Pernambuco: Bezerro nasce com duas cabeças em propriedade rural de Surubim


Um bezerro nasceu com duas cabeças em uma propriedade rural da cidade de Surubim, no Agreste de Pernambuco.  Tudo indica que o animal nasceu com uma alteração rara chamada de diprosopia (duplicação craniofacial), conforme disse o  coordenador do Laboratório de Diagnóstico Animal da Universidade Federal Rural de Pernambuco (LDA/UFRPE), professor Fábio Mendonça.

“A incidência da diprosopia é maior nos bovinos em relação às outras espécies domésticas. Nos equinos e no homem, é extremamente incomum. Enquanto nos ovinos, suínos, cães e gatos, a condição não é rara de ser encontrada”, disse,  reforçando que a alteração faz parte de um grupo de má-formações que é considerada uma variante incomum de gêmeos siameses.

O nascimento ocorreu na última quinta-feira (4), e, nesta segunda-feira (8), a equipe do LDA visita a propriedade para definir o diagnóstico e dar orientações aos proprietários sobre como proceder com o animal. Atualmente, o bezerro está amamentando com a ajuda de uma mamadeira.  “O animal está bem por enquanto. Mas não há garantia que irá sobreviver muito tempo”, finaliza Fábio Mendonça. FolhaPE