Detran e PM lançam Operação São João 2019 com foco no combate à combinação de bebida e direção


O Departamento
Estadual de Trânsito (Detran) e a Polícia Militar da Bahia (PMBA) lançaram a
operação São João 2019, na manhã desta segunda-feira (17). Uma blitz educativa
foi montada na saída de Salvador, na ligação com a BR-324, quando foram
realizados exames de alcoolemia, além de verificação de documentos e buscas,
com auxílios de cães, nos veículos abordados. A operação do período junino faz
parte da campanha “Paz no Trânsito” e ocorre, simultaneamente, na capital,
região metropolitana e mais dez cidades do interior que recebem um grande
volume de pessoas nos dias de festas.

O objetivo é combater a combinação de bebida e direção, para a  redução do
número de acidentes, além de coibir o tráfico de drogas e armas. Segundo o
diretor geral do Detran, Rodrigo Pimentel, serão utilizados cem profissionais
do órgão nas operações que seguem até o dia 25 de junho. “O Detran trabalha
integrado com a PMBA o ano todo, mas em eventos como o São João, em que há
aumento expressivo de veículos nas rodovias, a gente intensifica essa parceria.
Com isso, conseguimos realizar maior número de fiscalizações e trazer mais
segurança para o cidadão. Iremos atuar nos grandes centros com blitzes de
alcoolemia e verificação da situação dos veículos”, explicou Pimentel.

Já a Polícia Militar terá um efetivo de mil policias atuando na operação
conjunta com o Detran. Destes, 200 estarão na capital e mais 800 espalhados por
mais de dez cidades do interior. Além disso, a PM terá um efetivo de 20 mil
policiais que cuidarão da segurança das pessoas que forem curtir os festejos de
São João. O comandante geral da PMBA, coronel Anselmo Brandão, destacou a
contribuição das operações. “Já entramos na semana dos festejos e adotamos logo
essa ação preventiva realizada hoje com o Detran. É um trabalho de prevenção,
para preservar vidas. Vamos fortalecer bastante questões ligadas ao combate do
uso de bebidas no trânsito, ao uso de cinto de segurança, porte ilegal de armas
entre outros. Mas é importante citar que as blitzes também têm um caráter de repressão
para evitar que o crime circule nas rodovias”.

O coronel acrescentou que, no interior, as operações irão se concentrar nas
principais vias que dão acesso às grandes festas de São João. “A tecnologia
também estará presente e contaremos com uso de drones e radares móveis que são
ferramentas que nos auxiliam e dão maior sensação de segurança para a
sociedade. Em Amargosa, por exemplo, teremos uma central de controle de
reconhecimento facial. Ainda utilizaremos os cães na busca por drogas e outros
objetos.”, concluiu.

O aparato tecnológico também está presente nas ações realizadas pelo Detran. O
órgão utilizará, de forma itinerante, dois equipamentos de reconhecimento de
caracteres (OCR), que auxiliarão na identificação de veículos com algum tipo de
restrição. O coordenador de fiscalização do Detran, capitão Márcio Santos,
explicou o funcionamento do OCR. “O equipamento possui uma câmera de longo
alcance em que a gente determina o foco de acordo com a via e abordagem
montada. Com isso, conseguimos ter tempo hábil para parar o veículo
identificado pelo aparelho e que apresente alguma irregularidade”.

Fotos: Elói
Corrêa/GOVBA