Mais 48 respiradores chegam à Bahia para reforçar luta contra coronavírus

Mais 48 respiradores chegaram ao Aeroporto Internacional de Salvador, no início da tarde desta quinta-feira (21), em um voo comercial da Latam. Fabricados na China, os equipamentos foram adquiridos pelo Estado e serão utilizados na montagem de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na capital e no interior. A carga chega menos de 24 … Leia Mais



Hospitais baianos começam a receber novos respiradores para tratamento da Covid-19

Um carregamento de 159 respiradores chegou ao aeroporto de Salvador na noite desta quarta-feira (20). Os equipamentos serão utilizados na criação de novos leitos de UTI para o tratamento de pacientes infectados com o novo coronavírus. Eles serão destinados a unidades de Salvador, Ilhéus, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Juazeiro, Jequié e Irecê. A distribuição … Leia Mais


Governo do Estado recebe 159 respiradores para utilização na capital e interior

O Governo da Bahia recebeu uma carga com 159 respiradores mecânicos, na noite desta quarta-feira (20). O material foi desembarcado no terminal de cargas da empresa Latam em Salvador e encaminhado a um depósito para posterior esterilização. O governador Rui Costa acompanhou o desembarque dos equipamentos presencialmente. “Com esses respiradores, nós vamos montar leitos de … Leia Mais


Bahia tem 11.197 casos confirmados de Covid-19 e 362 óbitos

A Bahia registra 11.197 casos confirmados de Covid-19, o que representa 17,43% do total de casos notificados no estado e 362 óbitos. Cumpre ressaltar que, desde o dia 19 de maio, 2.377 casos confirmados aguardam validação dos municípios. Considerando o número de 11.197 casos confirmados, 3.216 recuperados e 362 óbitos, 7.619 pessoas permanecem monitoradas pela … Leia Mais


FILADÉLFIA: POLÍCIA CIVIL PRENDE JOVEM ACUSADO DE DUAS TENTATIVAS DE HOMICÍDIO E APREENDE ARMA DE FOGO


Nessa terça-feira dia 19 de maio de 2020, Policiais Civis 19ª COORPIN, estiveram cumprindo mandado de PRISÃO PREVENTIVA, representado pela Delegada Substituta de Filadélfia, e prenderam um jovem de 21 anos, acusado de duas tentativas de homicídios naquela cidade, o 1º se deu em 07/05/2020, contra uma jovem. Já a segunda tentativa de homicídio foi contra um menor na data de 19/01/219.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão na residência do autor, a polícia encontrou uma espingarda de fabricação caseira, equivalente ao cal. 12, o mesmo confessou que aquela foi a arma utilizada para atirar na jovem em Filadélfia, bem como confessou a tentativa contra o menor em janeiro de 2019.

Diante da força de mandado o elemento recebeu voz de prisão em flagrante delito, por posse ilegal de arma de fogo, encontra-se preso a disposição da justiça.

Fonte: Blog do Netto Maravilha/Ascom 19ª Coorpin


Bahia tem 11.013 casos confirmados de Covid-19 e 326 óbitos


A Bahia registra 11.013 casos confirmados de Covid-19, o que representa 17,29% do total de casos notificados no estado e 326 óbitos. Cumpre ressaltar que, no dia 19 de maio, 2.377 casos confirmados aguardam validação dos municípios.

Considerando o número de 11.013 casos confirmados, 2.803 recuperados e 326 óbitos, 7.884 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Na Bahia, 1.724 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 220 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (61,73%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (3.119,06), Itabuna (2.973,41), Ipiaú (2.812,11), Ilhéus (2.421,04) e Salvador (1.855,97).

O boletim epidemiológico registra 29.133 casos descartados e 63.678 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.293 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 683 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 53%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 527 leitos exclusivos para o coronavírus, 342 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 65%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 37.404 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 19 de maio de 2020. Atualmente, 3.575 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 326 mortes pelo novo coronavírus. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 18 horas desta terça-feira (19).

313º óbito – homem, 71 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes e hipertensão arterial, veio a óbito dia 13/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

314º óbito – mulher, 50 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede privada, em Salvador.

315º óbito – homem, 78 anos, residente em Salvador, comorbidades hipertensão arterial, doenças renais crônicas em estágio avançado, diabetes, veio a óbito dia 17/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

316º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, comorbidade doença cardiovascular crônica, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede privada, em Salvador.

317º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, comorbidade hipertensão arterial, veio a óbito dia 18/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

318º óbito – mulher, 61 anos, residente em Salvador, comorbidades obesidade e doença renal, veio a óbito dia 17/05, em hospital da rede pública.

319º óbito – homem, 55 anos, residente em Salvador, comorbidade diabetes, veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

320º óbito – mulher, 55 anos, residente em Miguel Calmon, comorbidade neoplasia e hipertensão arterial, veio a óbito dia 15/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

321º óbito – mulher, 80 anos, residente em Salvador, comorbidade doença de Alzheimer, veio a óbito dia 08/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

322º óbito – mulher, 72 anos, residente em Salvador, comorbidade sequela de AVC (Acidente Vascular Cerebral), veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

323º óbito – homem, 68 anos, residente em Salvador, comorbidade diabetes e doença cardíaca crônica, veio a óbito dia 07/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

324ª mulher, 54 anos, residente em Salvador, comorbidades diabetes e hipertensão arterial, veio a óbito dia 11/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

325º óbito – homem, 58 anos, residente em Salvador, comorbidade hipertensão arterial, veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

326º óbito – mulher, 84 anos, residente em Salvador, comorbidade doença de Alzheimer, veio a óbito dia 18/05, em hospital filantrópico, em Salvador.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 43,03% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 24,21% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 e mais (1.205,86/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.162,74/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

Critérios para os exames da Covid-19

No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença.

Já o teste rápido, que detecta os anticorpos, deve ser utilizado em pacientes com quadro clínico-epidemiológico compatível com a Covid-19; profissionais de segurança pública e de saúde em atividade, independente de sintomas; contato domiciliar de profissional de saúde ou de segurança pública em atividade, independente dos sintomas; pessoas com 60 anos ou mais, sintomáticos ou não, residentes em instituições de longa permanência de idosos ou portadores de comorbidades de risco para complicação da Covid-19


Tabagismo e coronavírus são combinação catastrófica, diz fundação


O diretor executivo da Fundação do Câncer, Luiz Augusto Maltoni, disse que como o tabagismo é fator de risco para infecções respiratórias, doenças vasculares, cardiovasculares e pulmonares, e o novo coronavírus tem aí sua principal porta de entrada, a “combinação é catastrófica”.

Análise publicada na China, dos primeiros casos de covid-19, comparando grupos de fumantes e não fumantes, mostrou que a doença teve evolução mais grave e maior índice de letalidade no grupo de fumantes. “Alguns artigos mostraram 1,5 vez mais, outros 2,4 vezes mais. Ou seja, você mais do que duplica a chance de a doença se agravar e duplica os óbitos em relação ao grupo que não fuma.”

Disseminação

Maltoni chamou a atenção para o fato de o vírus se disseminar com facilidade, principalmente por contaminação pelo perdigoto (gotículas contaminadas de saliva). Outro agravante em relação ao tabagismo é o uso de narguilé (espécie de cachimbo de água de origem oriental, utilizado para fumar tabaco aromatizado e, ocasionalmente, maconha ou ópio) no mundo.

“É um mecanismo de disseminação do vírus muito alto, a ponto de países como o Irã proibirem seu uso em bares e ruas pela possibilidade de propagação, porque passa de boca em boca. Também é uma associação muito perigosa.” Segundo Maltoni, há uma relação muito forte do tabagismo com o agravamento das condições dos pacientes que se infectam pelo novo coronavírus, com aumento maior da letalidade.

O mesmo ocorre em relação aos cigarros eletrônicos (também chamados de vape, são dispositivos eletrônicos para fumar alimentados por bateria de lítio). “São outra forma de você dispersar nicotina e outros produtos para o organismo humano.”

Embora a indústria do tabaco defenda que é instrumento para a pessoa parar de fumar, o diretor executivo da Fundação do Câncer afirmou que esse tipo de cigarro tem em sua constituição substâncias tóxicas, incluindo a nicotina, que é oferecida no formato líquido e forma um aerossol. “Essa inalação do volume de nicotina atinge a corrente sanguínea até mais rápido do que o cigarro convencional.”

Maltoni destacou que a nicotina é o principal causador da dependência, com todos os efeitos de agressão ao organismo, como a alteração da imunidade celular em nível pulmonar, alteração do DNA da célula pulmonar, predispondo à transformação das células em câncer, em tumores. Isso também está presente no cigarro eletrônico.

Alerta da OMS

No dia 11 de maio, a Organização Mundial da Saúde (OMS) fez uma declaração pública alertando que o tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas em todo o mundo, a cada ano. Mais de 7 milhões dessas mortes são decorrentes do uso direto do tabaco, e cerca de 1,2 milhão se deve ao fato de os não fumantes serem expostos ao fumo passivo.

Um grupo de especialistas em saúde pública, convidados pela OMS, analisou estudos já publicados em relação à covid-19 e sua relação com o tabagismo. Constatou que os fumantes tinham maior probabilidade de desenvolver as doenças graves e as complicações da infecção de maneira mais grave em comparação com os não fumantes, “inclusive em proporção maior de óbitos do que o grupo de não fumantes”, observou Maltoni.

Nicotina e covid-19

A OMS também se posicionou contrária a estudos favoráveis à adoção de substâncias como a nicotina no tratamento de pacientes com covid-19. Embora sem se referir especificamente a um trabalho francês que defende a nicotina como proteção à covid-19, a organização alerta que é preciso ter cuidado ao adotar esse tipo de recomendação, antes que sejam feitos testes e confirmados seus resultados por instituições de credibilidade internacional.

Luiz Henrique Maltoni destacou que, no caso do trabalho francês, ele foi publicado na internet e não em uma revista científica conceituada, como é tradicionalmente feito, onde um comitê editorial analisa cientificamente se o método do trabalho foi bem conduzido, para então autorizar sua publicação. O estudo não foi revisado e não faz referência à aprovação por nenhum comitê de ética em pesquisa, afirmou Maltoni.

O diretor executivo da Fundação do Câncer qualificou o estudo como “um equívoco imenso”. Um dos autores do trabalho é um pesquisador que, durante muito tempo, foi financiado pela indústria do tabaco, disse. Do ponto de vista científico, o trabalho não merece crédito nem citação, acrescentou Maltoni.

Nota conjunta

Em razão da pesquisa francesa, sete entidades médicas, entre as quais a Fundação do Câncer, a Associação Médica Brasileira, a Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas e a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, divulgaram nota na qual entendem que “é muito precoce e arriscado” afirmar que haja qualquer potencial fator protetor da nicotina para a covid-19. “Uma vez contaminados pelo novo coronavírus, os fumantes tendem a ter pior evolução do quadro, com mais gravidade e mortes”, diz a nota.

As entidades de saúde reforçam a importância do combate ao fumo. Estudo do Instituto Nacional do Câncer mostrou que o país gasta cerca de R$ 57 bilhões por ano com despesas médicas e perda de produtividade relacionadas a doenças provocadas pelo fumo. O estudo mostra ainda que o país arrecada R$ 13 bilhões de tributos por ano com a indústria do tabaco, o que significa que há um rombo de pelo menos R$ 44 bilhões para o sistema de saúde brasileiro. Todos os dias, 428 pessoas morrem devido ao tabagismo no Brasil. (MSN)


Filadélfia: Homem vindo de outro Estado para na Barreira Sanitária do município faz teste rápido e detecta Covid19;


A Prefeitura de Filadélfia está trabalhando intensamente no combate da Covid-19 e informa que, em razão do aumento de casos da doença no Brasil, e inclusive, em nossa região, as Barreiras Sanitárias estão adotando medidas mais restritivas, até mesmo impeditivas, cujo objetivo é tentar evitar a transmissão e proliferação em nosso município.

Nos últimos dias, em abordagens realizadas houve alguns casos de representantes comerciais, vendedores, motoristas e carregadores que apresentaram sintomas e foram tomadas às devidas providências, mas o monitoramento ocorre mesmo em pessoas assintomáticas.

Assim como ocorreu com representantes de uma empresa de ArcoVerde-PE, que vieram até Filadélfia prestar serviço a um estabelecimento comercial, eles não apresentaram sintomas, mas foram impedidos de entrar, visto que, ArcoVerde está com 42 casos confirmados e 08 óbitos.

Como havia a necessidade do serviço e já tinha ocorrido o deslocamento até Filadélfia, em contrapartida, as Vigilâncias Municipais Sanitária e Epidemiológica sugeriram à empresa que realizasse o exame (teste rápido). A empresa aceitou a sugestão, os representantes fizeram o exame em um laboratório particular de Senhor do Bonfim e um deles testou positivo para Covid-19.

Provavelmente, se tivessem entrado para prestarem o serviço, já teríamos outras pessoas infectadas. Por este motivo, é importante salientar e ressaltar que o trabalho dos profissionais que estão na linha de frente nas Barreiras Sanitárias, é comprovadamente eficiente e decisivo para proteger à população filadelfense dos riscos de contaminação e disseminação da Covid-19.

Nesse contexto, a sugestão aos comerciantes, é que dentro do possível, façam as suas compras on-line e que os vendedores adaptem-se a essa fonte alternativa de renda e possam oferecer seus produtos e serviços da mesma forma, vindo à cidade só em casos de extrema necessidade, visando frear a proliferação do vírus.

A Prefeitura reforça ainda, a necessidade e obrigatoriedade do uso de máscaras nos Estabelecimentos Comerciais, nas Barracas de Hortifrutigranjeiros, de alimentos em geral, assim como para a população de modo geral, conforme as novas Leis Estaduais.

Fonte; https://www.filadelfia.ba.gov.br/


Senhor do Bonfim e Jaguarari serão contempladas com médicos cubanos incorporados ao programa Mais Médicos


Um grupo de médicos cubanos será reincorporado ao programa Mais Médicos para o Brasil. A lista com os nomes e cidades de destino foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (18) pelo Ministério da Saúde.

A Bahia vai receber 41 médicos que vão trabalhar em 30 localidades do estado: Acajutiba, Alagoinhas, Camaçari, Casa Nova, Conceição do Coité, Cruz das Almas, Eunápolis, Feira de Santana, Gongogi, Ilhéus, Inhambupe, Ipirá, Itaguaçu da Bahia, Itaparica, Jaguarari, Jeremoabo, Malhada, Manoel Vitorino, Monte Santo, Morro do Chapéu, Salvador, Santa Cruz Cabrália, São Félix do Coribe, Sátiro Dias, Senhor do Bonfim, Serrolândia, Tucano, Urandi, Uruçuca e Wenceslau Guimarães, além do Distrito Sanitário Especial Indígena.

A lista de nomes dos médicos pode ser acessada no portal da Imprensa Nacional. http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-31-de-15-de-maio-de-2020-257198348

Além da Bahia, foram beneficiados Acre, Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão e Minas Gerais.

No mês de março o Ministério da Saúde informou que 7.167 médicos já haviam se inscrito no edital do Mais Médicos para o Brasil aberto para reforçar as equipes de saúde em função da epidemia do novo coronavírus, lembra reportagem da Agência Brasil. A previsão anunciada foi de que até cinco chamadas seriam feitas.

A pasta havia estimado um total de R$ 1,4 bilhão em investimentos, e que esses profissionais poderão atuar em mais de uma unidade de saúde, o que deverá ser organizado pelas respectivas secretarias de saúde.

Redação redeGN


UNEB em Senhor do Bonfim realiza live e discute sobre imunologia e Covid-19


“O que a imunologia tem a falar da Covid-19?” esse é o tema da segunda edição do “Diálogos da Quarentena” que acontece amanhã (20), às 19h, com transmissão ao vivo através do perfil do Instagram @lipeebio. A iniciativa é uma realização do Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa, Ensino e Extensão em Biologia (LIPEEBIO) e do Grupo de Estudos em Educação Científica (GEEC) do Departamento de Educação (DEDC), Campus VII da UNEB.

A discussão sobre a imunologia e a pandemia da Covid-19 terá como convidado o professor do curso de Ciências Biológicas do DEDC VII da UNEB, Alvaro Müller, e será mediada pela professora e coordenadora do LIPEEBIO, Maria José Pinho.

O “Diálogos de Quarentena” acontece toda quarta-feira, às 19h, no mesmo perfil.

Lorena Simas
Coordenadora do Núcleo de Assessoria de Comunicação (NAC-DEDC/UNEB)


Queimadas confirma mais 2 casos de coronavírus


Foi registrado esta segunda-feira (18), mais dois casos confirmados de Covid-19 na cidade de Queimadas. Os pacientes são filhos de um homem infectado pelo novo coronavírus. O perfil dos pacientes e o quadro de saúde deles, porém, não foi divulgado. Divulgada pelo prefeito da cidade em uma rede social, a confirmação do aumento de casos acontece em meio ao “lockdown”, estratégia de isolamento total adotada pela prefeitura determinando o fechamento do comércio e outras medidas mais rígidas contra a pandemia. Segundo o site Notícias de Santaluz, com a atualização, aumentou para 4 o total de moradores do município que testaram positivo para a doença, mas um dos casos não foi computado para a cidade. Os outros pacientes são um idoso que começou a apresentar sintomas em um hospital de Salvador, após ser internado para fazer uma cirurgia, e um homem que teve contato com pessoas de Feira de Santana, segundo informação divulgada pelo prefeito de Queimadas no dia 13 de maio.

Fonte: A voz do campo


Policlínicas regionais de Senhor do Bonfim e Teixeira de Freitas voltam a atender com cuidados especiais contra a covid-19


Nesta segunda-feira (18), as policlínicas regionais de saúde de Senhor do Bonfim e Teixeira de Freitas voltaram a receber pacientes e realizar exames de média e alta complexidade em diversas especialidades e exames de imagem como tomografia, ressonância magnética e eletroencefalograma. Os equipamentos de saúde tiveram o atendimento suspenso como forma de conter o avanço do novo coronavírus na Bahia.
“As policlínicas são responsáveis por um atendimento essencial para os baianos, pacientes de doenças crônicas que podem ser fatais se não tratadas e que precisam de atendimento especializado. É um momento em que precisamos ser cuidadosos. Os nossos profissionais foram treinados e nossa equipe está preparada para assegurar que não teremos disseminação de covid-19 nos atendimentos. Dessa forma, asseguramos a segurança de todos, profissionais e pacientes”, afirma o prefeito de Senhor do Bonfim e presidente do Consórcio de saúde da região, Carlos Brasileiro.
O Governo do Estado iniciou o processo de reabertura gradual dos equipamentos em alinhamento com os gestores municipais. Como critério estabelecido, apenas as cidades que não tiverem registro de novos casos do coronavírus durante 14 dias poderiam retomar as atividades. A unidade de Barreiras retomou as atividades na ultima segunda-feira (11) e já atendeu mais de 400 pacientes.
A decisão final sobre o reinício das atividades fica por conta da resolução dos prefeitos, que realizam assembleias dentro dos consórcios regionais para avaliar as taxas de contágio nas regiões. As policlínicas de Valença, Irecê e Guanambi também estavam previstas para abrir ainda no mês de maio, mas, por conta do aumento de casos positivos de covid-19 nas regiões, as prefeituras optaram por um adiamento.
As unidades de Jacobina, Juazeiro, Alagoinhas, Itabuna, Jequié, Paulo Afonso e Vitória da Conquista ainda não possuem previsão de reabertura. “Os prefeitos dessas cidades voltarão a realizar assembleias no final de maio para reavaliar a situação e debater a possibilidade de fazer a abertura das unidades em junho”, explica a coordenadora de gestão regionalizada da Secretaria da Saúde (Sesab), Joana Molesini.
Critérios de segurança
A Sesab também estipulou a testagem das equipes como critério para a reabertura dos serviços e atendimentos das policlínicas. As equipes médicas e de apoio administrativo, incluindo agentes de segurança e motoristas, que atuam nas policlínicas estão sendo submetidos a exames para detecção da covid-19 e, a cada 15 dias, os exames serão repetidos. Os funcionários que tiverem o diagnóstico confirmado ficarão em isolamento domiciliar.
Além dessas ações, para diminuir o risco de contaminação, as unidades deverão reduzir o fluxo de pessoas, manter os assentos das recepções organizados de modo que os pacientes se acomodem intercalados, cumprindo o distanciamento mínimo de 1,5 metro, minimizando o possível contato entre os pacientes. Também será reduzido o acesso de pessoas nos refeitórios simultaneamente para evitar aglomerações, dispondo as cadeiras para uso intercalado, com manutenção do distanciamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).
Transporte
Os pacientes transportados nos micro-ônibus das policlínicas passarão por uma triagem no seu município de origem antes de entrar no veículo. As pessoas que apresentarem mais de um sintoma compatível com a doença, como temperatura acima de 37.8, não poderão embarcar e serão encaminhadas a uma unidade de referência. A lotação máxima do micro-ônibus será reduzida para 50%. As janelas devem ficar abertas para circulação do ar e o uso do ar-condicionado evitado. Os usuários do veículo devem ficar distantes uns dos outros, de forma que em cada assento duplo permaneça apenas uma pessoa.
Fotos: Divulgação

Ex-Prefeito de Capim Grosso, Itamar Rios está com Covid-19


O Ex-prefeito de Capim Grosso, agora médico do Programa Mais Médico, lotado no município de Itaberaba, Dr. Itamar Rios, divulgou um vídeo no início da noite desta segunda-feira(18/05), que está com o Covid-19.
Segundo Itamar Rios, ele está com o quadro clínico estável, e há varíos dias isolado em sua fazenda no município de Quixabeira. Ele teve seu caso confirmado através do LACEN após ter realizado a coleta já em território quixabeirense. Leia +
A Secretaria de Saúde de Quixabeira, informou que por questão de ética não revela os nomes das pessoas infectadas por Covid-19 no município, porém, como o próprio paciente tornou a público a contaminação, o Secretário de Saúde Ril de Beto, confirmou o caso de Itamar Rios como um dos 4 já infectados por coronavírus no município.
Fonte: Ril de Beto

Bahia tem 8.881 casos confirmados de Covid-19 e 312 óbitos


A Bahia registra 8.881 casos confirmados de Covid-19, o que representa 12,73% do total de casos notificados no estado e 312 óbitos. Cumpre ressaltar que, no dia 18 de maio de 2020, 300 casos confirmados aguardam reconhecimento dos municípios e não foram incluídos na análise do boletim, assim, constaram na análise 8.581 casos (faixa etária, sexo e tabela de municípios). Desta forma, os dados apresentados no boletim desta segunda-feira (18) consideram apenas os 8.581 casos já com definição do município.

Considerando o número de 8.581 casos confirmados, 2.407 recuperados e 312 óbitos, 5.862 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos.

Na Bahia, 1.086 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

Os casos confirmados ocorreram em 211 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (62,07%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Uruçuca (3.119,06), Itabuna (2.992,17), Ipiaú (2.790,31), Ilhéus (2.390,24) e Salvador (1.854,23).

O boletim epidemiológico registra 28.423 casos descartados e 69.717 notificações em toda a Bahia. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Taxa de ocupação

Na Bahia, dos 1.246 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 662 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 53%. No que se refere aos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 518 leitos exclusivos para o coronavírus, 332 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 64%. Cabe ressaltar que o número de leitos é flutuante, representando o quantitativo exato de vagas disponíveis no dia. Intercorrências com equipamentos, rede de gases ou equipes incompletas, por exemplo, inviabilizam a disponibilidade do leito. Ressalte-se que novos leitos são abertos progressivamente mediante o aumento da demanda.

Exames

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) realizou 36.007 exames do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 18 de maio de 2020. Atualmente, 3.476 amostras estão em análise laboratorial e os exames são liberados em até 48 horas.

Óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contabiliza 312 mortes pelo novo coronavírus. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 18 horas desta segunda-feira (18).

296º óbito – mulher, 73 anos, residente em Canavieiras, comorbidades doença cardiovascular, doença do sistema nervoso, veio a óbito dia 12/05, em unidade da rede pública de Salvador.

297º óbito – mulher, 89 anos, residente em Salvador, comorbidades hipertensão arterial, diabetes, asmática, doença de Alzheimer avançada, hipotireoidismo, veio a óbito dia 17/05, em hospital filantrópico em Salvador.

298º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, comorbidade doença de Parkinson, veio a óbito dia 12/05, em hospital da rede privada de Salvador.

299º mulher, 66 anos, residente em Itiuba, comorbidades hipertensão arterial e neoplasia, veio a óbito dia 04/05, em hospital da rede pública de Salvador.

300º óbito – mulher, 54 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, veio a óbito dia 16/05, em hospital da rede filantrópica de Salvador.

301ª óbito – mulher, 63 anos, residente em Salvador, comorbidades doença pulmonar obstrutiva crônica, hipertensão arterial, obesidade, veio a óbito dia 12/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

302º óbito – homem, 82 anos, residente em Salvador, comorbidades hipertensão arterial e doença de Alzheimer, veio a óbito dia 13/05, em hospital da rede pública em Salvador.

303º óbito – homem, 65 anos, residente em Salvador, comorbidades hipertensão arterial e diabetes, veio a óbito dia 16/05 em hospital filantrópico em Salvador.

304º óbito – mulher, 65 anos, residente em Salvador, comorbidades hipertensão arterial, diabetes, doença cardiovascular, veio a óbito dia 17/05, em hospital filantrópico em Salvador.

305º óbito – mulher, 88 anos, residente em Salvador, comorbidades neoplasia e hipertensão arterial, veio a óbito dia 17/05, em hospital filantrópico, em Salvador.

306º óbito – mulher, 77 anos, residente em Salvador, comorbidades doença cardiovascular e diabetes, veio a óbito dia 16/05, em hospital filantrópico, em Salvador.

307º óbito – homem, 52 anos, residente em Dias D’Ávila, comorbidade doença cardiovascular crônica, veio a óbito dia 09/05, em hospital filantrópico, em Salvador.

308º óbito – mulher, 75 anos, residente em Lauro de Freitas, comorbidade doença cardiovascular crônica, veio a óbito dia 09/05, em hospital da rede privada, em Lauro de Freitas.

309º óbito – mulher, 55 anos, residente em Salvador, comorbidades não informado, veio a óbito dia 13/05, em unidade da rede pública, em Salvador.

310º óbito – homem, 81 anos, residente em Salvador, comorbidades não informado, veio a óbito dia 12/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

311º óbito – homem, 79 anos, residente em Salvador, comorbidades não informado, veio a óbito dia 14/05, em unidade da rede pública, em Salvador.

312º óbito – homem, 61 anos, residente em Salvador, sem comorbidades, veio a óbito dia 07/05, em hospital da rede pública, em Salvador.

Faixa etária

Quanto ao sexo dos casos confirmados, 43,21% foram do sexo feminino. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 26,86% do total. O coeficiente de incidência por 1.000.000 de habitantes foi maior na faixa etária de 80 e mais (1.038,71/1.000.000 habitantes), indicando que o risco de adoecer foi maior nesta faixa etária, seguida da faixa de 30 a 39 anos (1.074,74/1.000.000 habitantes).

Ressaltamos que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Outras informações em saude.ba.gov.br/coronavirus.

Para acessar o boletim completo, com a lista de municípios com casos confirmados, clique aqui.

Critérios para os exames da Covid-19

No Sistema Único de Saúde (SUS), a coleta de amostras para a realização do exame RT-PCR, que é o padrão ouro para a identificação do genoma viral, deve ocorrer em cinco situações: pacientes internados com suspeita de coronavírus, independente da gravidade; pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG); profissionais de saúde com síndrome gripal suspeitos de Covid-19 ou que tenham tido contato com casos confirmados de coronavírus, mesmo que assintomáticos; pacientes que foram a óbito com suspeita de Covid-19, cuja coleta não pôde ter sido realizada em vida; e em indivíduos institucionalizados durante investigação de surtos da doença.

Já o teste rápido, que detecta os anticorpos, deve ser utilizado em pacientes com quadro clínico-epidemiológico compatível com a Covid-19; profissionais de segurança pública e de saúde em atividade, independente de sintomas; contato domiciliar de profissional de saúde ou de segurança pública em atividade, independente dos sintomas; pessoas com 60 anos ou mais, sintomáticos ou não, residentes em instituições de longa permanência de idosos ou portadores de comorbidades de risco para complicação da Covid-19.