Daniel Alves estreia no Carnaval do Rio e evita falar de Neymar


por Leandro Gaignoux | Folhapress

Daniel Alves, capitão da seleção brasileira e jogador do São Paulo, fez a sua estreia na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira (24). Ele acompanhou o segundo dia de desfile do Grupo Especial do Carnaval carioca.

O atleta, que usava um estiloso casaco e uma bermuda, trabalhados no quadriculado, esteve no camarote da “Quem” com a mulher, a modelo espanhola Joana Sanz.

“É a minha primeira vez no Carnaval. É uma emoção diferente pelo fato de que é mais relaxado para a gente que está acompanhando, não para eles, que têm todo um processo de trabalho. [O Carnaval] reúne tudo o que eu gosto: entretenimento e música. Fiquei emocionado quando vi a bateria”, disse o jogador.

Mesmo sendo a sua primeira vez na avenida, o são-paulino disse já ter a sua preferência carnavalesca: “O Salgueiro me emocionou muito. Tudo que vivi na infância, eu vi no desfile, marcou a minha vida. Me emocionou pelo contexto da apresentação”, revelou Dani.

O enredo do Salgueiro este ano foi sobre a vida de Benjamin de Oliveira, o primeiro palhaço negro do Brasil. Em junho, ele completaria 150 anos.

O craque revelou que espera um dia desfilar: “Se eu pudesse, estaria lá dentro. Envolve música, brasilidade. Por mais que tenha vivido muito tempo fora, nada muda. Estava com saudades de sentir este calor”, concluiu.

Em sua carreira como jogador, ele já atuou na Espanha, França e Itália. A pedidos da assessoria do jogador, Daniel Alves não falou sobre Neymar, de quem é amigo e que ficou fora do Carnaval por atuar pelo Paris Saint-Germain no último sábado (22).