas;

506º – mulher, 67 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial, diabete, doença cardiovascular, doença respiratória crônica e obesidade, foi internada dia 12/05 e veio a óbito ia 26/05, em hospital provado, em Salvador;

507º óbito – homem, 50 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial e obesidade, foi internado 21/05 e veio a óbito25/05, em hospital público, em Salvador;

508º óbito – homem, 53 anos, residente em Salvador, com histórico de doença cardiovascular, foi internado dia 04/05 e veio a óbito25/05, em hospital privado, em Salvador;

509º óbito – homem, 42 anos, residente em Salvador, com histórico de diabete, foi internado dia 12/05 e veio a óbito 24/05, em hospital privado, em Salvador;
510º – homem, 48 anos, residente em Salvador, com histórico de doença cardiovascular, foi internado 15/05 e veio a óbito dia 23/05, em hospital privado, em Salvador;

511º – mulher, 66 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial e diabete, foi internada 13/05 e veio a óbito dia 25/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

512º – mulher, 73 anos, residente em Salvador; com histórico de doença cardiovascular, foi internada 10/05 e veio a óbito dia 22/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

513º – homem, 47 anos, residente em Jequié, sem informação de comorbidade, foi internado dia 20/05 e veio a óbito 21/05, em hospital da rede pública, em Jequié;

514º – homem, 52 anos, residente em Salvador, histórico de hipertensão arterial, sem informação da data de internação, foi a óbito dia 22/05, em hospital público, em Salvador;

515º – homem, 41 anos, residente em Jequié, com histórico de hipertensão arterial; foi internado 05/05 e foi a óbito dia 20/05, em hospital da rede pública, em Jequié;

516º – homem, 55 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidade, foi internado 14/05 e veio a óbito dia 23/05, em hospital privado, em Salvador;

517º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, com histórico de doença do sistema nervoso, foi internada 11/05 e veio a óbito dia 23/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

518º óbito – homem, 93 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial e diabete, foi internado 12/05 e veio a óbito dia 26/05, em hospital privado, em Salvador;

519º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, sem comorbidade, foi internado 21/05 e veio a óbito dia 24/05, em hospital privado, em Salvador;

520º óbito – homem, 80 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial, sem informação da data de internação, veio a óbito dia 22/05, em hospital da rede pública, em Salvador

521º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, com histórico de doença do sistema nervoso, sem informação da data de internação, veio a óbito dia 10/05, em Salvador

522º óbito – mulher, 47 anos, residente em Wenceslau Guimarães, sem informação de comorbidade e da data de internação, veio a óbito dia 19/05, em hospital privado, em Salvador;

523º – homem, 68 anos, residente em Salvador, sem informação de comorbidade e da data de internação, veio a óbito dia 22/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

524º óbito – mulher, 83 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial e diabete, sem informação dada de internação, veio a óbito em 22/05, em Salvador;

525º óbito – mulher, 69 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial sistêmica, sem informação da data de internação, veio a óbito dia 22/05, em Salvador;

526º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, portador de diabete, foi a óbito em 22/05, em uma UPA, em Salvador;

527º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, histórico de diabete e hipertensão arterial, sem informação da data de internação, veio a óbito dia 21/05;

528º óbito – homem, 30 anos, residente em Salvador, sem informações de comorbidade e data de internação, veio a óbito dia 18/05, em Salvador;

529º óbito – homem, 88 anos, residente em Salvador, histórico de hipertensão arterial sistêmica, sem informação da data de internação, veio a óbito dia 13/05, em Salvador;

530º óbito – mulher, 55 anos, residente em Salvador, histórico de diabete, sem informação da data de internação, veio a óbito dia 22/05, em Salvador;

531º – homem, 69 anos, residente em Salvador, com histórico de hipertensão arterial sistêmica, sem informações da data de internação, veio a óbito dia 14/05, em hospital da rede pública, em Salvador;

Faixa etária
Quanto ao sexo dos casos confirmados, 45,22% foram do sexo feminino, 37,01% foram do sexo masculino e 17% sem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 20,45% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos ou mais (1.444,64 /1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.343,43 /1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

Critérios para os exames da Covid-19

No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença


Prefeitura de Filadélfia publicará novo Decreto nas próximas horas, permitindo a reabertura gradual dos Estabelecimentos Comerciais não essenciais.


Às medidas de combate à COVID-19, são dinâmicas e acontecem de acordo com às necessidades e realidade de cada município, podendo ocorrer mudanças, pois toda fase de adaptação está sujeita alterações e ajustes , principalmente, quando se trata de estratégias para o bem comum.

Em vídeo, o prefeito Louro Maia, explica e pede a população e ao comércio, encarecidamente, que obedeçam e cumpram às medidas de enfrentamento ao vírus.
A taxa de isolamento social de Filadélfia, está muito abaixo do ideal que é 70%, por conta disso, após orientações da UPB e CNM, a Prefeitura decidiu estender o Decreto Estadual que antecipou feriados, porém hoje (27/05) resolveu que a partir de amanhã (28/05), a maioria dos Estabelecimentos Comerciais não essenciais poderão funcionar, já que mesmo fechados nos últimos dois dias, a taxa de isolamento não aumentou. Mas infelizmente, se todos não colaborarem obedecendo às restrições e atendendo aos critérios, ações mais restritivas e impeditivas poderão acontecer a qualquer momento.

Assista e saiba mais!

Prefeitura de Filadélfia
GOVERNO DA RECONSTRUÇÃO


Estudo aponta Cansanção como exemplo no combate ao Covid-19 com isolamento social de 53,9%


Dados divulgados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), na última quarta-feira (20), colocaram o município de Cansanção como referência no combate ao Covid-19 na Bahia com 53,9% da população em isolamento social.

O estudo mostrou que dos 417 municípios baianos, apenas 16 registraram índices de isolamento social acima dos 50%, mínimo recomendado por autoridades sanitárias. O índice, elaborado pela empresa InLoco, provedora oficial dos dados para o Estado, estima o percentual da população que está respeitando as recomendações de isolamento.

As informações podem ser encontradas na plataforma online InfoVis Bahia, que contém dados de monitoramento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

Os maiores valores de isolamento social foram registrados pelos municípios de Jaguaripe, Cairu, Ouriçangas, Jandaíra, Cansanção, Itanagra, Conde, Maraú, Cachoeira, Apuarema, Nilo Peçanha, Novo Triunfo, Itaparica, Salinas da Margarida, Caraíbas e Maragogipe também registraram índices acima do recomendado.

Os municípios de Cansanção (53,9% – Sisal), Maraú (52% – Litoral Sul), Apuarema (51% – Médio Rio de Contas), Novo Triunfo (50,7% – Semiárido Nordeste II), Itaparica (50,5%- Metropolitana de Salvador) e Caraíbas (50,4% – Sul do Oeste Baiano) são os melhores nos respectivos territórios de identidade.

Os piores resultados registrados por municípios na Bahia, ainda sem casos confirmados, foram as cidades de Feira da Mata, Tabocas do Brejo Velho e Gavião, que apresentaram valores abaixo dos 30%. Ibotirama, mesmo já tendo um caso confirmado da covid-19, apresentou índice de isolamento social abaixo de 30%.

“Prover análise de dados no enfrentamento da Covid-19 busca gerar insights que auxiliem as decisões de políticas públicas”, ressalta a diretora-geral da SEI, Jorgete Costa, sobre a importância do trabalho realizado pela instituição.

Além das informações sobre o isolamento social por município, são atualizados diariamente na plataforma, número de pessoas infectadas no âmbito Bahia, Nordeste e Brasil, número de óbitos provenientes da Covid-19, gênero das pessoas infectadas, leitos exclusivos, faixa etária e número de casos confirmados por município baiano, por estados do Nordeste e todo território nacional. A evolução de casos por dia na Bahia, dentre outros dados da Covid-19, também podem ser acompanhados diariamente na plataforma.(Portal de noticias.net)


Governador da Bahia critica posicionamento da ANTT e a faz apelo público ao ministro da Saúde


Na manhã desta quarta-feira (27), durante entrevista à rádio Metrópole FM, o governador Rui Costa criticou as ações adotadas pelo Governo Federal para impedir a suspensão do transporte interestadual na Bahia e fez apelo ao ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. O chefe do executivo baiano ponderou que, enquanto foi possível impedir a circulação dos ônibus no interior do estado, houve maior controle da taxa de disseminação do novo coronavírus. Rui Costa afirma que uma série de decisões liminares é concedida permitindo a liberação do transporte interestadual e isto ocorre em função do posicionamento da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que segue a orientação do Governo Federal pela manutenção da circulação dos ônibus.
Ainda segundo o governador,  a falta de unificação do país nas ações de combate a pandemia à Covid-19 impede uma retomada mais rápida das atividades nos estados. “Durante quase 60 dias, enquanto conseguimos manter ônibus interestaduais sem entrar nas cidades do interior, cerca de 250 municípios não registraram casos do coronavírus. A partir das liminares conseguidas pelas empresas de transporte, em função da posição da ANTT, o vírus começa se espalhar rapidamente. E são empresas, inclusive, que não fazem transporte regular. Elas fazem transporte clandestino camuflado de transporte de turismo e induzem a justiça ao erro”.
Rui Costa ainda fez um apelo público ao ministro da Saúde. “Eu faço esse apelo ao ministro, se ele, de fato, quer ajudar o povo brasileiro, que nos ajude a suspender essas autorizações da ANTT para com isso impedir que o vírus caminhe para o interior do Brasil e da Bahia. O ministro, que é um general, sabe que não se vence uma batalha com o exército dividido e com cada um atirando para um lado”.
O governador também ressaltou que está sendo travada uma disputa judicial para derrubar as liminares. “O Estado tem que recorrer de cada uma das decisões obtidas pelas empresas na justiça para impedir que o vírus se distribua pela Bahia. O nosso esforço deveria estar voltado para derrotar esse vírus e todos seguindo na mesma direção. É inacreditável a falta de sensibilidade com a saúde pública e a vida humana. Essa forma de atuar do Governo Federal só tem prolongado a crise”.
……………………………………………………………………………………….

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia


Jacobina registra mais 01 caso de Coronavírus e total agora é de 36 infectados


Nesta quarta-feira, 27 de maio de 2020, a Secretaria de Saúde anunciou mais 01 caso positivo de Covid-19 em Jacobina e agora o total é de 36 infectados. O novo registro ocorreu no Bairro do Perú, que chega a 7 infectados, 03 curados e 01 óbito.
Apenas 04 pessoas aguardam resultado do Lacen. O novo boletim epidemiológico trás também informações por género e faixa etária. Os infestados foram 17 homens e 19 mulheres.
Fonte: Augusto Urgente!

Bahia recebe 219 respiradores em uma semana


Com a chegada de outros 12 respiradores à Bahia, no início da tarde desta quarta-feira (27), o Estado completa 219 equipamentos recebidos, em uma semana, para reforçar a luta contra o coronavírus em todo o território estadual.
Cada respirador atende até dois pacientes por mês, o que representa 418 pessoas a mais, em toda a Bahia, com acesso à terapia intensiva na última semana. Esses equipamentos estão sendo integrados à estrutura dos leitos montados nos centros de tratamento da Covid-19, disponibilizados pelo Estado, na capital e no interior.
Na última quarta-feira (20), chegaram à capital baiana 159 respiradores e, na quinta (21), vieram outros 48. Em Salvador, receberão os equipamentos a Arena Fonte Nova, o Instituto Couto Maia e os hospitais Ernesto Simões e do Subúrbio. No interior, os respiradores serão utilizados em locais como os hospitais do Oeste, em Barreiras, e Costa do Cacau, em Ilhéus, e em outras unidades contratadas pelo Estado para serem referências regionais de tratamento da doença.

Fotos: Elias Santos/Divulgação


Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus


A Bahia registra 14.566 casos confirmados de coronavírus (Covid-19), o que representa 15,38% do total de notificações no estado. Os 18 óbitos contabilizados no boletim epidemiológico desta terça-feira (26) referem-se a um período de 20 dias, conforme observado nos perfis detalhados. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) determinou que a Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) e a Corregedoria apurem as responsabilidades, bem como as circunstâncias que levaram a notificações tardias aos órgãos de vigilância.

Considerando o número de 14.566 casos confirmados, 4.680 recuperados e 495 óbitos, 9.391 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 2.158 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 258 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (63,57 %). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (4.532,38), Ipiaú (4.098,27), Itabuna (3.658,14), Salvador (3.166,05) e Ilhéus (2.833,79).

O boletim epidemiológico registra 37.852 casos descartados e 94.689 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h30 desta terça-feira (26).

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.658 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 917 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 55%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 678 leitos exclusivos para o coronavírus, 465 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 68,58%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 47.030 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 26 de maio de 2020.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 495 mortes pelo novo coronavírus.

478º óbito – mulher, 75 anos, residente em Salvador, portadora de diabetes e doença cardiovascular, foi internada dia 15/05 e veio a óbito dia 24/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

479º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, doença cardiovascular e doença renal crônica, foi internado dia 14/05 e veio a óbito dia 24/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

480º óbito – mulher, 68 anos, residente em Salvador, portadora de doença cardiovascular, foi internada dia 10/05 e veio a óbito dia 24/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

481º óbito – homem, 39 anos, residente em Salvador, portador de obesidade, foi internado dia 14/05 e veio a óbito dia 18/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

482º óbito – homem, 37 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 18/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

483º óbito – homem, 59 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, foi internado dia 15/05 e veio a óbito dia 18/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

484º óbito – mulher, 85 anos, residente em Jequié, sem comorbidades, foi internada dia 07/05 e veio a óbito 20/05, em unidade da rede pública, em Jequié;

485º óbito – mulher, 31 anos, residente em Ipiaú, portadora de obesidade, foi internada dia 12/05 e veio a óbito dia 13/05, em unidade da rede pública, em Ilhéus;

486º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, foi internado dia 19/05 e veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

487º óbito – mulher, 85 anos, residente em Salvador, portadora de hipertensão arterial, diabetes, neoplasia e doença de Alzheimer, foi internada dia 03/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

488º óbito – mulher, 67 anos, residente em Salvador, portadora de neoplasia, foi internada dia 06/05 e veio a óbito na mesma data, em unidade da rede pública, em Salvador;

489º óbito – mulher, idade não informada, residente em Simões Filho, sem comorbidades, foi internada dia 20/05 e veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Simões Filho;

490º óbito – homem, 79 anos, residente em Macarani, portador de hipertensão arterial, foi internado dia 21/05 e veio a óbito dia 26/05, em unidade da rede pública, em Vitória da Conquista;

491º óbito – homem, 72 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial e doença cardiovascular, foi internado dia 05/05 e veio a óbito dia 15/05, em hospital filantrópico, em Salvador;

492º óbito – homem, 75 anos, residente em Salvador, portador de hipertensão arterial, foi internado data de admissão não informada e veio a óbito dia 20/05, em unidade da rede privada, em Salvador;

493º óbito – homem, 67 anos, residente em Salvador, portador de diabetes, data de admissão não informada, veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

494º óbito – mulher, 30 anos, residente em Salvador, portadora de doença renal crônica, data de internação não informada, veio a óbito dia 22/05, em unidade da rede pública, em Salvador;

495º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, portador de diabetes e hipertensão arterial, data de internação não informada, veio a óbito dia 21/05, em unidade da rede pública, em Salvador.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados 44,96% foram do sexo feminino, 36,68% do sexo masculino e 18% sem informação. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 20,75% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 anos e mais (1.392,91/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.317,28/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em www.saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

Critérios para os exames da Covid-19

No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença