45ª CIPM erradica mais 2,5 mil pés de maconha em Curaçá


Mais de dois mil pés de maconha, prontos para serem colhidos, foram erradicados por equipes da 45ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Curaçá), na tarde da segunda-feira (29), na Ilha das Araras, região do município de Curaçá, no norte do estado. Materiais usados para a irrigação da erva também foram destruídos.

As informações sobre a plantação ilegal às margens do Rio São Francisco chegaram para integrantes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) e da 5ª Companhia Independente da PM (Agrovila), anonimamente. Com o auxílio de embarcações, as equipes chegaram ao Povoado de Angico e encontraram o cultivo.

O comandante da unidade, major Leonel Carlos Ribeiro, explicou que essa é uma das regiões mais escolhidas pelos criminosos por estar perto de locais com bastante água, facilitando a irrigação.

“Nós estamos atentos aos próximos dias, período chuvoso, quando eles aproveitam dessa água para regar a plantação. Nós trabalhamos juntamente com a Polícia Civil, através da Delegacia Territorial (DT) de Curaçá, para encontrar os responsáveis”, contou.

Um dos pés foi colhido e levado para a DT de Curaçá. A titular da unidade, delegada Tereza Jucélia Barbosa, informou que inquéritos já foram instaurados e investigações estão abertas para investigar quem financia esses roçados.

“Mesmo eles plantando as ervas em ilhas sem proprietários, as nossas investigações conseguem chegar aos envolvidos. É um trabalho que, junto com a PM, vem tendo êxito”, concluiu, lembrando que a quantidade da droga apreendida já foi encaminhada para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Somente este ano, a 45ª CIPM erradicou naquela ilha cerca de 540 mil pés da erva nos meses de janeiro, março e setembro.

Foto: Divulgação SSP

Assessoria de Comunicação

Secretaria da Segurança Pública da Bahia