Filho mata o pai de 63 anos a marteladas em São Paulo


Em São Paulo, na Freguesia do Ó, Igor Fanti, de 21 anos, foi preso após matar seu pai, Vicente Dias Fanti, de 63 anos, a marteladas. O criminoso está preso temporariamente por 30 dias pelo crime que foi cometido no dia 12 de fevereiro. As informações foram apuradas pelo jornal Agora.

Em depoimento à polícia, o Igor confessou a autoria do crime e disse que motivação foi pelo fato de o pai ter insistido que ele procurasse um emprego. Na quinta-feira (4), foi decretado o pedido de prisão de dois homens suspeito de terem descartado o corpo de Vicente em um terreno, na zona oeste da cidade.

De acordo com as autoridades, a vítima estaria sentada em uma cadeira quando levou o primeiro golpe de martelo na cabeça, dado pelas costas do idoso. Ele foi encontrado com o rosto desfigurado.

“A vítima caiu e, na sequência, o filho passou a desferir inúmeras marteladas, todas na cabeça do pai. A violência foi tamanha que jorrou sangue até no teto da sala”, disse o delegado Arthur Frederico Moreira, titular do 28º DP (Freguesia do Ó).

Após cometer o crime, o filho pegou o carro do pai, um Honda Civic, e foi se encontrar com uma mulher e beber. No dia seguinte, ele voltou à casa acompanhado de dois homens, que ajudaram a limpar o sangue na sala e também a preparar o corpo para ser retirado do local.

Dias depois do crime, Igor foi junto de sua mãe até a delegacia registrar um boletim de ocorrência relatando o desaparecimento de seu pai e posteriormente foi em seu velório.   Desde o dia 14 de fevereiro, Vicente Dias Fanti era tido como desaparecido nas redes sociais e era procurado por família, amigos e conhecidos.

O delegado titular do 28º DP afirmou ao jornal que a intenção de Igor ao matar o pai, era ficar com as economias da vítima, cerca de R$ 100 mil, além do Honda Civic e uma casa em Ourinhos, cidade no interior de São Paulo. (Radio Tupi)