Em Aramari, construção de unidades habitacionais vai beneficiar distrito quilombola


A
ordem de serviço para a construção de 15 unidades habitacionais no distrito
quilombola Olhos D’Água, em Aramari, ainda será assinada na quinta-feira (21),
pelo governador Rui Costa, mas os moradores da comunidade já falam sobre a
expectativa com a nova obra. As casas vão possuir dois quartos, sala, banheiro
e cozinha. 
A
construção será viabilizada pelo Programa de Desenvolvimento Sustentável de
Povos e Comunidades Tradicionais, no qual atuam as secretarias estaduais de
Desenvolvimento Rural (SDR) e de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). De
acordo com a titular da Sepromi, Fabya Reis, “a obra sinaliza e reafirma a
possibilidade de transformação na vida dessas pessoas, além de afirmar o
compromisso do Governo do Estado para consolidar a política estruturante de
igualdade racial na Bahia”.
Com
a nova construção, as casas de taipa serão erradicadas da comunidade,
garantindo condições mais dignas de moradia a todos os habitantes do distrito.
Um dos fundadores da Associação dos Afrodescendentes Remanescentes de Quilombo
do Distrito de Olhos D’Água – que inscreveu a localidade no projeto -, o
produtor rural Mirivaldo Assis garante que a casa é um presente para todos.
“Muitos aqui têm muitas bocas para sustentar, ganham pouco e não têm
condições de construir uma casa melhor. Essas pessoas foram priorizadas”,
afirmou.
É
o caso do produtor rural Jurandir Jesus dos Santos, que mora na zona rural da
comunidade, em uma casa de taipa, junto com 16 pessoas, sendo a esposa, Maria
da Paz Jesus,13 filhos e dois netos. “A gente vive da roça e ganhar essa
casa é muito bom, inclusive por que vem uma cisterna junto. Temos dificuldades
de água. Estamos muito felizes”, celebrou.
Origem
No
final do Século XVII, surgiram na região onde está situado o município de
Aramari algumas propriedades agropecuárias que, com o decorrer dos anos, transformaram-se
em povoações. Uma delas foi a Olhos D′Água, que por volta de 1850 já se
constituía num pequeno arraial. Mais tarde, tendo aumentado o número de casas
comerciais e residenciais, também foi construída uma capela dedicada a nossa
Senhora da Conceição. O povo que lá vive é quilombola descendente de escravos.
Infraestrutura
Ainda
durante a agenda, o governador dará por inaugurado o acesso da BA-504 ao
distrito de Olhos D’Água, que também impacta diretamente no cotidiano de quem
vive na localidade. Rui também vai entregar as obras no trecho de 20
quilômetros da BA-504, que liga Aramari a Ouriçangas.
Fotos: Carol Garcia/GOVBA